Porto Alegre, segunda-feira, 30 de março de 2020.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
25°C
31°C
20°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 5,1010 5,1030 2,06%
Turismo/SP 4,3600 5,2040 2,15%
Paralelo/SP 4,3700 5,1000 2,20%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
172542
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
172542
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
172542
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR
Observador Affonso Ritter
aritter20@gmail.com

Observador

Coluna publicada em 30/12/2013

Justiça quase sem papel

A Justiça Federal da 4ª Região, com sede em Porto Alegre, continuou, neste ano, o protagonismo na informatização de suas atividades, atingindo, no começo de novembro, a marca de 2 milhões de processos em meio eletrônico. Após alguns anos de trabalho, nos quais o sistema e-proc foi desenvolvido e modernizado pelo Tribunal Regional Federal, a região Sul já conta com mais de 80% dos seus processos em meio virtual. Apenas 17% ainda estão em papel, e o número deve zerar em cerca de dois anos. Aliás, segundo o Conselho Nacional de Justiça, é o tribunal federal mais informatizado do país, apresentando um índice de 93% de casos novos eletrônicos, ante a média nacional de 65%.

As lojas sem papel

Uma loja sem papel. É esse o conceito que a Vivo pretende levar a todos os seus 310 pontos de venda próprios até o fim de 2014. A primeira foi aberta neste final de ano no shopping Leblon, do Rio de Janeiro, onde toda a operação de comercialização de diversos serviços passou a ser feita em tablets, incluída a assinatura do cliente no ato da compra.

Juizados Especiais 

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul terá R$ 80 milhões no orçamento de 2014 para continuar a informatizar suas estruturas, segundo o presidente eleito, desembargador José Aquino Flôres de Camargo, que toma posse nesta sexta-feira. Hoje, ele já trabalha com 30% em meio digital, graças ao serviço realizado pelos Juizados Especiais, cujos processos são mais simples.  

Parquímetros 2014

A escolha da empresa para administrar os parquímetros de Porto Alegre ficou para 2014. Até lá, o usuário fica em dúvida se paga ou não. Grande parte não paga, até porque muitas máquinas emissoras dos tíquetes não funcionam. Outras, como a que fica junto ao Banco do Brasil da Azenha, não dão troco para moeda de R$ 1,00. E o tempo mínimo de meia hora custa R$ 0,75.  

IPVA só no Banrisul

Quem quiser pagar o IPVA com todas as demais taxas, como a do Detran,  tem que procurar uma agência do Banrisul. Pelo menos até sexta-feira passada, o Banco do Brasil não fazia o serviço completo. Uma falha que não se consegue entender. Afinal, tempo para fazer isso não faltou. O que falta agora é uma explicação.  

Venda de carros com seguro

A corretora RJ, um dos braços do grupo Ribeiro Jung de Porto Alegre - a revenda Ford mais antiga do Brasil -, conseguiu, em um ano, o feito de se colocar entre as três maiores vendedoras de Seguros Ford - Mapfre do País. O grupo tem investido em diferentes nichos de mercado como estratégia de negócio. A aposta em seguros rendeu à corretora RJ o prêmio Corrida de Seguros Ford, concedido, em novembro, pela seguradora Mapfre e pela Ford Credit às três empresas que mais venderam no país em 2013. Seu crescimento foi de 812%, e a projeção para 2014 é absorver 30% dos veículos comercializados na revenda. Mas o plano é expandir a oferta a outros carros, para seguros de vida, de imóveis e até de eletrônicos.

COMENTÁRIOS
Nenhum comentário encontrado.

imprimir IMPRIMIR
COLUNAS ANTERIORES
O memorial do IAB gaúcho
O Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB RS) pretende resgatar a memória da arquitetura e urbanismo gaúchos
Melhorias na ferrovia gaúcha
A ALL- América Latina Logística pretende investir, este ano, R$ 10 milhões em via permanente no Estado
Muito mais com menos
O crescimento da Piá
A Cooperativa Piá, de Nova Petrópolis, pretende fechar 2013 com expansão de 16% em seu faturamento