Porto Alegre, terça-feira, 11 de agosto de 2020.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
13°C
27°C
9°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 5,5230 5,5250 1,61%
Turismo/SP 4,7300 5,8120 0,44%
Paralelo/SP 4,7400 5,6700 0%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
130897
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
130897
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
130897
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR

infraestrutura Notícia da edição impressa de 14/01/2014

Governo promete ampliar socorro em estradas

Licitação prevê a contratação de 31 veículos de resgate para atuar nas rodovias pedagiadas do Rio Grande do Sul

Fernanda Nascimento

JONATHAN HECKLER/JC
Para Luiz Carlos Bertotto (e), serviço da estatal é melhor do que o das concessionárias
Para Luiz Carlos Bertotto (e), serviço da estatal é melhor do que o das concessionárias

Pressionado, o Executivo estadual apresentou ontem resposta a uma das maiores críticas recebidas pela Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR) desde que assumiu 14 rodovias: a falta de atendimento médico nas estradas. Em entrevista coletiva realizada ontem, no Centro Administrativo Fernando Ferrari (Caff), integrantes do primeiro escalão do governo anunciaram investimentos para o setor, como a realização de uma licitação para a compra de 31 veículos de resgate, o repasse de R$ 884 mil para que o Corpo de Bombeiros realize atendimento nas estradas e o investimento de R$ 1 milhão para a compra de materiais para o Samu. Os recursos chegam a R$ 29,2 milhões.

De acordo com o governo, na próxima semana, três ambulâncias que eram utilizadas pelas concessionárias estarão com serviço disponível. As outras 31 devem chegar às estradas em março e serão distribuídas em 28 municípios do Estado, inclusive em cidades em que os pedágios extintos estão em rodovias federais e, portanto, foram repassadas à União. A intenção do Executivo é que os veículos prestem serviço também no interior dos municípios. Além dos recursos físicos, também foi anunciado que no próximo concurso para a contratação de servidores para a Brigada Militar estará prevista a contratação de 400 bombeiros para atuar no atendimento aos usuários das rodovias. Enquanto o certame não inicia, os atuais servidores da corporação receberão hora-extra para que o serviço seja ampliado.

Em meio ao anúncio, o secretário do Planejamento (Seplag), João Motta (PT), respondeu as críticas de que a empresa não presta atendimento médico. “O Estado tem, sim, uma estrutura de socorro nas estradas. Ninguém deixou de ser atendido desde que a EGR assumiu a gestão. Mesmo quando as concessionárias administravam as rodovias, o principal atendimento era feito pelo Estado, através do Corpo de Bombeiros e do Samu”, afirmou. De acordo com o Executivo, das 11 praças de pedágio que foram assumidas pela EGR, somente oito possuíam ambulâncias de resgate – equipadas apenas com socorrista e atendente de resgate.

O presidente da EGR, Luiz Carlos Bertotto, afirmou que o serviço prestado pela empresa está “muito superior ao das concessionárias”. “Há uma diferença no atendimento de socorro, os bombeiros e o Samu faziam o serviço sem receber, agora terão capacitação, mais recursos e suporte para atender à população”. Bertotto também disse que a abrangência do convênio permitirá a qualificação e o aumento da agilidade no atendimento às vítimas de acidentes.

Batalha jurídica sobre encerramento de contratos precedeu retomada de polos pelo Estado

A Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR) foi criada em julho de 2012, em meio a grande polêmica do governo com a oposição e as concessionárias. Na Assembleia Legislativa, deputados de oposição criticavam a criação de uma nova estrutura estatal. Já as concessionárias contestavam a data de encerramento dos contratos de concessão e travaram uma batalha jurídica com o Estado. Em meio a turbulência, em fevereiro de 2013, a empresa assumiu a administração dos pedágios comunitários que estavam sob responsabilidade do Departamento Autônomo de Estradas e Rodagem (Daer), em Campo Bom, Coxilha e Portão.

Em junho, a empresa passou a administrar os pedágios de Encantado, Boa Vista do Sul, Cruzeiro do Sul e Flores da Cunha. No mês seguinte, a empresa passou a comandar os pedágios de Venâncio Aires e Candelária. No início deste ano, a empresa assumiu a cobrança de tarifas em Viamão, Santo Antônio da Patrulha, Gramado, Três Coroas e São Francisco de Paula. O valor do pedágio teve redução de 26% a 68% em relação aos preços cobrados pelas concessionárias. A previsão de orçamento da EGR para 2014 é de 182 milhões.

Os pedágios localizados em rodovias federais que também tiveram contratos encerrados continuam sem cobrança de pedágio. As estradas localizadas em Guaíba, Eldorado do Sul, Vacaria e Carazinho foram entregues ao Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit).

COMENTÁRIOS
Nenhum comentário encontrado.

imprimir IMPRIMIR
TEXTOS RELACIONADOS
Conforme Sartori, o corpo técnico terá prazo para examinar a questão até o final deste ano
Sartori recebe confirmação para estudo de inclusão de rodovias no Rio Grande do Sul
Reunião com gerência da CEEE Porto Alegre e Coordenadores dos CARs
Prefeitura e CEEE levarão infraestrutura para áreas ocupadas
Fortunati anuncia melhoras no acesso de mobilidade urbana da Capital
Prefeito José Fortunati divulga melhoramento das vias de acesso à Porto Alegre
Cidadão opina sobre investimentos nas rodovias, afirma presidente
Bertotto destaca participação popular como principal conquista da EGR