Porto Alegre, sábado, 26 de setembro de 2020.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
15°C
28°C
15°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 5,5230 5,5250 1,61%
Turismo/SP 4,7300 5,8120 0,44%
Paralelo/SP 4,7400 5,6700 0%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
748249
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
748249
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
748249
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR

Negócios Corporativos 02/09/2015 - 16h26min

Cade rejeita compra da Condor Pincéis pela Tigre

Por unanimidade, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) rejeitou na manhã desta quarta-feira, 2, a aquisição, pela Tigre S.A. - Tubos e Conexões, da Condor Pincéis Ltda. Na avaliação do colegiado, a compra de 100% do capital social da companhia, que é hoje detida pela Condor S.A., poderia gerar alta concentração de mercado e elevação de preços.

O pedido de análise da operação foi feito em novembro do ano passado, envolvendo o negócio de pintura e acessórios do Grupo Condor, que, segundo a solicitação, visava a focar a atuação nas áreas de cosméticos e de artigos de higiene pessoal.

O parecer do Departamento de Estudos Econômicos (DEE) do Cade indicou que a compra poderia levar a aumento de preços. O quadro no setor é de elevadas margens de lucro e alta concentração. O conselho entendeu que a concentração ficaria ainda maior com a concretização da operação. No segmento de pincéis, por exemplo, a participação da Tigre ficaria acima de 65%, informou o relator do processo, Márcio de Oliveira Júnior.

Na análise do caso, a superintendência geral do Cade apresentou parecer pela impugnação do pedido. A Tigre e a Condor apresentaram manifestação sobre o parecer, questionando possíveis equívocos cometidos na análise.

Em plenário, o relator votou pela não aprovação da compra. "Todos os cálculos feitos indicam que haverá aumento de preços após a concretização da operação", disse. O voto de Oliveira Júnior foi acompanhado por todos os conselheiros presentes à sessão.

O relator afirmou ainda que manteve diálogo com as empresas, mas não foi possível chegar a um acordo. Ele ressaltou que propôs uma medida para viabilizar a operação, mas a proposta não foi considerada viável pelas companhias.

COMENTÁRIOS
Nenhum comentário encontrado.

imprimir IMPRIMIR
TEXTOS RELACIONADOS
AB InBev anuncia compra da maior cervejaria artesanal de Los Angeles
A aquisição deverá ser concluída no quarto trimestre do ano
Altice vai comprar norte-americana Cablevision por cerca de US$ 10 bilhões
Incluindo a dívida da Cablevision, o acordo avalia a empresa em US$ 17,7 bilhões
UE deve aprovar aquisição de negócio de energia da Alstom pela General Eletric
A União Europeia deve aprovar a aquisição do negócio de energia da Alstom pela General Eletric na terça feira, segundo duas pessoas familiares com o assunto
Vale vende mina de carvão na Austrália para mineradora suíça e grupo australiano
Em julho, a brasileira já havia vendido uma de suas minas de carvão na Austrália por menos de US$ 1