Porto Alegre, quarta-feira, 01 de abril de 2020.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
28°C
27°C
15°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 5,2670 5,2690 1,34%
Turismo/SP 4,4400 5,4100 2,15%
Paralelo/SP 4,4500 5,3000 2,11%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
142388
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
142388
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
142388
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR

Mobilidade Urbana Notícia da edição impressa de 09/06/2014

Obras de mobilidade urbana de Porto Alegre evoluem em ritmo lento

Todas as intervenções urbanas ultrapassaram o prazo inicial previsto pela prefeitura para a conclusão dos trabalhos

Jessica Gustafson

As obras de mobilidade da Capital, que inicialmente faziam parte dos investimentos para a Copa do Mundo, estão todas atrasadas. Em algumas, poucas camadas de terra foram retiradas e operários não são vistos há muito tempo no local. Esse é o caso da passagem subterrânea na avenida Ceará, que começou a ser construída em dezembro de 2012. A intervenção com andamento mais avançado é o viaduto entre as avenidas Aparício Borges e Bento Gonçalves. Entretanto, o prazo para a conclusão expirou em maio deste ano. Ao todo, foram firmados oito contratos de obras de mobilidade, com valor de R$ 424.682.362,89, e vinculados ao Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). O Jornal do Comércio percorreu as principais intervenções e observou a situação dos canteiros de obra. A reportagem entrou em contato com a Secretaria Municipal de Gestão, que não quis se manifestar sobre a situação.

Passagem Subterrânea Viária da avenida Ceará sob a Farrapos

FOTOS JOÃO MATTOS/JC

Ordem de início: 3 de dezembro de 2012
Previsão de conclusão: 3 de junho de 2014
Valor: R$ 29,5 milhões
Vencedor da licitação: Consórcio Farrapos (Conpasul Construções e Serviços Ltda.; Sociedade Geral de Empreitadas Limitada - Sogel; Toniolo, Busnello S.A. - Túneis, Terraplanagens e Pavimentações)

A obra é uma passagem subterrânea para veículos, ligando a Avenida dos Estados, em seu sentido Norte-Sul, e a avenida Ceará, sob a avenida Farrapos, na área junto ao viaduto Leonel Brizola. A extensão é de 315 metros, contando com três faixas de trânsito. Com investimentos de R$ 29,5 milhões, o início da intervenção foi em dezembro de 2012, e a previsão inicial de conclusão era julho de 2013. No contrato assinado com o consórcio vencedor da licitação, o prazo estipulado foi junho deste ano. Atualmente, no local são encontrados apenas buracos e areia das escavações. Nenhum operário está trabalhando na área.

Passagem Subterrânea Viária da avenida Cristóvão Colombo sob a Dom Pedro II

Ordem de início: 04 de março de 2013
Previsão de conclusão: 3 de janeiro de 2015
Valor: R$ 12.535.188,10
Vencedor da licitação: Consórcio EPT-Serenge-Serki (EPT Engenharia e Pesquisas Tecnológicas S.A.; Serenge - Serviços Técnicos Ltda.; Serki Fundações Ltda.

A construção é uma passagem de veículos na avenida Cristóvão Colombo sob a rua Dom Pedro II, com extensão de 198 metros, com duas faixas de trânsito em cada sentido e pistas que permitem acesso à Terceira Perimetral, no seu sentido Norte-Sul. Além disso, estão previstas pistas de acesso para conversão à direita entre a avenida Cristóvão Colombo e a rua Dom Pedro II. O valor da obra é de R$ 12.535.188,10. A intervenção teve início em março de 2013, mas a judicialização das desapropriações necessárias emperraram o andamento. A previsão de conclusão inicial era março deste ano. No contrato com a empresa, o prazo foi ampliado para janeiro de 2015. No local, cerca de dez operários trabalham fazendo a sondagem do solo, para medir a profundidade e a existência de pedras.

Passagem Subterrânea Viária da rua Anita Garibaldi sob a Carlos Gomes

Ordem de início: 28 de maio de 2012
Previsão de conclusão: 18 de dezembro de 2014
Valor: R$ 9.894.883,57
Vencedor da licitação: Sultepa Construções e Comércio Ltda.

A passagem de veículos na rua Anita Garibaldi sob a avenida Carlos Gomes, tem extensão de 211,2 metros e conta com duas faixas de trânsito no sentido de tráfego Oeste-Leste, bem como pistas que permitem acesso ao sentido Norte-Sul da Terceira Perimetral. Também estão previstas pistas de acesso à rua Anita Garibaldi a partir da Terceira Perimetral. A trincheira da Anita Garibaldi foi iniciada em janeiro de 2013 e deveria ser concluída em fevereiro de 2014. No contrato, o prazo foi ampliado para dezembro de 2014. O custo da intervenção é de R$ 9.894.883,57. Na Anita, os prédios estão recuando as suas entradas e instalando novas grades para a construção da trincheira. As empresas de telefonia estão retirando os cabos subterrâneos do local e os recolocando no entorno da intervenção. Somente após esse trabalho, a obra terá prosseguimento.

Viaduto da rua Salvador França / Av. Aparício Borges x Av. Bento Gonçalves

Ordem de início: 15 de agosto de 2012
Previsão de conclusão: 31 de maio de 2014
Valor: R$ 69.657.568,51
Vencedor da licitação: Consórcio Nova Bento (Construtora Cidade Ltda. e Sultepa Construções e Comércio Ltda.)

As obras do viaduto que ligará as avenidas Salvador França e Coronel Aparício Borges, sobre a avenida Bento Gonçalves, iniciaram em agosto de 2012. Com investimentos no valor de R$ 69,6 milhões, sua conclusão era prevista para maio deste ano. O viaduto terá extensão total de 540 metros, com seis faixas de tráfego, e incorpora a estação de ônibus do corredor da Terceira Perimetral. Dezenas de operários estão trabalhando na construção, com solda e montagem. Muitos andaimes foram instalados, principalmente em cima da avenida Bento Gonçalves. No local, guindastes e diversas máquinas operam. Boa parte do viaduto já está construída.

COMENTÁRIOS
alexandre krausea - 09/06/2014 - 16h03
É sempre assim, começma e não terminam. deveriam ficar inelegiveis até a conclusão de uma obra. Muito fácil anunciar e não terminar. Bem coisa de país que não é sério, assim como seus governantes.

imprimir IMPRIMIR
TEXTOS RELACIONADOS
Site permite avalia a segurança na travessia em 94 pontos da Capital
Site permite avaliar travessias para pedestres em Porto Alegre
Via terá 540 metros de extensão, com seis faixas e corredor de ônibus
Entrega do viaduto da Bento atrasará ainda mais
Obra deve eliminar o X da rodoviária e melhorar o fluxo na região
Viaduto da rodoviária pode ficar pronto para a Copa
Sistema de aluguel de bicicletas já conta com 100 mil usuários
BikePoa comemora 500 mil viagens na Capital