Porto Alegre, quinta-feira, 17 de outubro de 2019.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
20°C
26°C
16°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 4,1550 4,1570 0,21%
Turismo/SP 4,1200 4,3700 0,27%
Paralelo/SP 4,1300 4,3600 0,22%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
672790
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
672790
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
672790
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR

Histórias do Comércio e dos Serviços Notícia da edição impressa de 29/07/2013

O restaurante do Marco

Jefferson Klein

JONATHAN HECKLER/JC
Marco  identificou a carência de um pratos à base de frutos do mar enquanto trabalhava em Rio Grande
Marco identificou a carência de um pratos à base de frutos do mar enquanto trabalhava em Rio Grande

Ao se falar em frutos do mar, vários gaúchos associam o prato a um restaurante específico: o Marco’s. Além da qualidade da comida, um dos principais atrativos do estabelecimento, que surgiu em Rio Grande e depois espalhou filiais pelo Estado, é o seu fundador Marco Antonio Machado da Costa, um destaque no meio gastronômico do Rio Grande do Sul.

O proprietário e o restaurante confundem-se tanto que é comum perceber pessoas chamando o dono de “Marcos”, incorporando o “s” do estabelecimento. Outro equívoco comum é pensar que o empresário é rio-grandino de nascimento. Na verdade, o empreendedor (que prefere não se intitular com cargos) nasceu em Porto Alegre, no dia 11 de fevereiro de 1957.

Marco foi para Rio Grande em 1978, para trabalhar em algo que, em princípio, tem pouca relação com a arte culinária: a obra de um canal adutor para o fornecimento de água. Nessa empreitada, o agora dono de restaurante chegou a ser o gerente administrativo da Magma Engenharia. Acabou que esse trabalho contribuiu para a mudança de ares do empresário. Na sua função, Marco recebia políticos, executivos e diretores da Corsan que iam visitar as obras. “Nessas andanças eu enxerguei a carência da cidade com relação ao peixe”, explica Marco. Havia, naquele tempo, o restaurante da Pescal, que apresentava um produto de qualidade. No entanto, como esse estabelecimento ficava próximo à área portuária, o empecilho era o “excesso” do cheiro de peixe fresco.

Nesse cenário, Marco decidiu abrir o seu próprio restaurante em 13 de abril de 1985. O Marco’s foi instalado em um lugar nobre da cidade, no Centro, na avenida Silva Paes. O empreendimento foi bem-sucedido, tanto que existe até hoje, e uma filial será aberta no shopping center Praça Rio Grande, que está sendo construído no município e deve ser concluído em maio do próximo ano.

Além da matriz, no momento, o Marco’s conta com mais uma filial em Gramado e três na Capital. Em alguns dias, será aberta a unidade de Caxias do Sul, no shopping San Pelegrino. O primeiro estabelecimento em Porto Alegre foi inaugurado em 2004, no Shopping Total, em sociedade com Francisco Novelletto. O dono da rede de lojas Multisom e presidente da Federação Gaúcha de Futebol (FGF), posteriormente, deixou a parceria para investir no segmento da construção civil.

Outro diferencial do Marco’s são os vários clientes das classes artística, política e empresarial que frequentam o restaurante. Entre eles, estão personalidades como Paulo Brossard, Alexandre Grendene e Dilma Rousseff. Marco comenta que a presidente da República, apesar de não morar mais na capital gaúcha, continua sendo uma apreciadora dos pratos do estabelecimento. Porém, quando a dirigente vem a Porto Alegre, a comida é enviada até a sua residência. O empresário revela uma das preferências da presidente: linguado à la belle meunière.

No seu próprio caso, o empresário se diz melhor garfo do que cozinheiro, mas garante que cozinha bem. O conhecimento foi aprimorado com o tempo, e o contato com as panelas foi logo no começo. Enquanto o pai trabalhava como policial, a mãe de Marco vendia comida - em viandas, bolos de aniversário e outros quitutes. “A gente era de família humilde e esse era um reforço de renda”, recorda o empresário.

Hoje, dono de restaurante, Marco afirma que sabe fazer todos os pratos apresentados no cardápio. No entanto, admite que não tem a mesma agilidade dos seus funcionários, que precisam atender a um pedido em no máximo 30 minutos. “Se eu fosse para cozinha ia dar uma hora e meia”, brinca.

Foco na qualidade

Em casa de ferreiro, espeto de pau. O ditado é batido, contudo encaixa com o perfil de Marco. O empresário confessa que, apesar de ser conhecido pelos frutos do mar, ele, sentado à mesa, é um carnívoro assumido, e não dispensa um bom cordeiro.

Uma prova disso é que um dos seus restaurantes prediletos é o Barranco. No seu próprio estabelecimento, o empresário serve um prato com filé, para as pessoas que não apreciam frutos do mar, porém vende pouco. “O pessoal entra para comer peixe, não adianta.”

De acordo com o empreendedor, um restaurante deve trabalhar com um número limitado de pratos, porque assim serão bem servidos, com sabor apurado e mais rapidez. Marco chegou a fazer cardápios com aproximadamente 80 pratos, atualmente está com cerca de 50 e já pensa em diminuir ainda mais.

O empresário também planeja, em mais alguns anos, diminuir o ritmo de outras atividades e voltar a circular dentro dos restaurantes, para conversar com os clientes. Marco admite que, com o crescimento dos negócios, não consegue estar tão presente no estabelecimento como antigamente. E boa parte do êxito do Marco’s é devido ao seu simpático e comunicativo dono.

COMENTÁRIOS
Nenhum comentário encontrado.

imprimir IMPRIMIR
TEXTOS RELACIONADOS
Relação com os clientes que frequentam o local há décadas é mantida, diz Gitz
Pé de Meia se adapta às mudanças da moda
Segundo Lumertz, cerca de dois refrigeradores antigos passam pelo conserto por mês
Luzitana é referência em assistência para geladeiras antigas
Braga e Bandeira se especializaram em oferecer variedade de rótulos
Bier Markt cativa os amantes das cervejas artesanais
Manoela, Alexandre, Daniela e Patrícia seguem à risca os ensinamentos do fundador
Freire Imóveis tem prazer em atender