Porto Alegre, segunda-feira, 21 de janeiro de 2019.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
24°C
32°C
21°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,7700 3,7720 0,37%
Turismo/SP 3,7300 3,9300 0,51%
Paralelo/SP 3,7400 3,9400 0,51%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
211531
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
211531
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
211531
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR

CARNAVAL Notícia da edição impressa de 15/02/2010

Segunda noite de desfiles anima o público gaúcho

No sábado, os foliões lotaram as arquibancadas do Complexo Cultural do Porto Seco, em Porto Alegre

Cláudio Isaías

Mauro Schaefer/JC
Império da Zona Norte foi uma das escolas que empolgaram o público que compareceu ao Porto Seco.
Império da Zona Norte foi uma das escolas que empolgaram o público que compareceu ao Porto Seco.

A segunda noite de desfiles do Carnaval de Porto Alegre se encerrou com a Estado Maior da Restinga. O desfile de sábado foi o mais animado para o público de 35 mil pessoas que acompanhou nas arquibancadas e nos telões instalados no Complexo Cultural do Porto Seco a apresentação das sete escolas de samba do Grupo Especial. Acadêmicos de Gravataí, Imperatriz Dona Leopoldina, Praiana, Unidos de Vila Isabel, Imperadores do Samba e Acadêmicos de Niterói completaram a festa e empolgaram os foliões.

Na sexta-feira, primeiro dia de desfiles do Grupo Especial, a União da Vila do IAPI e a Império da Zona Norte impressionaram o público com um desfile bonito. A festa teve ainda participação, como coadjuvantes da noite, de Império do Sol, Bambas da Orgia, Embaixadores do Ritmo e Protegidos da Princesa Isabel. No primeiro dia da folia, as arquibancadas do Porto Seco não lotaram.

Os resultados do Carnaval de Porto Alegre serão conhecidos nesta terça-feira. A apuração será realizada à tarde no Complexo Cultural do Porto Seco. O desfile das escolas campeãs dos grupos Especial e de Acesso ocorre no sábado, dia 20.

A segunda noite começou com a Acadêmicos de Gravataí mostrando na passarela do samba histórias de mitos e lendas com o enredo Espelho... Espelho Meu!. Já a Imperatriz Dona Leopoldina homenageou a sambista Beth Carvalho. Mesmo com a ausência da sambista, o público conheceu um pouco mais da história da cantora carioca. Na abertura do desfile, ela disse, através de uma gravação, estar honrada com a homenagem. Alexandre Belo interpretou o samba-enredo Beth Carvalho, a Madrinha do Samba da Leopoldina. O diretor de bateria, Luiz Nascimento “Cachorrão”, comandou os 180 componentes, que desfilaram inspirados na Estação Primeira de Mangueira, escola da cantora.

Outra homenagem do sábado foi realizada pela Praiana, com tema-enredo comemorando os 150 anos do Theatro São Pedro. Terceira escola a entrar na avenida, a Verde e Rosa gaúcha trouxe como destaque a presidente do teatro, Eva Sopher. O tema-enredo destacou O velho Theatro São Pedro Novo Ilumina a Ribalta... No palco, a Praiana Engalanada é Show do Nosso Carnaval”. O samba foi interpretado por Vander Salles.
A última alegoria da escola, que trazia Eva como destaque, reproduziu os primórdios do Theatro São Pedro, com o grupo circense Tholl, de Pelotas. Também chamou a atenção a presença da atriz e dançarina Gretchen, que desfilou junto com a bateria de Cláudio Toralles.

A Unidos de Vila Isabel, de Viamão, retratou a história do Mato Grosso do Sul. O samba-enredo Mato Grosso do Sul... Caminhos e Emoções de um Paraíso Brasileiro foi interpretado por Ary Rodrigues (Aryzinho). Os 160 integrantes da bateria foram conduzidos pelo mestre Patê. O carro abre-alas, com sete metros de comprimento e oito de largura, trouxe índios, a coroa portuguesa e a pomba da paz, símbolo da escola. O último carro da Vila Isabel resgatou a cultura local ao trazer carro de bois, cavalos e uma viola. Um dos destaques foi o ator Anderson Muller, o Abel da novela Caminho das Índias.

Imperadores do Samba e Restinga empolgam na passarela do samba

Atual campeã do Carnaval porto-alegrense, a Imperadores do Samba foi a quinta escola a entrar na passarela do samba Carlos Alberto Barcelos Roxo. A Vermelho e Branco começou o desfile da noite pedindo paz entre as diferentes tribos urbanas. O samba-enredo A Imperadores é de Todas as Tribos, Mano! foi interpretado por Vinícius Machado. O mestre Alessandro Brinco comandou a bateria de 220 componentes. A escola mostrou a diversidade ao trazer para a passarela surfistas, skatistas, funkeiros, grafiteiros e roqueiros.

Dois leões, com 11 metros de altura, símbolo da escola, foram destaque no carro abre-alas. O cantor norte-americano Michael Jackson também foi homenageado em um dos carros da escola. Também chamaram a atenção do público os skatistas executando manobras em uma pista montada sobre um carro alegórico. O samba-enredo foi cantado pela multidão que lotou as arquibancadas do Porto Seco.

A Acadêmicos de Niterói levou à avenida a história da África. A escola de Canoas mostrou a influência da cultura africana no País, a história do continente e seus mistérios. A escola canoense entrou no Porto Seco com 1,2 mil componentes em 16 alas com Lu Astral interpretando o samba-enredo África, seus Costumes e Mistérios. A escola teve problemas antes do desfile. Um dos carros alegóricos quebrou pouco depois de deixar o barracão.

Com o samba-enredo a Restinga é do Tamanho da China, a escola da zona Sul da Capital empolgou o público do Porto Seco. No encerramento do desfile do Grupo Especial, a Restinga mostrou a riqueza cultural e econômica da China, trazendo para a passarela do samba símbolos e monumentos, como uma réplica da tradicional muralha chinesa. Renan Ludwig interpretou o samba. O carro abre-alas, uma réplica do Palácio Imperial, representou as dinastias do império e trouxe o cisne, símbolo da escola. Ao som da bateria do mestre Guto, com 230 componentes, o público do Porto Seco vibrou com o desfile da Tinga.

COMENTÁRIOS
alessandra - 20/02/2010 - 22h58
não gostei porque eu quero saber o horario e não tem o horario dos desfiles das canpeãs

imprimir IMPRIMIR
TEXTOS RELACIONADOS
Fortunati apresentou balanço do evento ontem, na Usina do Gasômetro
Prefeitura centralizará blocos na orla do Guaíba
Família Giordano adora a festa, mas critica dificuldades de acesso para deficientes físicos
Blocos de rua mantêm o espírito da festa de Carnaval
A vencedora Imperadores do Samba deve desfilar já na manhã de domingo
Campeãs do Carnaval de Porto Alegre desfilam neste sábado
Beija-Flor se prepara para 'boicote' contra apresentação no sábado
Por causa da homenagem à Guiné Equatorial, a escola tem sido criticada por internautas, que planejam deixar o sambódromo antes da entrada da campeã