Porto Alegre, quinta-feira, 20 de fevereiro de 2020.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
28°C
32°C
20°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 4,3630 4,3650 0,11%
Turismo/SP 4,3100 4,5900 0,52%
Paralelo/SP 4,3200 4,5800 0%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
198283
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
198283
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
198283
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR

ELEIÇÕES 2012 Notícia da edição impressa de 03/10/2012

MP apura uso da máquina pública em Porto Alegre

Fernanda Nascimento

JONATHAN HECKLER/JC
Coordenadores da campanha de Manuela encaminharam gravação para análise do Ministério Público
Coordenadores da campanha de Manuela encaminharam gravação para análise do Ministério Público

Coordenadores da campanha de Manuela d’Ávila (PCdoB) encaminharam uma denúncia envolvendo o uso da máquina pública na campanha eleitoral de Porto Alegre que pode esquentar a disputa a poucos dias do pleito. A divulgação de um áudio em que interlocutores da prefeitura divulgam o início de obras previstas no Orçamento Participativo (OP) e pedem apoio aos candidatos a vereador Cássio Trogildo (PTB) e a prefeito José Fortunati (PDT) motivou a abertura de uma investigação pelo Ministério Público e aumentou o tom das críticas da oposição à atual administração.

A denúncia anônima foi entregue a vereadores da Capital na sexta-feira passada. O episódio teria ocorrido em um encontro do OP no bairro Rubem Berta na mesma semana. Durante os 43 minutos de gravação, o chefe da assessoria comunitária da Secretaria Municipal de Obras e Viação (Smov), Antônio Olímpio Guimarães Filho, e o conselheiro do Orçamento Participativo, Maurício Melo, explicam as benfeitorias realizadas por Trogildo enquanto secretário de Obras e Viação da gestão de Fortunati. Também anunciam o início da pavimentação no núcleo 19 e pedem o envolvimento da comunidade com a campanha eleitoral.

O promotor eleitoral Mauro Rockenbach, que recebeu ontem a denúncia da coligação liderada pela candidata Manuela d’Ávila, afirmou que, em caso de confirmação, o MP pode solicitar a cassação do registro das candidaturas. “Há uma situação preocupante de possível uso da máquina pública, de apologia às obras a uma candidatura.” O promotor informou ainda que há urgência na apuração não somente em decorrência do período eleitoral, mas do prazo estabelecido para a diplomação dos eleitos.

As denúncias motivaram duras críticas por parte da oposição. Em entrevista coletiva, líderes do PSB - partido que compõe a coligação de Manuela - e do PCdoB afirmaram que o uso da máquina pública tem sido uma prática escancarada no pleito de Porto Alegre. “Há um desvirtuamento do Orçamento Participativo, que foi uma conquista da sociedade no debate e enfrentamento dos seus problemas. Aareceu claramente a manipulação do Orçamento Participativo em torno das candidaturas do atual prefeito e de candidaturas de vereadores”, declarou o presidente municipal do PCdoB, Adalberto Frasson.

O coordenador da campanha do pedetista, deputado federal Vieira da Cunha (PDT), disse que a tentativa de enquadrar a denúncia em uso de máquina pública pelo prefeito é um “ato de desespero dos adversários”. “Estão apostando em fábrica de denúncia para tentar controlar o crescimento de Fortunati (nas pesquisas de intenção de voto).” Ele justifica que a obra já havia sido estipulada pela comunidade através do Orçamento Participativo em agosto do ano passado e ainda sustenta que o prazo para execução da pavimentação foi previsto para 30 de setembro, conforme publicado no portal da prefeitura no dia 23 do mesmo mês. “A prefeitura não pode parar e não vai fechar suas portas”, ressaltou. A reportagem tentou contato com o candidato Cássio Trogildo, mas não obteve retorno.

COMENTÁRIOS
Mauricio - 03/10/2012 - 17h48
Este candidato a vereador Cássio Trogildo foi chamado em uma das ilhas de porto alegre ( Ilha Grande dos Marinheiros) que até hoje não esta no plano diretor de porto alegre para ver o estado da rua, pois existe moradores que não tem água potável e dependem do Dmae para abastecer uma caixa-d?água comunitária. A resposta do Dito: As obras são programadas e não posso parar obras para atender uma ilha, eu fui criado bebendo água do Guaíba, porque eles não fazem o mesmo. Quem conhece a ilha grande dos marinheiros sabe que é um lugar abandonado, que não traz voto não tem pessoas de influencia apenas carroceiros que vivem da separação do lixo catado, então é mais fácil mandar beber água do rio poluído do que dar uma solução.


Marcel -
03/10/2012 - 18h57
Quando esse candidato era Scretário da SMOV, um Posto de Saúde Municipal estava alagado, com perdas de patrimônio público, danos a saúde de médicos, rsicos a saúde da população, danos aos imóveis da quadra, e após a contratação de um ex assessor do gabinete da SMOV por parte dos donos da obra, a SMOV aprovou a obra na ilegalidade, permitindo que uma liminar do TJ fosse desrespeita até hoje, 3 anos! O pessoal da SMOV que ocupa cargos de chefia deve ser investigado, começando pelo Gabinete e Juridico - já existe Ação Civil Pública para o Caso e os documentos estão a disposição do Jornal do Comércio. Pois no mês passado 13 crianças que estão sob a tutela do Estado ficaram em situação de risco por essa obra ilegal, enquanto a SMOV tenta legalizar ainda mais a obra ilegal! Alguém tem que acabar com esse poder acima da lei!


Ricardo Antonio -
27/11/2012 - 12h59
Todos que estão envolvidos na política sabem que CASSIO TROGILDO é uma mairione do do poderoso petebista CLAUDIO MANFROI. Todos sabem que a sua campanha foi milionária. Espero que a Justiça Eleitoral tome uma atitude vigorosa contra esse rapaz.

imprimir IMPRIMIR
TEXTOS RELACIONADOS
O candidato Luis Lauermann votou no Colégio Pio XII às 9h
Luis Lauermann é eleito o novo prefeito de Novo Hamburgo
Apoiadores de Tarcísio Zimmermann, do PT, fizeram carreata ontem
Campanha eleitoral tem início em três municípios
TSE determina apuração de gastos com horas extras de servidores do tribunal
Os gastos com horas extras no período eleitoral, em especial de setembro a novembro, foram maiores que nas eleições de 2010