Porto Alegre, quinta-feira, 19 de julho de 2018.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
16°C
28°C
18°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,8380 3,8400 0,15%
Turismo/SP 3,8100 4,0000 0,24%
Paralelo/SP 3,8200 4,0100 0,24%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
193704
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
193704
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
193704
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR

Histórias do Comércio e dos Serviços Notícia da edição impressa de 04/03/2013

Rabusch investe para crescer e aparecer

Conrado Esber

RABUSCH/DIVULGAÇÃO/JC
Objetivo é levar a marca para outras regiões do País
Objetivo é levar a marca para outras regiões do País

Com 27 anos de história, a Rabusch mira 2013 como o ano mais importante para a sua expansão e afirmação como marca. As 28 lojas já existentes, sendo 14 franquias, devem passar a ser 48 até o final desse ano. Presente no Rio Grande do Sul, em Santa Catarina e no Paraná, a empresa deve iniciar operações nas demais regiões do País, além de fortalecer a sua presença onde já ocupa posição no mercado.

Fundada em Porto Alegre por um casal de jovens vindos do Interior do Estado, a marca logo encontrou o seu nicho de mercado: vestir mulheres economicamente ativas. Depois de um primeiro ano também vendendo roupas para homens, Alcides e Loiva Debus perceberam que a seção masculina não estava atraindo muitos olhares, por isso as mulheres seriam, então, melhores clientes. “Compramos a loja de um amigo, e ele vendia roupas mais esportivas. Desde o princípio vendemos trajes sociais e, mais ou menos um ano depois que começamos, decidimos parar de vender roupas masculinas, vimos que não girava na mesma proporção”, explica Alcides Debus.

Vindo a Porto Alegre para finalizar a faculdade, o casal aproveitou o negócio para colocar em prática o que estudava. Alcides havia se formado em Administração de Empresas e tinha um emprego estável na Caixa Econômica Federal, por isso sentiu-se seguro para pedir para a sua esposa, estudante de Direito, que deixasse o emprego e passasse a se dedicar exclusivamente ao novo projeto familiar. “Combinamos que eu iria sustentar a casa e ela tomaria conta da loja. Mesmo assim, eu participava muito, estava sempre na loja antes e depois do trabalho no banco”, lembra.

O esforço para que a loja desse bons resultados começou a ser mais compensatório ainda quando uma vizinha uruguaia, que trabalhava como estilista, ofereceu os seus serviços ao casal de novos empreendedores. Uma pequena produção fabril, dentro da loja, foi montada, e os resultados foram positivos. Amigos e vizinhos recomendavam a outros conhecidos os bons serviços de alfaiataria prestados de forma personalizada na loja localizada na rua Coronel Genuíno, no Centro de Porto Alegre. Ali iniciava a trajetória que levou a Rabusch ao que é hoje.  As lojas da marca só vendem roupas com selo próprio. 

“A ideia de fabricar roupas se mostrou muito boa, nós contratamos a estilista imediatamente. Ela trabalhou cerca de dois anos conosco e depois se mudou pra Espanha. Com ela demos o primeiro passo, depois conseguimos uma outra estilista que ficou três anos conosco, gerenciando a fábrica. No início, a fábrica era na própria loja, tínhamos um mezanino onde fazíamos algumas peças”, recorda Debus. Mas a pequena estrutura começou a ficar insuficiente, o que levou o casal a procurar outro espaço, apenas para a confecção de roupas.

Em 1990, a segunda loja, então, foi aberta. A demanda estava aumentando, e a fábrica seguia a produção, atendendo às duas lojas. A consolidação da nova operação, aberta no recém-inaugurado Shopping Rua da Praia, foi um sinal de que a Rabusch estava se consolidando no mercado. Alcides decidiu por cursar um MBA e se preparar para um futuro promissor da empresa. “O curso foi importante para abrir a visão da gente, passar a trabalhar com cenários macroeconômicos, fazer planejamentos a médio e longo prazos, identificar oportunidades”, salienta.

