Porto Alegre, terça-feira, 25 de fevereiro de 2020.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
23°C
29°C
22°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 4,3920 4,3940 0,04%
Turismo/SP 4,3500 4,6200 0,21%
Paralelo/SP 4,3600 4,6100 0,21%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
107126
Repita o código
neste campo
 
 
 

FEIRA DO LIVRO DE PORTO ALEGRE | De 1º a 17 de novembro de 2014.

10/11/2013 - 17h28min

Mediadores da Bienal do Mercosul entram em greve em último dia de exposição

Rafael Gloria

MARIANA FONTOURA/JC
Cartazes mostravam as reivindicações dos mediadores sobre a Bienal
Cartazes mostravam as reivindicações dos mediadores sobre a Bienal

Nos quatro espaços em que está acontecendo a Bienal do Mercosul esse ano, neste domingo (10), último dia de exposição, acontece uma greve parcial dos mediadores. Em frente ao Museu de Arte do Rio Grande Sul Ado Malagoli (Margs), na Praça da Alfândega no meio da Feira do Livro, um grupo de mediadores está parado juntamente com uma faixa e distribuindo uma declaração assinada pelo Coletivo Autônomo de Mediadores, formado durante o período da Bienal e que conta com 80 dos 130 mediadores do evento. 

Romualdo Corrêa, que aderiu à paralisação, conta que o descontentamento dos mediadores com a Bienal vem desde o começo da exposição. Particularmente um episódio de um jantar de caráter privado que aconteceu no dia 4 de outubro no Margs, usando de modo indevido o espaço. Corrêa destaca ainda o fato deles possuírem cursos de acessibilidade, mas a maioria dos museus que estão com a exposição não estarem aptos para isso. Há histórias também de segregação e preconceito. Corrêa conta que houve um episódio no Memorial do Rio Grande do Sul em  que um sujeito se identificou como "queer" (sem gênero ou sexualidade definida), ao usar o banheiro feminino da instituição, foi convidado a se retirar do ambiente. "Em respeito ao público, resolvemos fazer essa greve no último dia, que não tem nenhuma escola ou grupo agendado", conta Côrrea. 

No Gasômetro, local em que também está acontecendo a Bienal, a paralisação de manhã foi total. Um grupo de em torno de 20 pessoas estava parado à direita, logo na entrada do Prédio distribuindo a declaração e com alguns cartazes. Segundo Wellington Ricardo, mediador e que está desde a manhã paralisado, conta que houve um princípio de confusão por parte de um produtor não identificado da Bienal, que tentou forçá-los a sair do local."Não houve agressão, foi mais um empurra, empurra e agressão verbal", conta.

Mais tarde, as coordenadoras Mônica Hoff e a Sofía Hernández Chong Cuy, diretora artística e curadora geral, apareceram para dialogar. "Conversamos com ela e três dos nossos mediadores ficaram disponíveis no período da tarde", explica Ricardo.

Procurada, a assessoria de imprensa da Bienal do Mercosul, disponibilizou o comunicado abaixo sobre o assunto: 

"A Fundação Bienal do Mercosul comunica que o funcionamento dos espaços expositivos no último dia da 9ª Bienal do Mercosul | Porto Alegre segue normalmente, até às 19h no Memorial do Rio Grande do Sul, Museu de Arte do Rio Grande do Sul Ado Malagoli - Margs e Santander Cultural; e até às 21h, na Usina do Gasômetro. A paralisação da mediação ocorrida no dia de hoje foi parcial e temos mediadores para atender o público em todos os espaços. Quanto às manifestações, a Fundação Bienal respeita o direito de expressão dos cidadão e está à disposição para dialogar em um próximo momento. A Fundação entende a importância e a dedicação da equipe  de mediadores durante todo o período da exposição e a dedicação ao público da rede escolar e visitantes em geral."

COMENTÁRIOS
Nenhum comentário encontrado.

imprimir IMPRIMIR
MAIS FEIRA DO LIVRO
Dados foram apresentados em coletiva de imprensa nesta segunda-feira
Feira do Livro registra alta de 2,26% nas vendas em 2013
O ambientalista Augusto Carneiro participou da primeira edição da feira, na década de 1950
Augusto Carneiro, um livreiro dedicado à natureza
Santucci acredita que feriados ajudaram no movimento da Feira do Livro
Osvaldo Santucci Junior aponta sucesso mesmo com Feira reduzida
GALERIA DE FOTOS

O TROFÉU

PREMIADOS

COMISSÃO JULGADORA

Blog Acontecendo

Entrevistas Troféu Cultura
#expandasuamente: fotos no estande do JC para o Instagram e Facebook
Equipe do Jornal do Comércio se despede da Feira do Livro

/jornaldocomercio

Edições Anteriores

2012  |   2011  |   2010