Porto Alegre, sexta-feira, 10 de julho de 2020.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
20°C
16°C
10°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 5,5230 5,5250 1,61%
Turismo/SP 4,7300 5,8120 0,44%
Paralelo/SP 4,7400 5,6700 0%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
167694
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
167694
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
167694
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR

VESTIBULAR Notícia da edição impressa de 06/01/2015

Redação da Ufrgs agrada aos candidatos

Tema da prova deste ano, relativo à amizade nos tempos de internet, foi considerado acessível pelos vestibulandos

Isabella Sander

FREDY VIEIRA/JC
Marina de Albernais achou o teste de Física mais fácil do que o do ano passado
Marina de Albernais achou o teste de Física mais fácil do que o do ano passado

A tão temida prova de Redação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs) foi realizada ontem, no segundo dia do vestibular de 2015. O tema, “O que é amizade nos dias de hoje?”, provocou alívio nos candidatos, que penaram para dissertar, no ano passado, sobre os clássicos da literatura. Introduzida pelos versos “Amigo é coisa pra se guardar/no lado esquerdo do peito”, da música “Canção da América”, de Milton Nascimento e Fernando Brant, a prova propôs  uma reflexão sobre a amizade nos tempos de internet, com as possibilidades de aproximação e afastamento trazidos pelas redes sociais.

Para Jenniffer Szmelcynger, de 19 anos, a dificuldade maior foi com a prova de Língua Portuguesa, carregada de questões gramaticais. Moradora de Amparo, no interior de São Paulo, a jovem, que concorre a uma vaga em Relações Internacionais, considerou as perguntas diferentes do que usualmente se pede em outras universidades. “Para mim é difícil, porque nas faculdades paulistas e na Universidade de Brasília (UnB), que eu tentei também, cai mais interpretação de texto. Mas, para quem fez cursinho aqui no Rio Grande do Sul, deve ter sido fácil”, pondera.

A Redação, contudo, a paulista gostou de fazer. “Foi o mesmo assunto que a Universidade Estadual Paulista pediu há uns anos, quando eu já fazia. Foi fácil de escrever”, comenta. Otimista, Jenniffer espera que o resultado do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem), que sai entre 12 e 16 de janeiro, seja bom. “Quero concorrer a uma vaga pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) para entrar na UnB”, conta.

Este é o segundo ano que Marina de Albernais, de 17 anos, tenta o vestibular da Ufrgs. A gaúcha de Santa Vitória do Palmar realizou, também, as provas do Enem, da Universidade Federal de Santa Maria (Ufsm) e a da Universidade Católica de Pelotas (UCPel). “Achei bem mais tranquila do que no ano passado. A prova de Física, por exemplo, foi bem difícil em 2014 e, agora, estava bem boa”, destaca. Já o assunto da Redação foi considerado acessível. “Foi um tema mais objetivo, comum na vida das pessoas, e atual, pois perguntava o que era a amizade”, avalia.

O brasiliense Bruno Spolidoro, de 18 anos, elogiou a prova. “Foi muito bem elaborada, tranquila de fazer para quem estudou ao longo do ano. As perguntas não estavam necessariamente fáceis, mas de boa compreensão, o que deu maior chance aos candidatos.”

Esta é a primeira vez que o rapaz presta vestibular para a Ufrgs, mas ele já fez diversos outros, em diferentes estados do Brasil. Para ele, que tenta Medicina, a prova é diferente das de outras universidades. “Na UnB, por exemplo, são 300 questões, sendo 150 de (Ciências) Exatas e 150 de Humanas, divididas em dois dias. Aqui, são quatro dias e 25 questões de cada matéria. Além disso, as provas são específicas de cada disciplina. Lá, eles procuram deixar uma seleção mais interdisciplinar”, cita. O que Spolidoro mais estranhou foram as perguntas sobre Literatura. “Lá em Brasília, eles cobram o contexto, o período, o movimento e o autor das obras. Aqui, pedem muito a história e o enredo em si. Isso, acho que foi o que mais me pegou”, analisa.

Mesmo com a perspectiva de perder pontos nessa disciplina, o jovem está otimista. “Vou tirar uma nota boa, com certeza. Passar, não sei se irei, pois é a primeira vez que faço esse formato de prova, mas mal eu não vou”, garante o brasiliense.

Ontem, a Comissão Permanente de Seleção (Coperse) divulgou os números relativos às provas de Física, Literatura de Língua Portuguesa e Língua Estrangeira Moderna, aplicadas no domingo. O primeiro dia do vestibular registrou 8.070 dos 39.849 inscritos candidatos ausentes, o que representa 20,25% de abstenção.

Hoje, serão testados os conhecimentos de Biologia, Química e Geografia. Amanhã, o concurso se encerra, com História e Matemática. O listão será divulgado até 17 de janeiro.

COMENTÁRIOS
Nenhum comentário encontrado.

imprimir IMPRIMIR
TEXTOS RELACIONADOS
Ufrgs divulga lista das leituras obrigatórias para o vestibular 2016
Fernando Pessoa, Aluísio Azevedo, Machado de Assis e Padre Antônio Vieira foram os autores incluídos na relação de doze obras
Amanhã, 17 de janeiro, os calouros já poderão consultar a faixa-horária para entrega da documentação
Veja o listão dos aprovados na Ufrgs no vestibular 2015
Listão da Ufrgs sairá nesta sexta-feira pela manhã
Lista com nomes dos quase quatro mil aprovados será afixada no campus central e estará disponível no site da universidade
Nessa quarta-feira, 9.051 estudantes estiveram ausentes nas provas de História e Matemática
Último dia de vestibular da Ufrgs tem abstenção de 22,71%