Porto Alegre, segunda-feira, 24 de junho de 2019.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
21°C
28°C
15°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,8330 3,8350 0,26%
Turismo/SP 3,8000 3,9900 0,99%
Paralelo/SP 3,8100 4,0000 0,99%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
998718
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
998718
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
998718
Repita o código
neste campo
 
 
imprimir IMPRIMIR
Tecnologia da Informação Maurício Renner
mauricio@baguete.com.br

Tecnologia da Informação

Coluna publicada em 27/08/2012

Conheça a estratégia da SAP

BAGUETE/DIVULGAÇÃO/JC
Diego Dzodan, presidente da SAP Brasil
Diego Dzodan, presidente da SAP Brasil

Diego Dzodan, presidente da SAP Brasil.

1 – O senhor assumiu a SAP Brasil este ano, após comandar as operações do México e América Central e, antes, da Colômbia e Equador. Que peculiaridades nota no mercado brasileiro?

Diego Dzodan
– Primeiro: o tamanho, que significa escala. O Brasil tem uma economia de escala que viabiliza inciativas inviáveis em outros mercados. Quando lançamos o B1 on the Cloud, o primeiro país da América Latina foi aqui, há 6 meses. Porque cloud é um negócio baseado em escala.  Outro ponto é a inovação, pela qual o Brasil é ávido.

2 – O mercado de PMEs é foco da SAP, mas há concorrentes como a Totvs, que tem o dobro de market share, segundo a FGV, nas empresas entre 160 e 600 computadores. Como competir?

Dzodan
– Share é relativo. Se falar em receita, a SAP lidera, mas se mede por volume de clientes, e nisso vamos crescer pulverizando canais em cidades menores. Mas a estratégia principal é tecnológica. Em média, empresas de TI investem de 15% a 25% da receita em P&D. E se pensar que a SAP é uma companhia de US$ 20 bilhões, verá que a capacidade de investir é maior. Mais investimento, produto melhor.

3 – A penetração da SAP no mercado do governo brasileiro é tímida. Como ampliar?

Dzodan
– Na semana passada, patrocinamos o Conip, maior evento do setor no país. Está claro o intuito de crescer na área. Para isso, temos um ERP com funcionalidades específicas para governo, como na execução de orçamentos, soluções para gestão tributária, módulos para saúde que gerem peculiaridades do sistema público como nenhum concorrente.

Teevo reforça negócios

A Teevo comprou 40 contratos de operações de serviço de suporte técnico e de infra-estrutura de TI da Constat na região da Serra e Interior do Rio Grande do Sul. O negócio foi intermediado pela Steffen & Pozzi e não teve valores revelados. A transferência dos contratos já começou e deve se estender pelos próximos meses. É um reforço da Teevo na sua base da serra gaúcha, um dos pontos fortes da empresa. Meses atrás, a companhia havia comprado um data center em Caxias. A meta da companhia é faturar R$ 85 milhões em 2012, uma alta de 90%.

Ulbra

A Ulbra está correndo atrás do tempo perdido quando o assunto é tecnologia. A unidade da instituição em Canoas foi a primeira das 15 no Brasil a inaugurar o seu parque tecnológico. No prédio de 6 mil metros quadrados serão abrigadas empresas das áreas de petróleo, gás e energias renováveis, metal-mecânica, tecnologia da informação e biotecnologia. O parque tem capacidade para receber 20 empresas e, a incubadora, onze. A expectativa é logo triplicar o espaço e, em 2014, ocupar a área de 10 hectares aos fundos do campus para desenvolver planos na área de energia eólica. Saiba mais: http://bit.ly/TVofvg

Sobe: Procergs

A Procergs foi a grande vencedora do Prêmio Conip de Excelência na Gestão Pública, com o case do Gabinete Digital do Governador. Saiba mais sobre o projeto: http://bit.ly/SZCPzD

Desce: Plano Brasil Maior


O governo lançou programa para dobrar o setor de TI nacional para US$ 200 bilhões em dez anos, o mesmo que a área atingiria se mantivesse sua média normal.

Agenda

  • 29/8 – Reunião IASA Porto Alegre - Case Zenvia, com Eduardo Bosin, gerente de TI da empresa, e debate sobre arquitetura dirigida a eventos (EDA/ECA), com Guilherme Elias, coordenador do IASA-POA. Início às 19h, na UniRitter, em Porto Alegre.
  • 12/9 – IBM SocialBusiness na Estrada - Evento sobre soluções de redes sociais corporativas. Abordará as tecnologias postadas na nuvem ou in company. Acontecerá no Hotel Deville Porto Alegre. Inscrições no site: http://bit.ly/P4rP7l.

Mercado de trabalho

  • Tools Software, especializada em desenvolvimento de software - Equipe de Desenvolvimento: Analista de Testes, Desenvolvedor PL/SQL e Desenvolvedor Java. CVs: rh@tools.com.br, informando a pretensão salarial
  • Dell – Analista de Testes. Desejável conhecimento em desenvolvimento de SW para aplicação em automação de testes. CVs: fernanda_poli@dell.com.
COMENTÁRIOS
Nenhum comentário encontrado.

imprimir IMPRIMIR
COLUNAS ANTERIORES
EMS: TI para a gestão de registros de medicamentos Educação com mais prática na Pucrs Dell muda no Brasil TI do Ensino Superior unida