Porto Alegre, quinta-feira, 19 de maio de 2022.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
19°C
15°C
7°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 5,5230 5,5250 1,61%
Turismo/SP 4,7300 5,8120 0,44%
Paralelo/SP 4,7400 5,6700 0%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
408601
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
408601
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
408601
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR

Porto Alegre Notícia da edição impressa de 26/08/2015

Porto Alegre reduzirá em 21,8% os investimentos para 2016

Receita estimada para o exercício financeiro será de R$ 6,5 bilhões
LEONARDO CONTURSI/PMPA/JC
Secretário da Fazenda, Jorge Tonetto apresentou números aos vereadores
Secretário da Fazenda, Jorge Tonetto apresentou números aos vereadores

A Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) da Capital projeta redução de 21,8% nos investimentos, que devem somar R$ 634 milhões em 2016, cerca de R$ 176 milhões a menos que 2015. O dado foi apresentado ontem pelo secretário municipal da Fazenda, Jorge Tonetto, na Comissão de Economia e Finanças da Câmara Municipal de Porto Alegre (Cefor).

A receita total do município estimada para 2016 soma R$ 6,5 bilhões, o que representa alta de 5,7% em relação a 2015. Conforme o projeto, as duas maiores fontes de arrecadação municipal são o ISS (R$ 973 milhões, alta de 12,5%) e o IPTU (R$ 438 milhões, alta de 17,5%). No caso de transferências, a maior é a de ICMS, prevista em R$ 912 milhões, num incremento de 23% em comparação com este ano.

As despesas com juros da dívida são projetadas em R$ 236 milhões, uma alta de 26% em comparação com este ano. Conforme o projeto, as áreas consideradas prioritárias são habitação; assistência social; cultura; saúde; saneamento básico urbano (DEP); educação; pavimentação; desenvolvimento econômico; esporte e lazer; juventude; trabalho e renda; e saneamento básico urbano (Dmae). A LDO também aponta 12 programas estratégicos: Cidade em Transformação; Desenvolver com Inovação; Qualifica POA; Infância e Juventude Protegidas; Porto Alegre mais Saudável; Porto da Igualdade; Porto da Inclusão; Porto Viver; Segurança Integrada; Cidade da Participação; Gestão Total; e Você Servidor.

COMENTÁRIOS
Nenhum comentário encontrado.

imprimir IMPRIMIR
TEXTOS RELACIONADOS
A estátua foi imortalizada em bronze
Inaugurada estátua em homenagem a Leonel Brizola
CPIs movimentaram o Legislativo da Capital em 2013
Ao todo, foram instaladas três comissões parlamentares de inquérito na 36ª legislatura da Câmara Municipal
Vereador quer enfatizar a relevância da participação do negro por meio da cidadania
Dia da Consciência Negra pode virar feriado em Porto Alegre
Executivo fez reajuste no valor da obra de restauração do imóvel na esquina da João Pessoa com Venân
Casa dos Conselhos abrirá no aniversário da cidade