Porto Alegre, terça-feira, 24 de novembro de 2020.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
19°C
15°C
7°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 5,5230 5,5250 1,61%
Turismo/SP 4,7300 5,8120 0,44%
Paralelo/SP 4,7400 5,6700 0%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
495236
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
495236
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
495236
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR

mobilidade 10/08/2013 - 14h16min

Exclusivo: Dilma diz que só tem Canoas na lista para ter aeromóvel

Patrícia Comunello e Mauro Belo Schneider

Fotos Gilmar Luis/JC
Dilma se despede do criador do aeromóvel, Oskar Coester
Dilma se despede do criador do aeromóvel, Oskar Coester

A presidente da República, Dilma Rousseff, disse, após deixar o palco onde inaugurou o primeiro aeromóvel do País, em Porto Alegre, que a cidade de Canoas é a única com pedido no governo federal para também receber o meio de transporte. Entusiasmada com a tecnologia e alternativa para mobilidade, Dilma afirmou que o aeromóvel envolve investimento entre os mais baixos para sistemas de mobilidade. Ao falar, com exclusividade ao Jornal do Comércio,  antes de entrar no carro que a levaria à Fiergs, segunda etapa da agenda deste sábado (10), sugeriu que analisará a viabilidade de novos projetos com o equipamento.

Ao se dirigir ao carro, no piso térreo do edifício-garagem do Aeroporto Internacional Salgado Filho, Dilma se serviu de lanche. A última pessoa com quem falou foi o criador do aeromóvel, o dono da Metalúrgica Coester, Oskar Coester. "Na nossa lista, só tem o pedido do Jairo Jorge (prefeito de Canoas)", lembrou, para depois frisar que outras unidades do veículo sobre trilho “depende de projeto”. "Até é um dos mais baratos. Não é um dos mais baratos, Coester?", repetiu, buscando o aval do criador, que estava à porta do veículo e que conseguiu se despedir da presidente mais uma vez. "Deixa eu dar mais um abraço em você", avisou Dilma.

A implantação do primeiro aeromóvel do País custou cerca de R$ 36 milhões e foi custeada pelo governo federal. O orçamento incluiu a construção da estrutura onde o veículo trafega, fabricação de duas unidades com capacidade para 150 (o que está em operação) e 300 passageiros, além da tecnologia embarcada. O projeto faz parte do pacote de obras para a Copa do Mundo 2014 em Porto Alegre. A presidente testou o transporte e confirmou as qualidades ressaltadas pelos construtores: silencioso, rápido e econômico.

Questionada sobre o resultado da última pesquisa Datafolha, na qual a avaliação positiva de seu governo cresceu 6 pontos (30% para 36%), a presidente soltou aquela rotineira declaração: "Não comento pesquisa nem para cima nem para baixo." Fato é que o sorriso largo se manteve todo tempo em seu rosto. 

O aeromóvel inaugurado hoje liga o aeroporto à estação Trensurb, um trecho de 814 metros, que são percorridos em cerca de dois minutos. Nos próximos três meses, o sistema funcionará de forma assistida, e de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h, para testar a tecnologia. Neste final de semana, não será cobrada passagem para quem embarcar no terminal do Salgado Filho. Depois, o valor será o mesmo de um bilhete do trem metropolitano, dando acesso a utilizar as conexões do trem.  

Na inauguração, autoridades, como o governador Tarso Genro, o ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, e o prefeito da capital gaúcha, José Fortunati, propuseram que a região se transforme num polo de desenvolvimento de tecnologia para mobilidade. Oskar Coester informou que está em andamento uma parceria entre Finep, Pucrs e Ufrgs para montar um polo de estudos na área. 

Outro tema abordado no ato foi a reabertura do Mercado Público, que pegou fogo no mês passado. Fortunati, Tarso e Dilma destacaram que esforços conjuntos garantirão que o local seja reaberto na próxima terça-feira, às 10h. “Usaremos R$ 19,5 milhões do PAC Cidades Históricas”, disse a presidente. 

Assista ao vídeo exclusivo: 

COMENTÁRIOS
Gustavo Melo - 10/08/2013 - 18h41
O Jornal do Comércio poderia usar mais vezes o seu canal do Youtube como parte da notícia. Fica mais dinâmico.

imprimir IMPRIMIR
TEXTOS RELACIONADOS
Metrô pode entrar em pacote de concessões
Projeto de Porto Alegre está entre os mais cotados para inflar o programa logístico que deve ser anunciado amanhã
Usuários poderão utilizar os veículos no horário das 5h às 23h20
Aeromóvel inicia operação em período integral no dia 1
José Fortunati participou do encerramento dos debates Brasil de Ideias
Fortunati faz balanço de Porto Alegre em 2013
Linhas metroviárias somam 293 quilômetros de extensão e contam com 300 estações na metrópole ibérica
Metrô de Madri quer ser parceiro de Porto Alegre