Porto Alegre, sábado, 23 de outubro de 2021.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
19°C
15°C
7°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 5,5230 5,5250 1,61%
Turismo/SP 4,7300 5,8120 0,44%
Paralelo/SP 4,7400 5,6700 0%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
322032
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
322032
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
322032
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR

COPA 2014 Notícia da edição impressa de 06/08/2014

Capital ganhou experiência na realização de eventos

Além de melhorias urbanas, Mundial trouxe conhecimento operacional
MARCO QUINTANA/JC
Concepção e implementação do Caminho do Gol, que recebeu 215 mil pessoas, envolveu 20 secretarias
Concepção e implementação do Caminho do Gol, que recebeu 215 mil pessoas, envolveu 20 secretarias

Ao longo de todas as iniciativas e investimentos para a Copa, a ideia de que o evento deixaria legados para a Capital sempre foi exposta pelos gestores. Agora, após a realização do Mundial, estão sendo apresentados os benefícios permanentes para a população. Na tarde de ontem, foi apresentada na Secretaria Municipal de Segurança as melhorias que ficaram na cidade após a realização do Caminho do Gol e da Fan Fest. No que diz respeito às duas ações, a prefeitura ganhou experiência na realização de grandes eventos e na organização e realização de projetos bem-sucedidos. A Fan Fest recebeu durante a Copa 537 mil pessoas, e o Caminho do Gol, 215 mil.

Maurício Nothen, coordenador de projetos da Secretaria Extraordinária da Copa 2014, explicou que o projeto para a criação do Caminho do Gol, iniciado em 2012, partiu do conceito de ligar o Largo Glênio Peres, onde seria inicialmente a Fan Fest, e o Beira-Rio. Contudo, como o espaço teria capacidade para receber um público de apenas sete mil pessoas, o local foi alterado. “Além disso, observamos que montar a festa no Centro iria interferir nos terminais de ônibus e no trabalho dos escritórios próximos. Pensamos até mesmo em acabar com o caminho. Contudo, observamos que a avenida Borges de Medeiros poderia ser um local festivo com o oferecimento de serviços”, relata Nothen.

De acordo com ele, a criação do projeto inicial e a necessidade de modificações fizeram com que os gestores criassem uma frente de implementação, com a elaboração de um plano operacional que envolveu 20 secretarias. “Fora essa expertise, ainda temos legados físicos, como melhorias nas calçadas da Borges, tornando o passeio mais acessível, na praça Isabel, a Católica, que foi toda restaurada, e no parque Marinha”, elenca. Nothen ressalta que a parte de comunicação visual do trajeto, que não permanece para a população, foi feita com o patrocínio de empresas privadas.

No Anfiteatro Pôr-do-Sol, a Fan Fest chegou a receber em um só dia 46 mil pessoas. De acordo com Vinícius Kaster, coordenador de operações da festa, para montar a estrutura foi necessário, primeiramente, drenar o solo para evitar alagamentos em dias de chuva. “O grande desafio foi nesses dias, mas observamos que a drenagem deu vasão. Mesmo assim, precisamos colocar brita em alguns locais para que as pessoas pudessem ocupar todo o espaço. A arena em frente ao palco, com sete mil metros quadrados, tinha capacidade para 20 mil pessoas”, explica. De acordo com ele, o único problema registrado foi na entrada da Fan Fest, com alguns tumultos quando o público era muito grande.

Como legado, o coordenador lembra que a Capital não possui outro local para grandes shows além do anfiteatro. Por isso, as melhorias feitas são importantes. “Foram instalados 15 postes de luz, pois o perímetro era muito escuro, além de sete pontos de água e brita nos acessos. O prédio passou por reformas internas para receber os artistas e também foi pintado”, ressalta.

COMENTÁRIOS
Nenhum comentário encontrado.

imprimir IMPRIMIR
TEXTOS RELACIONADOS
Urbano Schmitt (e) e Jaques Alfonsin (d) divergem sobre imagem deixada
Receptividade e obras de mobilidade foram destaques positivos da Copa
Caron revela que a Polícia Federal gaúcha conteve 41 barra-bravas
Balanço da PF aponta entrada de 101,4 mil estrangeiros no Rio Grande do Sul
Copa trouxe 101,4 mil estrangeiros ao Estado, revela Polícia Federal
Visitantes chegaram pelos postos de controle das fronteiras terrestres com o Uruguai e Argentina e pelo Aeroporto Salgado Filho
Presidente destacou a hospitalidade do brasileiro em receber turistas estrangeiros
Em balanço, governo diz que ‘Brasil ganhou a Copa’