Porto Alegre, domingo, 20 de outubro de 2019.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
21°C
22°C
15°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 4,1180 4,1200 1,24%
Turismo/SP 4,0600 4,3200 1,09%
Paralelo/SP 4,0700 4,3100 1,14%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
757772
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
757772
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
757772
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR

copa 2014 23/01/2014 - 12h16min

Fifa vai criar fundo de legado da Copa do Mundo

Agência O Globo

A Fifa anunciou nesta quinta-feira (27) que vai criar um fundo de legado da Copa do Mundo para investir em projetos sociais relacionados ao futebol. O objetivo será usar esse dinheiro para construir campos, ajudar outras instituições e dar mais dinheiro para instituições já contempladas. Mais detalhes do projeto serão anunciados pela entidade em março, mas a Fifa adiantou que o valor mínimo desse fundo será de US$ 20 milhões (R$ 47,4 milhões).

Um dos institutos contemplados será o Bola pra Frente, que pertence ao ex-jogador Jorginho, que recebeu a visita do secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, e dos ex-jogadores Cafu e Bebeto nesta quinta-feira. O Bola pra Frente já tinha recebido US$ 200 mil (R$ 474,8 mil) do projeto “Football for Hope” e agora receberá mais US$ 800 mil (R$ 1,9 milhão), totalizando US$ 1 milhão (R$ 2,3 milhões).

A instituição, que fica em Guadalupe. No local, elas têm uma escola, projetos de futebol e salas de informática e capacitação profissional. Com o investimento, serão ampliados de 900 para 2 mil o número de beneficiados diretos, que são moradores do complexo do Muquiço. Em todo o Brasil, 19 mil crianças e adolescentes devem ser beneficiados. 

Valcke disse que esse era o legado mais importante da Copa do Mundo. “Ontem (nesta quarta-feira), nós combinamos de visitar obras e cuidamos da organização do evento. Mas aqui hoje é mais importante. É o futebol como o poder de transformar o mundo. Esses projetos mostram como o futebol pode melhorar a educação das pessoas e dar novas oportunidades”, disse.

O secretário-geral da Fifa aproveitou para explicar como é selecionado o projeto. “O básico é ter crianças e futebol. Pois só através da educação se consegue uma transformação. E nem eu, nem você somos o futuro, mas estamos encaminhados. As crianças são a base para essa transformação”, acredita.

Já o projeto “Football for Hope”, que existe desde 2005, atenderá um total de 108 programas de desenvolvimento social ligados ao futebol em todo o mundo. Eles receberão um montante de US$ 3,1 milhões.

COMENTÁRIOS
Simone - 23/01/2014 - 16h35
tenho a leve impressão de que isso não dará muito certo no Brasil, rs porque será? http://como-criarumsite.com/

imprimir IMPRIMIR
TEXTOS RELACIONADOS
Institutos europeus dizem que Brasil ‘perdeu’ com Copa
Para membros da Fifa, o impacto real da Copa no Brasil apenas será conhecido em um prazo de cinco anos
Copa elevou percepção de demanda fraca em serviços
Para a Fundação Getulio Vargas (FGV), que apura o índice, este padrão "confirma o efeito negativo da paralisação parcial das atividades durante a Copa"
Visa divulga gastos com cartões em estádios e Fan Fest
No total, foram feitas 582,3 mil transações financeiras de 12 de junho a 13 de julho nas 12 cidades-sede do mundial
Segundo ANTT, 19 mil turistas chegaram ao País de ônibus na Copa
Os fretamentos internos somaram 6.869 viagens com destino às cidades-sede, o que representa 32% do total de deslocamentos interestaduais realizados no período do Mundial