Porto Alegre, domingo, 20 de outubro de 2019.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
20°C
22°C
15°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 4,1180 4,1200 1,24%
Turismo/SP 4,0600 4,3200 1,09%
Paralelo/SP 4,0700 4,3100 1,14%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
798776
Repita o código
neste campo
 
 


 18º Festival Mundial
 de Publicidade
 De 31 de agosto
 a 2 de setembro
 Serra Park, Gramado/RS

01/09/2011 - 15h52min

É preciso quebrar dogmas e paradigmas, afirma Guga Ketzer

Rodrigo Berbigier

BRUNO BORGES/JC
Guga Ketzer motivou o públicou do Festival
Guga Ketzer motivou o públicou do Festival

Por que não exportar ideias brasileiras? Essa foi a pergunta que Guga Ketzer fez aos participantes do Festival Mundial de Gramado no painel "Ideias made in Brazil". Para o diretor de criação da agência Loducca, o Brasil está em destaque e pode criar campanhas publicitárias para outros países. “Hoje tem muito gringo querendo vir trabalhar no Brasil, nunca recebi tantos currículos, e isso é um sinal de boa economia, mas também é um sinal que o país está sendo desejado”, disse o publicitário .

Ketzer também afirmou que é preciso “quebrar dogmas e paradigmas”, e não desistir nas primeiras dificuldades que encontrar. Ele arrancou aplausos do público, formado na sua grande maioria por estudantes, ao dizer que é preciso parar com as desculpas e reclamações e partir para a ação: "Chega de ser críticos de cinema, vamos virar cineastas".

Ícaro Dória contou sua experiência fora do Brasil, em duas agências de publicidade dos Estados Unidos.  Ele falou sobre as diferenças de trabalho aqui e no exterior. “No Brasil existe uma voracidade por produzir, e nos Estados unidos é diferente, lá é tufo muito ponderado e planejado”, explicou.

Para ilustrar sua palestra, Dória vinculou uma propaganda da Nike que envolveu publicitários dos Estados Unidos, México, Inglaterra e Austrália.  E comentou sobre a importância da troca de ideias com pessoas diferentes.

Depois das explanações, Ketzer e Dória debateram o tema com Regis Montagna, diretor de arte da Escala, e Marcello Petrelli, vice-presidente executivo do Grupo Ric, mediados por  Gerson Lattuada, redator da agência Paim.