Porto Alegre, segunda-feira, 17 de dezembro de 2018.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
33°C
31°C
22°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,9130 3,9150 0,25%
Turismo/SP 3,8700 4,0900 0,49%
Paralelo/SP 3,8800 4,1000 0,49%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
103329
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
103329
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
103329
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR

infraestrutura Notícia da edição impressa de 22/11/2013

Ponte estaiada da Rodovia do Parque está concluída

Após 28 meses de obras, estrutura que faz ligação com a freeway foi totalmente unida às 20h de quarta-feira

Isabella Sander

JOÃO MATTOS/JC
Obra sobre o rio Gravataí é a mais larga ponte estaiada da América Latina
Obra sobre o rio Gravataí é a mais larga ponte estaiada da América Latina

Agora, só falta a mureta de proteção e a aplicação do asfalto. Porém, se a ponte sobre o rio Gravataí, que é parte das obras da Rodovia do Parque (BR-448), fosse aberta hoje, já seria possível atravessar seus 268 metros de extensão, uma vez que a ligação entre a plataforma do lado de Porto Alegre com o viaduto da BR-290 (freeway) foi realizada. Para que o prazo de finalização (19 de dezembro) fosse cumprido, funcionários trabalham no local 24 horas por dia há cerca de quatro meses. O trabalho duro foi compensado com um adiantamento quanto ao prazo, já que o término nos acabamentos pode ocorrer até o final de novembro.

As obras da ponte, que faz parte da Rodovia do Parque, começaram em julho de 2011 e custaram R$ 207.260.786,02. Ela é suspensa por cabos de aço, que sustentam o piso, e fica a 25 metros de altura em relação ao rio. Segundo a construtora responsável pela obra, trata-se da mais larga ponte estaiada (suspensa por cabos) da América Latina, com 34 metros desse tipo de estrutura.

Conforme dados do consórcio, a previsão é de que, no sentido Norte, 30.100 veículos circularão pela rodovia diariamente, e, no Sul, 44.900. Assim, deve haver redução de 40% no tráfego da BR-116, onde há congestionamento todos os dias em horário de pico.

Fora a ponte, no total, a Rodovia do Parque está 92% concluída. Neste final de semana, o acesso da RS-118, em Sapucaia do Sul, ficará bloqueado a partir das 23h de sexta-feira. O fechamento no sentido Interior-Capital será mantido até as 12h de segunda-feira, para realizar a pavimentação da via e a execução de uma galeria. Para ingressar na estrada estadual, é necessário fazer o retorno no trevo de entrada para Esteio, seguir reto pela rua lateral e sob o viaduto, retornando para a BR-116.

Os trabalhos na BR-448 começaram em setembro de 2009 e a previsão inicial era de que terminassem em março de 2012. Entretanto, movimentações de equipes do cerimonial da presidência da República para a elaboração do evento de inauguração da rodovia dão conta de que o prazo final, de 19 de dezembro, para a conclusão dos 22,34 quilômetros da estrada realmente será respeitado.

Recentemente, o Tribunal de Contas da União (TCU) recomendou a paralisação dos trabalhos na Rodovia do Parque, já que, de acordo com o presidente do TCU, Augusto Ribeiro Nardes, a obra está com R$ 90 milhões de sobrepreço que ainda não foram justificados. A recomendação será apreciada pelo Congresso Nacional. Porém, o próprio ministro afirmou que acha que a execução não vai parar. “Eu acredito que o Congresso não vai parar a implantação e a pavimentação desta rodovia tão importante para Porto Alegre e para a Copa do Mundo”, disse no mês passado, quando esteve na Capital.

COMENTÁRIOS
Nenhum comentário encontrado.

imprimir IMPRIMIR
TEXTOS RELACIONADOS
Relógios digitais da cidade estão desativados desde julho deste ano
Porto Alegre lança edital para mobiliário urbano
Estimativa do Dnit é de que a estrutura, orçada em R$ 649,6 milhões, seja concluída até set/2017
Obras para reassentados começam em 2016
Postes e luminárias já estão sendo instalados na avenida Padre Cacique
Trecho entre o Museu Iberê Camargo e o BarraShoppingSul terá nova iluminação em 15 dias
Investimento total da prefeitura nas obras foi de R$ 1,3 milhão
Nova iluminação atrai público ao Parque Marinha do Brasil