Porto Alegre, sábado, 27 de novembro de 2021.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
19°C
15°C
7°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 5,5230 5,5250 1,61%
Turismo/SP 4,7300 5,8120 0,44%
Paralelo/SP 4,7400 5,6700 0%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
202109
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
202109
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
202109
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR

fórum social temático Notícia da edição impressa de 21/01/2014

Fórum Social Temático se inicia hoje e traz novas lideranças

Jovens ativistas têm protagonizado manifestações internacionais

Lívia Araújo

MARCO QUINTANA/JC
Comitê organizador do evento apresentou atividades e palestrantes que integram a programação
Comitê organizador do evento apresentou atividades e palestrantes que integram a programação

O Fórum Social Temático (FST), que ocorre de 21 a 26 de janeiro, com atividades em Porto Alegre e Canoas, está passando por uma mudança de foco, que prioriza as vivências de novas lideranças políticas no mundo: os ativistas que têm protagonizado movimentos como os da Primavera Árabe, dos indignados, na Europa, e do Occupy, na América do Norte. Ativistas dessas mobilizações virão ao FST discutir como afirmar as democracias conquistadas, projeta o coordenador executivo do evento, Mauri Cruz. O mote desta edição é a “Crise capitalista, democracia, justiça social e ambiental”.

As atividades terão a presença de nomes como o da canadense Carminda Mac Lorin, que liderou o Occupy Montreal em 2011, e do tunisiano Taoufik Ben Abdallah, coordenador do Fórum Social Mundial no Senegal, onde o evento ocorreu em plena eclosão da Primavera Árabe. “O foco não é mais ouvir os intelectuais europeus que antes vinham nos dizer o que é democracia, mas reunir a juventude do mundo que está vivendo um novo modelo de democracia e discutir sobre como aprofundá-la”, disse, em entrevista coletiva ontem, na Assembleia Legislativa. No entanto, o FST ainda conta com personalidades consagradas em edições anteriores do Fórum Social Mundial, como o sociólogo brasileiro Emir Sader e o jornalista francês Bernard Cassen. Ele participa da mesa de convergência “Contra o capital, democracia real”, que acontece no Teatro Dante Barone, da Assembleia, na sexta-feira.

Para esta edição, a estimativa do público participante é de 10 mil inscritos, número maior que os 7,5 mil participantes das atividades que o FST realizou em 2012. Com a realização, na quinta, da marcha de abertura do evento, a expectativa é de chegar a cerca de 30 mil pessoas.

A democracia participativa também terá peso na programação do FST, com um balanço dos 25 anos do Orçamento Participativo (OP) em Porto Alegre. Para o secretário municipal de Governança Local, Cézar Busatto, o fórum levou a experiência do OP para outros países, como a África. “É lá que mais cresce a adesão de comunidades regionais às práticas do orçamento participativo.” O OP será tema de discussão nas mesas “Balanço e perspectivas dos 25 anos do orçamento participativo” e “Dos avanços democráticos ao protagonismo popular: retrospectiva dos 25 anos do Orçamento Participativo”, que ocorrem no Salão de Atos da Ufrgs na sexta-feira.

Marcha de abertura sairá do Largo Glênio Peres

A tradicional marcha de abertura do Fórum Social Temático está marcada para a quinta-feira, 23 de janeiro, saindo às 15h do Largo Glênio Peres, no Centro de Porto Alegre. A passeata percorrerá a avenidas Borges de Medeiros, Loureiro da Silva, chegando à Usina do Gasômetro, onde será realizado um ato com os manifestantes.

O FST conta também com uma programação paralela que inclui o Fórum Mundial de Educação, que ocorre na Ulbra/Canoas, de 21 a 23 de janeiro, o Conexões Globais, que ocupa a Casa de Cultura Mario Quintana, nos dias 24 e 25 de janeiro, e o Fórum Mundial de Mídias Livres, sediado no Sindicato dos Jornalistas do Rio Grande do Sul.

O Acampamento Intercontinental da Juventude, no Parque da Harmonia, receberá mais de 100 atividades entre debates e eventos artísticos. As principais palestras do FST acontecerão no Salão de Atos da Ufrgs.

Diversas atividades autogestionárias, inscritas pelos próprios participantes acontecerão em locais como a Câmara Municipal de Porto Alegre, a Assembleia Legislativa e a Usina do Gasômetro. A programação completa do FST está disponível no endereço www.forumsocialportoalegre.org.br.

Fórum Social Temático 2014

Data: De 21 a 26 de janeiro
Locais: Porto Alegre e Canoas
Informações: http://www.forumsocialportoalegre.org.br

COMENTÁRIOS
Nenhum comentário encontrado.

imprimir IMPRIMIR
TEXTOS RELACIONADOS
Malu Viana participou da programação cultural da Tenda do Hip Hop no Harmonia
Periferia critica efeito do capitalismo e segregação
Encontro debateu e analisou as manifestações de junho
Debate mostra o reflexo das redes sociais nas manifestações de junho
Conexões Globais debateu as manifestações de junho
Manifestações de junho são tema de debate no Conexões Globais
Debate discutiu as denúncias feitas por Edward Snowden sobre a espionagem de governos
“Se o Brasil não der asilo a Snowden, estenderemos o convite ao Mercosul”, diz Miranda