Porto Alegre, sexta-feira, 06 de dezembro de 2019.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
23°C
29°C
17°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 4,1810 4,1830 0,14%
Turismo/SP 4,1800 4,4280 0,68%
Paralelo/SP 4,1600 4,3800 0,22%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
199124
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
199124
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
199124
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR

CLIMA Notícia da edição impressa de 09/01/2013

Capital registra o maior volume de chuva da década no mês

A forte chuva que começou no início da noite de segunda-feira em Porto Alegre alcançou mais de 95% do volume médio mensal da cidade, que é de 100,1 milímetros, em apenas 12 horas. O temporal durou praticamente toda a madrugada, deixando mais de 20 pontos da Capital alagados.

No bairro São Geraldo, foram registrados 95,4mm de precipitação, e no Humaitá, 92,7mm.  No início do temporal, uma turista argentina morreu eletrocutada quando chegava em casa, no bairro Passo D’Areia. A suspeita é de que o portão eletrônico do prédio estivesse energizado.  Conforme monitoramento do Sistema Metroclima, o volume de chuva foi o maior da década em um mês de janeiro.

Na manhã de ontem, os estragos causados pela chuva ainda podiam ser sentidos. A rua Voluntários da Pátria, embaixo da ponte do Guaíba, e a avenida Padre Cacique, junto à rua Taquary, tiveram o trânsito bloqueado devido ao acúmulo de água. As avenidas Nilo Peçanha, esquina com a Teixeira Mendes, e Sertório, próximo à rua Souza Reis, também tiveram o fluxo interditado.

De acordo com a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), as sinaleiras da avenida Assis Brasil com a Sertório apresentaram problemas, mas foram consertadas pelas equipes de sinalização elétrica. Outros semáforos prejudicados pela falta de energia foram identificados na avenida Ipiranga, com a rua Santana, e na avenida Wenceslau Escobar, entre a Pereira Passos e a Otto Niemeyer. 

O temporal também causou transtornos em três postos de saúde. A Unidade Básica de Saúde Sarandi e as Unidades de Saúde da Família Mato Sampaio e Laranjeiras ficaram fechadas ontem em consequência de alagamentos. A assessoria da Secretaria Municipal de Saúde disse que não havia previsão de retorno dos serviços nesses locais, mas que as equipes de limpeza estavam trabalhando para que elas voltassem a funcionar o mais rápido possível.

O Departamento de Esgotos Pluviais (DEP) informou que esteve em atendimento durante toda a noite, mas que o grande volume de chuvas atrasou o escoamento da água. Na Vila Farrapos, 40 casas ficaram alagadas, porém, os moradores não precisaram ser retirados do local.

Outras cidades da Região Metropolitana e da Serra também ficaram alagadas devido à chuva. O Litoral Norte teve na madrugada de ontem fortes temporais. Em Tramandaí, choveu mais de 50mm, e algumas ruas continuavam tomadas pela água durante a manhã. Em Erechim, onde a precipitação ultrapassou os 60mm, um muro desabou e cinco famílias tiveram suas casas alagadas.

Sol retorna a Porto Alegre e temperatura diminui

O sol deve retornar hoje a Porto Alegre, porém, com momentos de maior nebulosidade. A temperatura deve variar entre 20 e 29 graus. Amanhã, o sol aparece novamente com nuvens, e o calor diminui na Capital. A madrugada deve ter mínimas entre 18 e 20 graus, e a máxima atinge 28 graus.

Já no Estado, a previsão para hoje é de céu nublado com névoa. Apenas na região Norte é que a chuva deve continuar. A temperatura oscila entre 14 e 30 graus. Amanhã, o céu estará parcialmente nublado, com mínima de oito graus e máxima de 32.

COMENTÁRIOS
Nenhum comentário encontrado.

imprimir IMPRIMIR
TEXTOS RELACIONADOS
Chuvas no Rio Grande do Sul já atingiram 35,8 mil pessoas
Equipes se deslocam de Porto Alegre para as cidades mais afetadas, de modo a prestar assistência e contabilizar os prejuízos
Brasil anunciará compromisso do clima domingo, mas evita números
O governo brasileiro evita dizer se assumirá metas numéricas para a redução das emissões de gases estufa no país
Período, já marcado por tempestades, virá com maior possibilidade de alagamentos e transtornos
Primavera será de chuva acima da média no Rio Grande do Sul
Chuva de granizo provoca estragos em mais de 50% de Rio Grande
A Defesa Civil do município estima que mais de 3.000 casas foram danificadas pela chuva de granizo, além de escolas e galpões