Porto Alegre, terça-feira, 25 de fevereiro de 2020.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
23°C
29°C
22°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 4,3920 4,3940 0,04%
Turismo/SP 4,3500 4,6200 0,21%
Paralelo/SP 4,3600 4,6100 0,21%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
845190
Repita o código
neste campo
 
 
 

FEIRA DO LIVRO DE PORTO ALEGRE | De 1º a 17 de novembro de 2014.

11/11/2013 - 19h39min

O roteiro fantástico de Sean Branney

Henrique Coradini

MARIANA FONTOURA/JC
Norte-americano Sean Branney é admirador de escritores como H.P. Lovecraft
Norte-americano Sean Branney é admirador de escritores como H.P. Lovecraft

Aficionado pelo cinema fantástico do início do século XX, o norte-americano Sean Branney cresceu assistindo a filmes antigos de horror e fantasia, como O gabinete do doutor Caligari e Nosferatu. Anos depois, após alguns trabalhos no teatro, resolveu transformar suas influências cinematográficas em obras próprias. Surgiu, então, o projeto do filme The Call Of Cthulhu, adaptação da obra de H.P. Lovecraft que usa da mesma estética dos clássicos mudos do início do cinema. Branney apresentou o filme como parte da programação da Feira do Livro e do Festival de Roteiro (Frapa), umas das novidades do evento neste ano.

“Quando criança, sempre gostei de filmes de horror”, relembra Branney, explicando que passava horas na frente da televisão assistindo aos clássicos do gênero. Mas foi só quando já estava nas últimas séries da escola que conheceu aquele que seria sua principal inspiração. “Um colega emprestou um livro de H.P. Lovecraft e aquilo me marcou”, diz. A ideia de desenvolver um filme surgiria, então, depois. “Eu e alguns amigos decidimos fazer longas baseados em obras no estilo dos filmes antigos de que gostávamos”, conta.

Para dar à produção um ar retrô, Branney e sua equipe consultaram os filmes que serviram de inspiração. “Eles têm uma estética pronunciada. Não estão tentando parecer reais, procuram fazer as coisas parecerem melhores que o real”, avisa o norte-americano, descrevendo a estética do cinema fantástico predominante no início de 1900. “Buscamos fazer uso de recursos exagerados de luz e sombra para criar um mundo muito diferente do real.”

Para chegar ao efeito citado, ele destaca que foram usadas algumas estratégias conhecidas, como jogos de espelhos, cenários de papelão e grandes peças de tecido para representar a água. “Não há quase nenhum efeito digital no filme, tentamos fazê-lo da mesma forma como ele seria feito em 1926”, explica.

E o Brasil? Ele confessa não conhecer quase nada do cinema daqui. “Passo mais tempo fazendo teatro e filmes do que os assistindo, ainda mais os estrangeiros”, afirma. “Essa é a primeira vez que eu venho aqui, então é tudo novo”, completa.

COMENTÁRIOS
Nenhum comentário encontrado.

imprimir IMPRIMIR
MAIS FEIRA DO LIVRO
Dados foram apresentados em coletiva de imprensa nesta segunda-feira
Feira do Livro registra alta de 2,26% nas vendas em 2013
O ambientalista Augusto Carneiro participou da primeira edição da feira, na década de 1950
Augusto Carneiro, um livreiro dedicado à natureza
Santucci acredita que feriados ajudaram no movimento da Feira do Livro
Osvaldo Santucci Junior aponta sucesso mesmo com Feira reduzida
GALERIA DE FOTOS

O TROFÉU

PREMIADOS

COMISSÃO JULGADORA

Blog Acontecendo

Entrevistas Troféu Cultura
#expandasuamente: fotos no estande do JC para o Instagram e Facebook
Equipe do Jornal do Comércio se despede da Feira do Livro

/jornaldocomercio

Edições Anteriores

2012  |   2011  |   2010