Qualidade do produto é o diferencial da rede

O início das confecções com uma profissional uruguaia até hoje influencia as operações da Rabusch. “Produzimos em fábrica própria cerca de 40% do que fabricamos. O resto é feito em fábricas no Uruguai, eles têm uma tradição muito grande em vestuário”, indica Alcides Debus. Todo o ano uma equipe de cerca de seis pessoas viaja ao país vizinho para passar os modelos que devem ser confeccionados, desenhar novas peças e acompanhar um pouco da operação.

“O importante na nossa história foi a nossa grande dedicação ao desenvolvimento de produto, que é diferenciado e muito bem modelado, tem um compromisso com a elegância e a qualidade. Cuidamos de cada detalhe, o produto é o que vai à sacola da cliente e o que ela vai usar. Sempre que vestir a roupa e se sentir bem, a profissional vai lembrar da marca. Assim nós fidelizamos o cliente”, conta o fundador da Rabusch. Ao lado da esposa, Alcides Debus continua como dono da marca, o executivo é responsável por comandar 300 funcionários. Loiva é quem cuida do dinheiro. “Ela não nos deixa gastar demais”, brinca.

Duas filhas do casal já trabalham na empresa da família, estão por dentro da operação e preparadas para seguir o caminho trilhado pelos pais. “A mais velha é coordenadora do programa de qualidade e do meio trabalha na área de produto”, conta. Elas participam do processo de criação das peças, coordenadas pela gerente de produto, Aline Tedesco, que realizou a sua formação na Itália e na Espanha. “A nossa proposta de valor é vestir a mulher em todos os seus momentos de trabalho. A pesquisa e a discussão de produto são realizadas com base nas situações de trabalho de mulheres de diversas profissões”, exalta Debus.

COMENTÁRIOS
EMILIA - 04/03/2013 - 15h05
So tenho que parabenizar a Rabusch pelo o desempenho que vem fazendo , creio que com a equipe que vocês tem hoje mas a simplicidade dos donos não vai demorar muito para conseguir dobrar o numero de lojas que hoje já tem no mercado. Desejo a voês muitas felicidades. Abraços Emilia


Janice -
04/03/2013 - 23h57
As roupas da Rabusch são, hoje, um sonho de consumo viável, que alia qualidade e preço justo. As lojas estão cada vez mais lindas e os produtos, incríveis! Parabéns!


Ademir Camargo -
07/03/2013 - 10h09
Gostei muito de conhecer a história da marca/loja. Não posso deixar de convidá-los a trazer sua loja para nosso Maringá Park em Maringá - PR. Tenho uma loja semi-pronta e muito bem localizada para conversarmos. Aguardo sua manifestação de interesse. Grato


Paulo Sérgio -
07/03/2013 - 16h31
Parabéns pelas realizações até conquistadas, fico confiante no futuro quando vejo jovens talentosos construirem seu futuro. Quando precisarem de auxílio com a expansão em São Paulo, ficarei muito feliz em poder contribuir, Abs


nanci pedro -
30/07/2013 - 15h27
Parabéns alcides (cidão) e loiva! Como é bom ver que o esforço de voces deu certo e dará mais ainda.

imprimir IMPRIMIR
TEXTOS RELACIONADOS
Relação com os clientes que frequentam o local há décadas é mantida, diz Gitz
Pé de Meia se adapta às mudanças da moda
Segundo Lumertz, cerca de dois refrigeradores antigos passam pelo conserto por mês
Luzitana é referência em assistência para geladeiras antigas
Braga e Bandeira se especializaram em oferecer variedade de rótulos
Bier Markt cativa os amantes das cervejas artesanais
Manoela, Alexandre, Daniela e Patrícia seguem à risca os ensinamentos do fundador
Freire Imóveis tem prazer em atender