Porto Alegre, quinta-feira, 17 de outubro de 2019.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
19°C
26°C
16°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 4,1550 4,1570 0,21%
Turismo/SP 4,1200 4,3700 0,27%
Paralelo/SP 4,1300 4,3600 0,22%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
838066
Repita o código
neste campo
 
 
 

FEIRA DO LIVRO DE PORTO ALEGRE
de 31 de outubro a 16 de novembro de 2014

13/11/2014 - 14h50min

Gregorio Duvivier leva fãs do Porta dos Fundos para a Feira

Giane Laurentino

Claiton Dornelles/JC
Gregorio Duvivier participou de bate-papo na Tenda de Pasárgada
Gregorio Duvivier participou de bate-papo na Tenda de Pasárgada

Distante do menino tímido que começou a fazer teatro por recomendação do avô analista, Gregorio Duvivier chegou à Praça da Alfândega munido de todo o arsenal já tão conhecido do público que lê suas crônicas no jornal Folha de S.Paulo e assiste aos vídeos do canal Porta do Fundos. Ironia, respostas rápidas e, claro, aquela sinceridade que, às vezes, surpreende até o público. 

Quando ele aparece na escada do Museu do Direitos Humanos, que dá exatamente para entrada da Tenda de Pasárgada, onde aconteceu o bate-papo, as risadas ligeiramente nervosas tomam conta do ambiente. Ananda Zambi, 20 anos, fã do comediante, está entre os que observam ansiosos, enquanto os últimos lugares da Tenda são preenchidos com o clássico aperta daqui e dali. “Vocês podem colocar a bolsa no colo para caber mais um”, diz a moça da organização. Foram distribuídas 120 senhas para a atividade. 

O roteirista e comediante esteve pela primeira vez na Feira do Livro de Porto Alegre para lançar dois títulos: Ligue os Pontos - Poemas de amor e big bang, um livro de poesia, e Put Some Farofa, uma coletânea de crônicas. O exemplar com as crônicas, lançado na quarta-feira (12), o dia do encontro, era novidade até para o próprio Gregorio. “Vai ter hoje (o livro)? Eu nunca vi ele”, diz. Alguém na plateia levanta um exemplar, ao que ele responde: “você me dá esse?”.

Para Duvivier, ser cronista é atividade na qual ele está mais exposto. “O ator quando sobe no palco tem uma máscara que o defende, não é ele. O escritor fatalmente é ridículo, se você escrever algo ridículo e publicar aquilo é você”, afirma. Segundo ele, o ódio ou o amor sentidos por quem conhece um escritor acabam sendo mais verdadeiros, há uma cumplicidade. “Eu estou andando rua e imagino que a pessoa sabe tudo de mim”, comenta. Entre os assuntos que englobam o tudo ao qual ele se refere estão fumar maconha, seus defeitos e crenças políticas. 

Comentando as eleições, Gregorio falou abertamente sobre o seu voto e a respeito das polêmicas que acabaram acontecendo em decorrência das crônicas que escreveu para o jornal Folha de S.Paulo. “Eu estou longe de ser um petista convicto, mas houve um momento em que o país ficou dividido em dois, e a pessoa que não concordava com você se tornava um marginal, como disse o Dado Dolabella sobre mim”, ironiza, arrancando risadas dos presentes. 

Abordando um lado mais ameno, a conversa transitou entre a poesia e os autores que influenciaram o lado poeta de Duvivier. Manuel Bandeira, Carlos Drummond de Andrade e poetas marginais, como Chacal, têm lugar em sua estante. “Essa coisa da poesia marginal de trazer a poesia para a vida, fazer uma coisa que não seja isolada da vida e aconteça apenas na torre de marfim do poeta, mas na rua, na vida, na praça”, explica. 

A conversa foi rápida, cerca de 30 minutos. Depois da Tenda, o escritor iria enfrentar uma fila que ocupava toda a extensão da Praça de Autógrafos. Entre os fãs que esperaram pacientemente na fila estava Ananda. “Eu gosto como ele coloca as ideias no papel”, contou. O local estava tomado de jovens totalmente empolgados com a possibilidade de ficar por alguns minutos de frente com o ídolo. “Eu conheci o que ele escrevia pela coluna do jornal a Folha de S.Paulo, depois conheci o Porta dos Fundos”, conta Lucas Martins, 18 anos, que antes olhava com admiração dedicatória escrita na folha de rosto do Put Some Farofa

Antes de chegar sua vez, Ananda precisou esperar que o presidente da Câmara Rio-Grandense do Livro, Marco Cena, desse um jeitinho para conseguir a assinatura em Ligue os Pontos. “Presidente pode furar a fila?”, pergunta, meio sem jeito, Duvivier. Todos querem alguns minutos com ele. Finalmente a vez de Ananda chega. Abraço, conversa, autógrafo e foto. “Eu falei que ele é parecido com meu irmão”, explica. A estudante é de Maceió e o irmão ainda está lá. 

Todos parecem conhecer Gregorio, todos querem falar, tirar foto, conversar. Nem tanto. No meio do alvoroço, banda no meio da Praça tocando Mamma Mia do Abba, um desavisado que passava pergunta: tem uma fila enorme para aquele cara ali, quem é mesmo? Joaquim Duvivier? 

COMENTÁRIOS
Nenhum comentário encontrado.

imprimir IMPRIMIR
MAIS FEIRA DO LIVRO
Balanço da Feira, de acordo com organizadores, foi positivo
60ª Feira do Livro de Porto Alegre é considerada um sucesso
Patrono Airton Ortiz distribuiu rosas no encerramento da Feira do Livro
Feira do Livro encerra com homenagem ao Xerife e maracatu
Patrono da feira do livro de Santiago, Breno Serafini lançou seu quarto livro
Crônicas ilustradas: nova obra de Breno Serafini

O PRÊMIO

PREMIADOS

COMISSÃO JULGADORA

Blog Acontecendo

Entrevistas Troféu Cultura
#expandasuamente: fotos no estande do JC para o Instagram e Facebook

/jornaldocomercio

Spot de rádio

Coberturas dos Anos Anteriores

2013  |  2012  |   2011  |  2010