Porto Alegre, segunda-feira, 16 de setembro de 2019.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
17°C
23°C
9°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 4,0880 4,0900 0,04%
Turismo/SP 4,0400 4,2800 0,94%
Paralelo/SP 4,0500 4,2900 0,94%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
117521
Repita o código
neste campo
 
 
 

FEIRA DO LIVRO DE PORTO ALEGRE
de 31 de outubro a 16 de novembro de 2014

05/11/2014 - 17h14min

Dado Schneider, homenageado de olho no futuro

Giane Laurentino

João Mattos/JC
Dados Schneider foi homenageado nesta terça-feira com o Troféu Cultura Econômica
Dados Schneider foi homenageado nesta terça-feira com o Troféu Cultura Econômica

Ganhador do prêmio Destaque Especial na 11ª edição do Troféu Cultura Econômica, que ocorreu nesta terça-feira (5), no átrio do Santander Cultural, o doutor em comunicação Dado Schneider já foi publicitário, executivo de marketing, consultor, professor universitário, palestrante, mas, no futuro, pretende ser programador e radialista. 

Em entrevista para o site do Jornal do Comércio, o estudioso das Gerações Y e Z, autor do livro O mundo mudou...bem na minha vez, fala sobre análise de tendências e dá uma previsão de como será o futuro do mercado de trabalho.

Como você está se sentindo com a premiação?

Eu estou verdadeiramente me sentindo homenageado, porque é tão raro sermos reconhecidos na nossa própria terra. Já fui muito premiado fora daqui e esse prêmio é emocionante porque eu escrevi um livro despretensioso, que é uma compilação de tudo que eu faço em aula e nos palcos onde me apresento como palestrante. 

Como acadêmico, qual sua principal área de pesquisa?

Falo sobre mudança dentro e fora das empresas e sobre o impacto da geração Y e o seu relacionamento com as outras gerações. Um dos assuntos que mais me chama a atenção é a geração Z, que fará uma revolução no ambiente de trabalho. A geração Z vai nos educar e nos reposicionar frente ao trabalho. Eu sou um otimista. Falo isso nas empresas e estou pesquisando afundo este público e o que eu digo está sendo bem aceito. 

Como fazer para prever os comportamentos do futuro?

A minha área na publicidade sempre foi a pesquisa e um dos diferencias na minha vida como publicitário foram projeções de comportamento. Eu faço projeções a partir da análise de comportamentos. Faço uma ligação entre diferentes atitudes e vejo que isso é um sinal que alguma coisa está mudando. Há dez anos eu fiz uma teoria chamada a Era do Ficar. Na época eu disse que as pessoas não casavam mais com pessoas, marcas ou empresas. Fui chamado de louco, mas hoje isso é uma realidade. 

Chegou um momento da sua carreira onde não há mais nada para conquistar?

Sim, já consquistei muito, mas existem outras profissões no futuro. Hoje, até parar de trabalhar, uma pessoa terá pelo menos quatro profissões. Eu sei que essa fase de palestrante irá acabar, por isso, já escolhi a minha próxima profissão: programador. Recentemente comecei a estudar programação e, daqui 10 anos, eu quero ser radialista, seja em que plataforma que for. Vou ter um programa de rádio para orientar jovens. 

Diga uma previsão para os próximos anos:

A geração Z vai mandar na geração Y. O menino que tem 10 anos hoje será chefe daqueles que tem 25 atualmente. Daqui 15 anos é bem provável que os de 25 mandem nos de 40. 

COMENTÁRIOS
Nenhum comentário encontrado.

imprimir IMPRIMIR
MAIS FEIRA DO LIVRO
Balanço da Feira, de acordo com organizadores, foi positivo
60ª Feira do Livro de Porto Alegre é considerada um sucesso
Patrono Airton Ortiz distribuiu rosas no encerramento da Feira do Livro
Feira do Livro encerra com homenagem ao Xerife e maracatu
Patrono da feira do livro de Santiago, Breno Serafini lançou seu quarto livro
Crônicas ilustradas: nova obra de Breno Serafini

O PRÊMIO

PREMIADOS

COMISSÃO JULGADORA

Blog Acontecendo

Entrevistas Troféu Cultura
#expandasuamente: fotos no estande do JC para o Instagram e Facebook

/jornaldocomercio

Spot de rádio

Coberturas dos Anos Anteriores

2013  |  2012  |   2011  |  2010