Porto Alegre, segunda-feira, 16 de setembro de 2019.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
20°C
18°C
13°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 4,0860 4,0880 0,68%
Turismo/SP 4,0100 4,2400 0,47%
Paralelo/SP 4,0200 4,2500 0,47%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
764355
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
764355
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
764355
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR
De Olho na tevê Carlos Pires de Miranda
carlos@piresdemiranda.com.br

De Olho na tevê

Coluna publicada em 13/05/2015

Hora da verdade

Se com sete minutos de jogo, o gol do Bayern assustou o Barcelona. O que faria o Inter, se situação semelhante ocorresse hoje à noite no Beira-Rio? Ora, teria competência e 83 minutos para virar o jogo, ou apenas marcar um gol de empate - desde que não levasse outro. Considero os colorados favoritos à classificação, mas o Atlético-MG é especialista em reverter adversidades. Esse regulamento, que valoriza gols marcados fora, empolga e apavora, dependendo de que lado se está. Afora os Grenais, o Inter terá, contra os mineiros, sua segunda prova de fogo em 2015.

Série B da Copa

O Grêmio continua disputando a Série B da Copa do Brasil. Enquanto os outros grandes não entram, tem obrigação de vencer o CRB hoje à noite em Maceió e passar à fase seguinte. Se for preciso, ainda seria tolerável um segundo jogo-treino terça-feira, na Arena. Enquanto isso, a direção corre atrás de um indispensável centroavante e traz Vitinho, diretamente da segunda divisão catarinense. Milagres acontecem, mas acho que vão continuar procurando alguém de peso, no bom sentido. Se bem que o Walter... Bem, deixa assim.

Caindo na real

Os reservas do Inter seguraram bem a onda - durante o Gauchão. Seu adversário de domingo passado, há pouco lutava desesperadamente contra o rebaixamento, no estadual do Paraná. Escapou no detalhe. Os 3 a 0 nem credenciam o Atlético-PR a voos maiores, nem desqualificam o elenco do Inter, apenas o trazem ao encontro da realidade. Brasileirão é parada dura, quem obtiver um tanto de regularidade luta pelo título - aos demais, restarão vagas em Libertadores, Sul-Americana e Série B, disputas paralelas que tornam o campeonato mais interessante.

Caindo da ponte

A Ponte Preta é um bom time, só não tem um grupo capaz de mantê-lo em um nível alto, durante uma competição extensa e difícil como é o Brasileiro. Mas isso não justifica a cochilada do Grêmio: teve o jogo na mão e, repetidamente, ofereceu a reação ao adversário. Até Grohe falhou, em uma defesa que vinha sendo o ponto alto do time e naufragou frente a um ataque rápido e... Pois é, rápido, veloz, escorregadio e nada muito além. Ah, o experiente Renato Cajá está merecendo nova chance em um clube maior.

Pegando pesado

Não conheço pessoalmente Rui Costa, o diretor de futebol remunerado do Grêmio, que vem sendo severamente criticado por uma parte dos torcedores. Só acho o seguinte: sem dinheiro não se faz time, muito menos elenco. E se, ao longo do Gauchão, alguém se iludiu e passou a dirigir olhares sonhadores ao Brasileiro, essa culpa é de quem? Inevitável a atual administração agir com austeridade. Até agora ninguém contestara essa política, simplesmente porque ela é a única visível no horizonte gremista. Então é o seguinte: quem não tem Paolo Guerrero vai de Vitinho mesmo. E se pintar uma classificação à Libertadores, é lucro.

Pitacos

Pouco falei do jogão de Munique - o Barcelona viajou já classificado para encarar o grande Bayern. Agora, só imagino a invasão espanhola a Berlim, se o Real Madrid passar pela Juventus. *** Neymar é o melhor jogador brasileiro, mas não do Barcelona, certo? E quantos clubes do Brasil têm estrangeiros como maiores craques? E quantos craques vestem a amarelinha e jogam no Brasil? *** Os 23 convocados de Dunga despertaram menos reações contrárias do que os sete que completam sua lista à Copa América. A começar por Kaká e Damião.

COMENTÁRIOS
Nenhum comentário encontrado.

imprimir IMPRIMIR
COLUNAS ANTERIORES
Hoje é com a torcida
Desde o Grenal sustento que, se sonhar com Libertadores, o Inter deve olhar primeiro para a Copa do Brasil
Um termômetro da eficiência
Em oito dias o Grêmio terá três seríssimos desafios, todos longe de sua torcida
Antes que seja tarde
Excluída aquela enganadora goleada sobre o pobre Vasco da Gama, temos que o Inter tomou três gols do Avaí e dois dos reservas do São Paulo, sem marcar nenhum
Bolinhos de bacalhau
Hoje, um prato cheio será servido aos colorados em seu estádio: o apetitoso Vasco da Gama