Porto Alegre, quinta-feira, 22 de agosto de 2019.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
17°C
18°C
10°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 4,0550 4,0570 0,64%
Turismo/SP 3,9900 4,2000 0,23%
Paralelo/SP 4,0000 4,2100 0,23%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
535880
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
535880
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
535880
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR

Artigo Notícia da edição impressa de 08/07/2014

Pensando no usuário

Letícia Polydoro

Quantas vezes você já se viu tentando comprar ou se cadastrar em algum site e perdeu muito tempo? Encontrou telas confusas e pouco intuitivas, formulários muito longos ou mal-estruturados e mensagens de erro sem orientações e nada didáticas. Pois é, isto costuma ser muito comum e testa a paciência de qualquer usuário. Mas é preciso tê-la! Isso porque grande número de serviços está disponível de forma on-line. Muitos deles em dispositivos móveis, com o objetivo de facilitar a interação com o cliente. Entretanto, na ansiedade de adequar-se ao momento atual, muitas empresas têm lançado aplicativos às pressas, cometendo grandes equívocos nas interfaces de seus produtos. Os desenvolvedores estão migrando práticas erradas para as novas plataformas. O desafio é acompanhar o ritmo das inovações tecnológicas, garantindo produtos de qualidade.

E as empresas não podem pensar em, apenas, disponibilizar um serviço, mas fazer com que seja entregue com qualidade. Na maioria das vezes, o que vemos é uma perda de tempo em processos burocráticos, complicados e desnecessários. Pequenas modificações facilitariam a vida do usuário e isso também acabaria se refletindo no resultado da empresa prestadora de serviço. A usabilidade, termo muitas vezes incompreendido, serve justamente para isso. Usabilidade nada mais é do que a facilidade com que as pessoas podem usar uma ferramenta a fim de realizar uma tarefa específica. E a organização e simplificação dos produtos digitais, por exemplo, contribuem para o entendimento do usuário, deixando-lhe apto para o seu uso, de forma rápida e eficiente, sem obstáculos. O que, realmente, facilita a vida do cliente.

O fato de pensar no cliente não deveria ser visto como um custo a mais, mas como um serviço fundamental para a sobrevivência da empresa, pois o bom relacionamento se forma nestes pequenos detalhes. A fidelização também. Caso contrário, o usuário precisará contar com uma boa dose de paciência e tempo, escassos no mercado atual.

Sócia-diretora da Hypervisual

COMENTÁRIOS
Nenhum comentário encontrado.

imprimir IMPRIMIR
TEXTOS RELACIONADOS
Acorda, Brasil
A maré da indignação nacional, por força de suas vertentes naturais, rompeu os diques da tolerância popular e se espraiou com a violência de um tufão
O Dia Mundial do Turismo no Rio Grande
Domingo, dia 27 de setembro, será comemorado o "Dia Mundial do Turismo no Rio Grande do Sul"
Dilma: pague a compensação da Lei Kandir
Aprovada em 1996, a lei federal isenta o ICMS de produtos e serviços para exportação
Fusões & Aquisições, oportunidade e risco
Quatro vezes um é igual a um! Essa é ainda a matemática feita pelo investidor estrangeiro em relação ao Brasil