Porto Alegre, terça-feira, 18 de junho de 2019.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
19°C
24°C
12°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,8990 3,9010 0,02%
Turismo/SP 3,8600 4,0600 0,49%
Paralelo/SP 3,8700 4,0700 0,49%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
804606
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
804606
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
804606
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR

literatura Notícia da edição impressa de 20/08/2013

Palavraria celebra 10 anos

Alexandre Lucchese

MARCO QUINTANA/JC
Heron, Carlos, Carla e Gustavo comemoram dez anos da livraria Palavraria
Heron, Carlos, Carla e Gustavo comemoram dez anos da livraria Palavraria

Juntar os amigos, deixar o patrão de lado e abrir um negócio para trabalhar com o que se gosta: esse pode ser o sonho de sonho de muita gente, mas nem todos têm ousadia para colocá-lo em prática ou resistência para não desistir nas primeiras dificuldades.

Provando que o desafio é possível, a Palavraria, localizada no bairro Bom Fim, completou ontem 10 anos de vida (e comemora com atividades gratuitas - veja abaixo). Também a livraria Bamboletras, na Cidade Baixa, prevê festa para dezembro, quando comemora seus 18 anos de fundação. A Bamboletras, inclusive, recebeu o Troféu Cultura Econômica na Feira do Livro de 2011, concedido pelo JC.

A década da Palavraria e a “maioridade” da Bamboletras marcam a consolidação de ambas como alternativas à tendência de grandes lojas em shopping-centers. Para sobreviver neste mercado, dois pontos são fundamentais: oferecer um bom atendimento e propiciar um espaço de convivência para os frequentadores.

“O livro tem essa particularidade, de precisar de uma orientação ou sugestão por estilo ou por faixa etária, e é isso que a gente faz aqui cotidianamente”, afirma Lu Vilella, proprietária da Bamboletras. A atenção com o consumidor acaba fidelizando clientes e atraindo um perfil bastante especial de comprador: “Tenho clientes que dizem ‘não gosto de comprar em megastores, prefiro dar força para os pequenos comerciantes’, é uma escolha política”, segue Lu.

Inspirada em livrarias de Buenos Aires como a Clásica y Moderna, além do bom atendimento, a Palavraria apostou em agregar uma cafeteria à loja para criar um espaço de convivência. “Precisaríamos de muito mais gente circulando para ter um retorno financeiro da cafeteria, mas ela possibilita ao visitante mais tempo em contato com os livros”, explica Carlos Luiz da Silva, um dos fundadores do espaço. Com esse serviço, a loja acaba por se tornar um ponto de encontro, formando clientes fiéis.

A intensa agenda de lançamentos e atividades culturais é outra importante aliada. São em média três eventos por semana na Palavraria. É claro que isso acaba gerando muito trabalho, mas tudo é feito com prazer pelos sócios Carlos, Luiz Heron da Silva, Carla Osório e Gustavo Gaspar Almeida. “A motivação em abrir a loja não foi fundamentalmente financeira, éramos ávidos leitores e acreditávamos que faltava um local de convivência como esse na Capital”, conta Carla.

Além de muito trabalho, a experiência e os relacionamentos dos fundadores foram fundamentais para o sucesso dos empreendimentos. “O Carlos era bibliotecário há 20 anos, já conhecia bem o mercado editorial”, explica Heron. De acordo com ele, “cada um de nós tinha um leque de relacionamentos razoavelmente amplo de pessoas que gostam de ler, já que frequentávamos livrarias e eventos culturais da cidade”.

Na Bamboletras, o bom relacionamento deflagrou uma divulgação boca a boca que é, até hoje, o principal instrumento de propaganda do estabelecimento. “Tenho orgulho de nunca ter feito publicidade paga nesses 18 anos de Bamboletras”, destaca Lu Vilella.

Satisfação além do lucro

Espaço de acolhimento de novos autores, a Palavraria já foi palco de lançamentos de escritores como Daniel Galera, Antônio Xerxenesky, Daniel Pellizzari e Paulo Scott, entre outros. Ver decolar a carreira desses escritores é um dos motivos de satisfação dos sócios.

“Somos uma espécie de centro cultural informal e em miniatura, que em certos momentos acaba fazendo mais atividades literárias que a prefeitura ou o Estado. Durmo tranquilo quando percebo como estamos contribuindo culturalmente para a comunidade”, resume Luiz Heron da Silva.

Para os apaixonados por leitura, o envolvimento com seu universo de interesse parece transcender os objetivos materiais de uma loja, como acredita Lu Vilella: “a Bamboletras é cercada por bares e, provavelmente, seja mesmo mais lucrativo vender cerveja do que livros, mas acredito que faço bem meu trabalho justamente por nutrir essa relação de amor com a literatura”.

Palavraria 10 anos atividades

Palavreio
Pocket-show com Leandro Maia - 22 de agosto - 19h

Artesã
Pocket-show com Bianca Obino - 24 de agosto - 19h

Atividades com entrada franca

COMENTÁRIOS
jane - 20/08/2013 - 09h10
Parabéns ao jornal e parabéns à Bamboletras e Palavraria, uma melhor que a outra.Eu sou uma que adoro livrarias pequenas. Aliás, a Via Sapiens na r. da República é outra pequena que vale a pena mencionar. Abraço!

imprimir IMPRIMIR
TEXTOS RELACIONADOS
Livraria Bamboletras, de Lu Vilella, completa 20 anos
Livraria Bamboletras, uma pequena gigante
Leonardo Padura é uma das atrações da Feira do Livro de Canoas
Capital do livro
Dado Villa-Lobos reúne trajetória da Legião Urbana em livro
Biografia reúne trajetória da Legião Urbana
José Luís Peixoto vem à Capital participar da pré-estreia da Festipoa Literária
Ode à saudade