Porto Alegre, sábado, 04 de dezembro de 2021.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
19°C
15°C
7°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 5,5230 5,5250 1,61%
Turismo/SP 4,7300 5,8120 0,44%
Paralelo/SP 4,7400 5,6700 0%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
127906
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
127906
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
127906
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR

MÚSICA Notícia da edição impressa de 26/08/2015

Os primeiros passos de Thiago Ramil

Ricardo Gruner

GUILHERME BRAGANÇA/DIVULGAÇÃO/JC
Thiago Ramil faz show de lançamento do seu álbum de estreia, Leve embora, no Theatro São Pedro
Thiago Ramil faz show de lançamento do seu álbum de estreia, Leve embora, no Theatro São Pedro

De certa maneira, um ciclo se completa para Thiago Ramil nesta quinta-feira. Com a finalidade de lançar seu primeiro disco, Leve embora, o artista sobe ao palco do Theatro São Pedro (Pç. Mal. Deodorso, s/nº) - mesmo local em que se apresentava com uma escola de música na infância e também espaço onde já viu os tios Kleiton, Kledir e Vitor Ramil tocarem. O espetáculo tem início às 21h, e a entrada é franca. Os ingressos podem ser retirados na bilheteria do local.

Disponível para audição através dos sites http://thiagoramil.com.br e www.naturamusical.com.br, o álbum foi viabilizado através de um edital do projeto homônimo. O resultado traz 12 canções, nas quais o compositor não hesita ao passear por diferentes universos rítmicos e melódicos ou ao versar sobre questões existenciais e paixões platônicas. "Saiu da casca sem querer", diz ele em Casca, de inspiração no samba de velha guarda, para mais tarde cantar "é linda a pureza dos teus anjos, mas aceito ser humano", em Desculpa, e "nadando pra qualquer lugar" na inusitada Dizharmonia. O objetivo do álbum, segundo o próprio autor, é mostrar a forma como o estreante escreve e compõe - e sem se restringir a fórmulas pré-estabelecidas.

Crente que crescer em um ambiente musical foi determinante para sua formação, Thiago Ramil afirma que tentar sair dos caminhos líricos e sonoros já traçados é algo que lhe agrada. "O próprio exercício de escrever sobre uma perspectiva que não seja tão comum é uma busca dentro do meu trabalho", ressalta o músico, que apresenta a paixão de uma árvore por uma bailarina em Amora, por exemplo.

E se, no álbum, o artista é responsável por voz, violão, baixo e viola caipira, também conta com reforço de synth, violino e guitarra ao longo das composições. Conforme o jovem, uma musicalidade mais ruidosa e com frases instrumentais inesperadas dialoga com o que os ouvidos estão acostumados no cenário urbano contemporâneo. "Acho que estamos abertos a isso. Teve a época em que foram construídos os estúdios mais silenciosos, que não podia ter nenhum vazamento de som", lembra ele, completando: "De alguma forma, isso podia tornar a música muito distante do que ela era no show ou na sala de casa. Essa ideia de que tem que haver um silêncio absoluto ou limpidez e clareza não é tão humana, tão natural".

Outra referência do compositor vem de sua formação acadêmica, a Psicologia. Diplomado no ano passado, Thiago Ramil fez seu trabalho de conclusão de curso sobre a importância do acalanto. Uma vez por semana, o músico visitava crianças em acolhimento institucional e tocava e cantava canções para elas. "Teve uma influência muito forte em mim, tanto pela forma de colocar minha voz, mais sussurrada, para elas dormirem quanto por me fazer tocar um dedilhado mais cíclico, com certa leveza. E me enriqueceu profundamente como pessoa", destaca.

Uma forma de retribuir esse aprendizado foi o desenvolvimento das atividades formativas previstas no edital do Natura Musical. O compositor já fez cinco oficinas sobre o assunto, para públicos diferentes: ele esteve em quatro casas de acolhimento e também com um grupo de gestantes. Em outubro, deve apresentar um seminário teórico sobre o seu trabalho de conclusão - o local ainda não está acertado.

Amanhã, no Theatro São Pedro, o músico sobe ao palco acompanhado praticamente pelo mesmo time que o auxiliou na gravação do disco. Se juntam mais uma vez a ele sua irmã, Gutcha Ramil (voz, violino e percussões), Andressa Ferreira (voz e percussões), Guilherme Ceron (baixo), André Zinelli (guitarra) e um dos produtores do álbum, Vinicius Albernaz (teclados, synths e efeitos). O desfalque é do outro produtor, Felipe Zancanaro, em turnê com a Apanhador Só.

Após o show em Porto Alegre, a agenda de Thiago Ramil inclui dois shows fora do Estado: no dia 1 de setembro, ele é atração no Rio de Janeiro; já no dia 3, se apresenta em Curitiba. Os dois espetáculos também têm entrada franca.

COMENTÁRIOS
Nenhum comentário encontrado.

imprimir IMPRIMIR
TEXTOS RELACIONADOS
Com Adam Lambert nos vocais, Queen é atração hoje no Gigantinho
Queen, os campeões do rock
Espetáculo que mistura canto à capela com comédia retorna hoje à Capital
A viagem musical do Voca People
Baby do Brasil e Zélia Duncan se apresentam nesta semana no Porto Alegre em Cena
Vozes históricas no Porto Alegre em Cena
Marina Lima traz a Porto Alegre o espetáculo No osso
Marina Lima, poética ao Violão