Porto Alegre, segunda-feira, 30 de março de 2020.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
25°C
31°C
20°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 5,1010 5,1030 2,06%
Turismo/SP 4,3600 5,2040 2,15%
Paralelo/SP 4,3700 5,1000 2,20%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
190450
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
190450
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
190450
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR
Observador Affonso Ritter
aritter20@gmail.com

Observador

Coluna publicada em 17/02/2014

Melhorias na ferrovia gaúcha

A ALL- América Latina Logística, que acaba de unificar as gerências das duas unidades gaúchas de produção — Porto Alegre e Rio Grande — sob o comando de Vinicius Aiello, da UP Porto Alegre, pretende investir, este ano, R$ 10 milhões em via permanente no Estado. E entregar em condições de tráfego, no mês de abril, trechos a serem reativados, como o de Santa Rosa-Cruz Alta, orçado entre R$ 6 e R$ 7 milhões. Mas o objetivo mais amplo da empresa é atender ao mercado gaúcho com a malha ferroviária mais extensa (3,1 mil quilômetros) entre suas concessões no Brasil. E principalmente aumentar o volume de produção e melhorar o tempo de trânsito das composições no Tronco Sul e no Corredor Rio Grande, além de garantir um giro de cargas abaixo de 22 horas no Porto de Rio Grande. 

Hospedagem em casa

Porto Alegre acaba de oficializar a hospedagem em casas de família, Bed & Breakfest, ou Cama e Café. É uma alternativa muito usada em cidades de feiras e convenções, como Hannover, na Alemanha, onde na adesão são exigidos das famílias alguns procedimentos padrões, como a troca de toalhas, itens obrigatórios no café e naturalmente a chave da casa. 

Os adeptos da Apple

Impressionante o número de pessoas que aguardavam na fila, neste sábado, a abertura, no Rio de Janeiro, da primeira Apple Store do Brasil e América Latina, seguidores do iOS: 1,7 mil pessoas, alguns desde a véspera. Parece uma seita religiosa. Menos fervorosos são os adeptos da outra seita, que seguem o Android. 

Benoit com 186 lojas

A rede de lojas Benoit abre, na próxima sexta-feira, sua 186ª unidade de 580 metros quadrados em Terra de Areia, município com pouco mais de 10 mil habitantes, conhecida por ser a terra do abacaxi, pela grande produção da fruta.

Sorvetes com bombons

A Feito de Sorvete, marca das gaúchas Isabel Dalmás e Angela Chapon, fechou o primeiro mês de vendas com mais de cinco mil bombons comercializados. O produto artesanal é vendido em 15 sabores e é o carro-chefe da marca que ainda oferece tortas de sorvete acompanhadas de calda.

A primeira previdência privada

O Mongeral não é a primeira previdência privada do Brasil, como é atribuído até pela Susep, afirma o ex-diretor-geral da Luterprev, Éverson Oppermann, que pretende provar isso com documentos e fundamentos na defesa de sua dissertação de mestrado acadêmico, dia 24 deste mês, na Faculdades EST, de São Leopoldo. A primeira previdência privada foi criada por pastores alemães, enviados ao Brasil a partir de 1864, na busca de uma solução a seus problemas de desamparo previdenciário. “Sem nenhum apoio estatal, financeiro ou legal, por iniciativa privada e associativa, eles fundaram discretamente em 1 de março de 1883, aqui no Estado, o que a história maior deve laurear como a primeira previdência privada no Brasil”, afirma. E que encontrou na Luterprev, também sem fins lucrativos, a sucessão e consolidação desta saga. 

COMENTÁRIOS
Nenhum comentário encontrado.

imprimir IMPRIMIR
COLUNAS ANTERIORES
O memorial do IAB gaúcho
O Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB RS) pretende resgatar a memória da arquitetura e urbanismo gaúchos
Justiça quase sem papel
A Justiça Federal da 4ª Região, com sede em Porto Alegre, continuou, neste ano, o protagonismo na informatização de suas atividades
Muito mais com menos
O crescimento da Piá
A Cooperativa Piá, de Nova Petrópolis, pretende fechar 2013 com expansão de 16% em seu faturamento