Porto Alegre, segunda-feira, 17 de dezembro de 2018.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
33°C
31°C
22°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,9130 3,9150 0,25%
Turismo/SP 3,8700 4,0900 0,49%
Paralelo/SP 3,8800 4,1000 0,49%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
137778
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
137778
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
137778
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Notícia da edição impressa de 06/02/2015

Com 33 parlamentares aliados, governo tem maioria de deputados na Assembleia

Bruna Fernanda Suptitz

Com a definição das lideranças de partido e bancada, a Assembleia Legislativa tem também a confirmação de que a base governista é maioria entre os 55 parlamentares da nova legislatura. O deputado Alexandre Postal (PMDB), que desde o início do ano representa o governo no parlamento, acumula esta função com a liderança do partido. Ao lado da sigla, outras sete bancadas declararam apoio ao projeto do governador José Ivo Sartori (PMDB). São eles o PDT, PP, PSDB, PSB, PSD, PPS e PV, somando 33 nomes.

Além destes, das 15 bancadas que compõem o legislativo estadual, 14 deputados de três partidos formam a oposição (PT, PC do B e P-Sol) e dois se declaram neutros (PTB e PPL), representados por seis parlamentares. PRB e PR ainda não definiram o posicionamento da bancada e os dois deputados das siglas aguardam novas negociações com o governo estadual.

Sigla que comandou o Estado nos últimos quatro anos, o PT diz que fará “oposição madura e responsável”, conforme declara a líder do partido na Assembleia, deputada Miriam Marroni. A petista apresenta a posição do partido para a próxima legislatura, que assume a responsabilidade de não se opor àquilo que é bom. “Sabemos onde o Estado tem dificuldade e onde não tem”, afirma. “Temos um projeto político e queremos dar continuidade ao projeto que acreditamos, que não é diminuir o Estado”, completa, explicando uma das frentes que será adotada pela sigla, de buscar representantes de outros partidos que se identifiquem com a mesma visão de gestão pública.

Responsável pelas articulações com os demais parlamentares da base do governo, o deputado Alexandre Postal acredita que, até o fim do mês, o quadro estará acomodado. Até lá, os deputados governistas seguem conversando com os demais integrantes da situação. Sobre o governo de Sartori estar representado por maioria na Casa, Postal enxerga a ampla aliança formada como natural. “Estamos mais interessados em ter uma solução para o Rio Grande do que para a sigla partidária”, declara.

Na liderança das bancadas e partidos, todas as oito siglas com mais de um integrante tiveram alterações em relação ao período anterior. Já nos sete partidos integrados por apenas um parlamentar, as funções de líder de bancada e de partido naturalmente se acumulam. A escolha dos líderes de bancada é feita pelos parlamentares da legenda, enquanto que o líder partidário é definido pela executiva estadual.

COMENTÁRIOS
Nenhum comentário encontrado.

imprimir IMPRIMIR
TEXTOS RELACIONADOS
Deputados gaúchos aprovam aumento do ICMS
Elevação do imposto vale por três anos; votação apertada terminou com diferença de apenas um voto, 27 a 26
Policiais fizeram uso da força para conter manifestantes; três professores foram detidos no tumulto
Confronto entre servidores e BM acaba em prisões
Galerias reuniram, no mesmo espaço, líderes sindicais e dirigentes de federações
Empresários e sindicalistas se unem contra ICMS
Assembleia aprova mudanças no IPVA
Ela também reduz o desconto para os motoristas que não cometeram infrações