Porto Alegre, sábado, 07 de dezembro de 2019.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
27°C
32°C
16°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 4,1440 4,1460 1,02%
Turismo/SP 4,1400 4,3900 0,85%
Paralelo/SP 4,1500 4,3800 0%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
416411
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
416411
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
416411
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR

ARTIGO Notícia da edição impressa de 02/07/2015

Sirva essa façanha de modelo à nossa terra

Rafael P. Ribeiro e Thales M. Stucky

Em plena tarde de uma sexta-feira qualquer em Nova Iorque, os moradores e turistas daquela cidade, transitando pela movimentada Times Square, são surpreendidos por um grupo de 40 pessoas, trajados em vestes típicas gaúchas, dançando e cantando músicas da nossa terra para celebrar o IPO da rede de Churrascarias Fogo de Chão na bolsa de valores Nasdaq! O Rio Grande conquistou a América, diria a manchete de "O Bairrista"! Entretanto, "mixed feelings" talvez seja a expressão, em inglês e sem tradução direta ao português, que melhor explique a verdadeira reação à notícia. Por um lado, orgulho de quatro gaúchos que construíram um império do churrasco nos Estados Unidos. Por outro lado, desolação ao perceber que cada vez é mais difícil ter sucesso nos negócios por aqui.

É incrível a trajetória destes quatro gaúchos simples, trabalhadores e com gana para prosperar que conseguiram, a partir de um único restaurante aberto em 1997 na cidade de Addison, nos arredores de Dallas, criar uma rede com faturamento milionário. Muito embora hoje a Fogo de Chão seja controlada por fundos norte-americanos, talvez seja a principal vitrine do Rio Grande no exterior, com seus "gaúchos" mestres em churrasco, verdadeiro patrimônio cultural, representando a nossa terra mais do que qualquer programa estatal jamais conseguiu. Apesar de a Fogo de Chão ter conquistado o mundo, a grande ironia é que o primeiro restaurante da rede foi aberto em Porto Alegre, mas logo fechou as suas portas. E, então, surge a pergunta: por quê?

A resposta é simples: o ambiente de negócios no nosso País não é propício para o crescimento das empresas. Aqui, ao contrário dos Estados Unidos, não basta ter apenas uma boa ideia para prosperar. Aqui, o principal desafio é vencer as barreiras que o próprio Estado impõe. Esta façanha gaúcha nas terras do Tio Sam serve de modelo, mas, principalmente, de alerta de que a atividade produtiva e geradora de empregos precisa de regras claras, estabilidade e previsibilidade econômica e legal. Talvez assim, outros gaúchos poderão tomar riscos para desenvolver negócios vencedores. Dessa vez, fortalecendo a nossa própria economia.

Advogados

COMENTÁRIOS
Nenhum comentário encontrado.

imprimir IMPRIMIR
TEXTOS RELACIONADOS
Acorda, Brasil
A maré da indignação nacional, por força de suas vertentes naturais, rompeu os diques da tolerância popular e se espraiou com a violência de um tufão
O Dia Mundial do Turismo no Rio Grande
Domingo, dia 27 de setembro, será comemorado o "Dia Mundial do Turismo no Rio Grande do Sul"
Dilma: pague a compensação da Lei Kandir
Aprovada em 1996, a lei federal isenta o ICMS de produtos e serviços para exportação
Fusões & Aquisições, oportunidade e risco
Quatro vezes um é igual a um! Essa é ainda a matemática feita pelo investidor estrangeiro em relação ao Brasil