Porto Alegre, sexta-feira, 24 de janeiro de 2020.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
29°C
34°C
19°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 4,1860 4,1880 0,50%
Turismo/SP 4,1200 4,3820 0,09%
Paralelo/SP 4,1300 4,3800 0,22%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
995702
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
995702
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
995702
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR

artigo Notícia da edição impressa de 24/04/2013

25 de abril, Dia da Contabilidade

Salézio Dagostim

No dia 25 de abril, comemora-se o Dia da Contabilidade. Neste dia, em 1926, o senador João Lyra Tavares, patrono da contabilidade no Brasil, defendeu a regulamentação da profissão contábil no Congresso Nacional. A regulamentação ocorreu através do Decreto nº 20.158, de 30/6/1931, que organizou o ensino comercial no Brasil. Cumpre destacar que 25 de abril não é o dia do profissional contábil, e, sim, o Dia da Contabilidade. Os profissionais contábeis celebram algumas datas comemorativas ao longo do ano, a saber: 22 de setembro - Dia do Contador; 20 de novembro - Dia do Técnico em Contabilidade; e 12 de janeiro - Dia do Empresário Contábil.

A Contabilidade, como campo de estudo, e, através de suas técnicas, na geração de informações contábeis, possibilita que as pessoas jurídicas tomem conhecimento de sua situação econômica, financeira e patrimonial, integrando-se na sociedade, o que confere segurança na realização dos negócios. Através da contabilidade apuram-se custos, despesas, receitas, ativo, passivo, PIB, arrecadação de tributos etc. Além disso, é ela que apura lucros ou prejuízos e que fornece subsídios para que as empresas prosperem com segurança. Quando há problemas, é a contabilidade que acena com as soluções.

Portanto, no dia 25 de abril, comemora-se o Dia da Contabilidade, e é com muito orgulho que seus profissionais, contadores e técnicos, devem comemorá-lo. Apesar de ainda não terem logrado reconhecimento como profissões necessárias à proteção da sociedade, devem aproveitar este momento para repensar o seu papel junto a essa área tão importante para a estabilidade social.
 
Professor da Escola Brasileira de Contabilidade/Ebracon e ex-presidente do Sindiconta/RS.

COMENTÁRIOS
Antonio Carlos - 24/04/2013 - 11h37
Não há nada a comemorar nesse dia. Os contadores atualmente são escravos da Receita Federal, trabalhando de graça para o governo. Quanta horas diárias são utilizadas apenas em informativos à receita? Isso sem falar na péssima remuneração pelo trabalho. Contadores tem que ser especialistas em tributos, pagando por cursos onerosos para poder trabalhar, ou se associar com advogado. Isso custa caro e não tem o reconhecimento dos clientes. Então o que comemorar?


Léo -
25/04/2013 - 12h51
Nem se sabe direito o que se comemora: dia do contador, do contabilista ou da contabilidade? Nem tem o que comemorar mesmo....


Revolta dos Dândis -
26/04/2013 - 01h23
Dia da Contabilidade? Pior é a campanha que o CFC lançou "2013 Ano da Contabilidade" e a ação mais divulgada é um congresso a bordo de um cruzeiro. Enquanto isso, os contabilistas ficam na praça dando milhos aos pombos. Onde estão as leis para proverem garantias ao profissional contábil? Onde está a atuação marcante do Conselho, a exemplo do que faz a OAB? Por favor senhores, temos muito que aprender com nossos colegas advogados e nosso Conselho mais ainda a aprender com a Ordem dos Advogados. Ex.: Vem a Lei de Lavagem de Dinheiro colocando o contador como "fiscal" até das contas de motel do cliente. O Conselho o que faz? - Bate Palma! Eba, é mais um serviço de despachante! E ainda, com punições severas! Não podia ser melhor! Enquanto isso, os contadores? - Dando milho aos pombos. E a mesma Lei quis colocar os advogados no mesmo barco. - O que a Ordem fez? - Entrou com uma ADIN na justiça, avocando que não é papel do advogado fiscalizar clientes, para isso, existe a figura do Estado. Custeado, diga-se de passagens pelos contribuintes para preservar o erário e proceder a exação fiscal. Por favor senhores, sejamos realistas. Já é hora de acordarmos e pararmos de dar milho aos pombos.

imprimir IMPRIMIR
TEXTOS RELACIONADOS
Acorda, Brasil
A maré da indignação nacional, por força de suas vertentes naturais, rompeu os diques da tolerância popular e se espraiou com a violência de um tufão
O Dia Mundial do Turismo no Rio Grande
Domingo, dia 27 de setembro, será comemorado o "Dia Mundial do Turismo no Rio Grande do Sul"
Dilma: pague a compensação da Lei Kandir
Aprovada em 1996, a lei federal isenta o ICMS de produtos e serviços para exportação
Fusões & Aquisições, oportunidade e risco
Quatro vezes um é igual a um! Essa é ainda a matemática feita pelo investidor estrangeiro em relação ao Brasil