Porto Alegre, segunda-feira, 16 de dezembro de 2019.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
27°C
28°C
20°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 4,1070 4,1090 0,36%
Turismo/SP 4,0400 4,2900 0,74%
Paralelo/SP 4,0500 4,2800 0,69%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
272377
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
272377
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
272377
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR
A voz do Pastor Dom Jaime Spengler
pascom@arquipoa.com

A voz do Pastor

Coluna publicada em 02/07/2015

Cuidar da Terra

O que está acontecendo com nosso mundo, com nossa casa comum? Em vários ambientes, em diferentes regiões, distintos formadores de opinião e cultura manifestam sinais de preocupação com a saúde do planeta Terra. De fato, nossa casa comum está oferecendo abundantes e contundentes sinais de que ela está cansada, doente.

A lógica do dominar e do domesticar que orientou durante séculos a relação do ser humano com o meio ambiente rompeu o frágil equilíbrio entre os distintos ecossistemas, desconsiderou a relação de fraternidade entre o ser humano e a Terra, destruiu a relação existente entre todas as coisas.

O ser humano, que nas origens havia sido escolhido para ser o guardião e o zelador do "jardim divino", tornou-se o algoz desse mesmo jardim, contrariando, assim, sua vocação originária. Por isso, não sem razão, testemunhamos as "dores de parto" sofridas pela casa comum, a Terra.

Os sinais são contundentes! É verdade que sempre houve catástrofes ambientais; no entanto, possuímos, hoje, informações científicas contundentes mostrando que o ser humano está tocando nos limites físicos da Terra, que os recursos naturais estão se esgotando, que muitos elementos da natureza não são renováveis. O tempo urge!

Certamente há avanços científicos e tecnológicos que proporcionam inúmeras vantagens e benefícios. Tais avanços tornaram possíveis "coisas preciosas para melhorar a qualidade de vida do ser humano" (Papa Francisco. Laudato Si, n. 103). Entretanto, a pergunta que se pode fazer é: a que custo?

Os dados apresentados por estudiosos dedicados acerca da "saúde" do planeta não deixam dúvidas e nem podem nos deixar indiferentes. É necessário desenvolver ações e atitudes que auxiliem na superação da crise que vivemos. Trata-se de uma crise ambiental, que possui relações vigorosas com a economia, com a política, com a sociedade.

A crise produz angústia. Oferece oportunidade para rever atitudes, aprofundar ideias e ideais, sondar novas oportunidades. A crise pode produzir diferentes atitudes: arrefecimento de posições, fechamento, pessimismo; mas pode também tornar-se oportunidade privilegiada para abertura de espaços de diálogo, estudos, debate; chance para lançar bases seguras em vista da construção e consolidação do bem comum.

A palavra crise tem o significado de alteração, purificação. Alguém, por exemplo, que passa pela crise é convidado à revisão de suas posturas. Nesse processo, urge saber cuidar, somar critérios adequados para a avaliação e julgamento de cada coisa e situação. É estabelecer medidas muito além das referências cristalizadas na experiência, indo ao encalço do novo que se apresenta, desafiando os envolvidos à superação dos próprios limites.

Se ao longo dos séculos o ser humano se autocompreendeu como senhor de tudo que o envolve - rei do universo -, nestes novos tempos, o mesmo ser humano está sendo convocado a redescobrir sua vocação originária, ou seja, aquela de ser o cuidador, o curador, o protetor do mundo ambiente. Trata-se do cultivo de novas atitudes; atitudes de respeito, veneração, ternura, compaixão e confraternização para com todos os seres que "habitam a Terra".

O Papa Francisco, diante dessa situação de crise, pergunta: "Que tipo de mundo queremos deixar a quem vai suceder-nos, às crianças que estão crescendo?". Tal pergunta nos atinge a todos, afinal, "somos nós os primeiros interessados em deixar um planeta habitável para a humanidade que nos vai suceder. Trata-se de um drama para nós mesmos, porque isto chama em causa o significado da nossa passagem por esta terra" (idem, n. 160).

A Carta Encíclica intitulada "Louvado sejas", publicada no dia 18 de junho pelo Papa Francisco, deseja ser uma modesta contribuição para o debate franco e honesto em torno do desafio comum, marcado pela necessidade urgente de cuidar da Terra.

COMENTÁRIOS
Dorian R. Bueno - 02/07/2015 - 15h58
SOU DEUS !!! Letra/Música: DEUS e Dorian R. Bueno EU SINTO FALTA DE ESTAR JUNTO DO SENHOR ... PRECISO TANTO RECEBER O SEU AMOR ... MAS TAMBÉM SEI, QUE VOU PERSEVERAR ... PELAS PALAVRAS, QUE O SENHOR VAI ENSINAR ... NA SAGRADA BÍBLIA, VAMOS LER E ENTENDER ... PARA A NOSSA VIDA, COMEÇAR ACONTECER ... E NO SEU TEMPO, BUSCAR AVIVAMENTO ... DEUS FALA PRÁ NÓS, EM TODOS OS MOMENTOS ... MEU FILHO O QUE VOCÊ ESTÁ FAZENDO ? NÃO FOI ASSIM, QUE SEMPRE LHE ENSINEI ... MAIS UMA VEZ, VOU TER QUE REVELAR ... SOU DEUS DA VIDA, VOCÊ PODE ACREDITAR ... EM TODOS LARES EU SEMPRE ESTOU ... LEVO ESPERANÇA QUE ACALMA A TUA DOR ... SOU O REMÉDIO, A CURA SEM DISTINÇÃO ... FALA PRA MIM, ABRA O TEU CORAÇÃO ... NÃO SOU DEUS, PRA FICAR SEM FAZER NADA ... SOU TÃO PODEROSO, QUE CRIEI O MUNDO ... RIOS, ANIMAIS, FLORES, CAMPOS E MARES ... JESUS CRISTO, IGREJA E TODOS OS LUGARES ... Amém !!! Dorian R. Bueno ? POA ? 02.07.2015

imprimir IMPRIMIR
COLUNAS ANTERIORES
Palavra de Deus
O mês de setembro é dedicado à Bíblia
Nulidade matrimonial
No último dia 8 de setembro, o Papa Francisco publicou um documento intitulado Mitis iudex Dominus Iesus (o Senhor Jesus juiz humilde), tratando das causas de nulidade de matrimônio
Pastoral da Sobriedade
A Igreja demonstra solicitude com as questões sociais
A favor do Brasil
A população brasileira acompanha, apreensiva, a grave crise que atinge o País, procurando conhecer suas origens, resistir às suas consequências e, sobretudo, vislumbrar as soluções