Porto Alegre, segunda-feira, 14 de outubro de 2019.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
15°C
24°C
16°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 4,1260 4,1280 0,78%
Turismo/SP 4,0900 4,3360 0,88%
Paralelo/SP 4,1000 4,3300 0,93%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
204646
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
204646
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
204646
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR

Destaques do Ano 2013 Notícia da edição impressa de 21/05/2014

Endocrimeta prevê faturamento superior a R$ 13,5 milhões neste ano

FREDY VIEIRA/JC
Lazzari gerencia rede com 18 unidades que realizam mais de 1,6 milhão de exames/ano
Lazzari gerencia rede com 18 unidades que realizam mais de 1,6 milhão de exames/ano

Até 2005, o Laboratório Endocrimeta tinha apenas uma unidade de coleta para análises clínicas. A empresa estava em situação pré-falimentar e sem crédito junto ao meio médico. Mas este cenário não foi suficiente para fazer o administrador de empresas Carlos Alberto Lazzari desistir de assumir o negócio naquela época. Hoje, quase uma década depois, Lazzari gerencia uma rede com 18 unidades e 139 funcionários. Em 2013, o Endocrimeta teve um faturamento de R$ 13,5 milhões – volume que deve aumentar neste ano.

A aposta do laboratório para 2014 é atender empresas por meio de uma unidade móvel que desloca profissionais para fazer os exames dos funcionários exigidos pela Medicina do Trabalho. As primeiras companhias já acertaram a participação neste projeto e, conforme Lazzari, está em estudo um segundo projeto de vinculação do Endocrimeta às clínicas médicas de inseminação artificial e da área estética.

“Tanto cirurgia plástica quanto tratamento estético utilizam tecnologia de ponta para análise de exames, por isso, seremos parceiros nesta demanda. Além disso, a coleta e entrega dos resultados dos exames para inseminação artificial têm que ser feitas de forma muito rápida para que a paciente, que precise de medicamento, seja atendida logo. Nós temos condições de oferecer este serviço”, afirma.

Pensando nestes nichos de mercado, o laboratório, que tem quatro décadas de existência, desenvolveu uma metodologia que cria um miniprocesso dentro do seu curso global para fornecer o resultado em, no máximo, quatro horas para estes públicos específicos.

Para os pacientes em geral, a regra é dar o resultado dos exames em até 24 horas na internet ou nas unidades, conforme pedido do usuário. Apenas alguns exames mais específicos precisam de mais tempo, o que corresponde a 5% das análises.

Com um sistema automatizado de análises clínicas, o Endocrimeta atendeu 210 mil pessoas e realizou 1,6 milhão de exames em 2013. O parque tem capacidade instalada para fazer a produção crescer em 150%, uma vez que foi montado para efetuar até 400 mil exames por mês. Neste ano estão sendo realizados cerca de 150 mil exames/mês.

Para o segundo semestre, Lazzari está negociando o atendimento do Endocrimeta para outros laboratórios do Interior do Estado que não fazem determinados exames na área de imunologia. Outro objetivo é fomentar as franquias, que começaram em 2011. Atualmente, das 18 unidades, são franquias as sedes de Alvorada, Novo Hamburgo e Ivoti.

Empresa descobriu como lidar com angústia do paciente

Desde 2005, o Endocrimeta vem sendo gerenciado por um grupo multidisciplinar composto por cinco sócios. A equipe é formada por médico reumatologista, bioquímico, farmacêutico, químico e, como sócio majoritário, o administrador com pós-graduação em administração hospitalar, o diretor Carlos Alberto Lazzari. Ele conta que o primeiro desafio foi fazer o meio médico confiar no trabalho desenvolvido pela área técnica do Endocrimeta. Para reestruturar a área técnica, foram contratados profissionais de excelência no mercado de cada setor específico de análises clínicas (microbiologia, hematologia, imunologia, bioquímica). As parcerias com os fornecedores Siemens e Roche garantiram equipamentos de alta tecnologia.

O segundo passo foi desenvolver um planejamento de cinco anos. A partir da metade de 2007, o foco foi o paciente. “Identificamos que eles queriam ter conforto e aliviar a angústia deles liberando os resultados de forma rápida”, explica o diretor. O laboratório passou então a montar filiais em locais estratégicos na Capital.

Já em 2008, o Endocrimeta investiu em um sistema de gestão de análises clínicas que visa eliminar erros no processo. “Desde que o paciente entra no laboratório, é identificado e, na hora da coleta os tubos, já estão com o código de barra daquele paciente. A maior parte dos erros nos exames clínicos acontece no pré-analítico, antes da análise. Acabamos com esta possibilidade.” No ano passado, os pacientes do Endocrimeta começaram a receber por SMS informações sobre os seus exames. No site, foi aberto um chat para atendimento on-line.

Outro fator preponderante para agilizar a entrega dos resultados foi a organização da logística. Carros e motos fazem de duas a três buscas diárias nas 18 unidades integradas, localizadas na Capital, Região Metropolitana e Interior do Estado. Com o crescimento das cidades e os horários de pico no trânsito, a logística vem sendo constantemente ajustada para manter o padrão de qualidade. A definição correta dos horários de coleta aumentou em 50% a capacidade produtiva da empresa. A empresa atende da classe A até a classe D. Para todos, os exames são feitos nos mesmos equipamentos, sem diferenciação.”

Os textos já publicados dos premiados estão linkados abaixo:
Comércio: FCDL-RS
Desenvolvimento: Badesul
Destaque Especial: Expointer
Dirigente Financeiro: Túlio Zamin
Educação: Fundação Liberato
Empreendedorismo Jovem: Junior Achievement
Empresário do Ano: André Gerdau Johannpeter
Entidade: Agas
Hotelaria: Hotel Dall'onder
Laboratório: Endocrimeta
Máquinas Agrícolas: Stara
Pesquisa Científica: Fapergs - 50 anos
Revenda de Carro: Panambra
Seguros: Icatu Seguros
Shopping Center: M.Grupo
Sindicato: Secovi
COMENTÁRIOS
Nenhum comentário encontrado.

imprimir IMPRIMIR
TEXTOS RELACIONADOS
Lideranças de entidades, empresários e gestores públicos receberam o reconhecimento na solenidade
Jornal do Comércio reconhece contribuição ao desenvolvimento
Para Mércio Tumelero, 2014 é um ano de oportunidades
Destaques do Ano do JC aponta os avanços e os desafios do País
Destaques do Ano serão reconhecidos hoje pelo JC
Tradicional premiação celebra o aniversário de 81 anos do Jornal do Comércio e o Dia da Indústria
Trabalho do secretário da Agricultura tem foco no aumento da renda e da qualidade
Fioreze dá continuidade ao legado da gestão no Parque Assis Brasil