Porto Alegre, sexta-feira, 14 de dezembro de 2018.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
23°C
null°C
null°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,8790 3,8810 0,72%
Turismo/SP 3,8600 4,0600 1,24%
Paralelo/SP 3,8700 4,0700 1,24%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
285121
Repita o código
neste campo
 
 

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e as edições
dos últimos
5 anos do JC.


 
para folhear | modo texto
 
imprimir IMPRIMIR

Notícia da edição impressa de 30/09/2010

Goldsztein Cyrela: crescimento sustentável

GOLDSZTEIN/DIVULGAÇÃO/JC
The Sun é um dos empreendimentos da marca Living
The Sun é um dos empreendimentos da marca Living

A história da construtora Goldsztein começou em Porto Alegre em 1974. A empresa foi criada por Abram Goldsztein, que havia imigrado da Polônia em 1937, e seu filho Sérgio. A década de 2000 veio acompanhada de importantes mudanças na empresa. A primeira foi a criação de uma joint venture com a incorporadora paulista Cyrela, em 2006, para atuar na Região Sul. A parceria iria evoluir três anos mais tarde, quando a Cyrela incorporou a participação da Goldsztein na sociedade, passando a controlar 100% da empresa, que manteve sua sede no Rio Grande do Sul, recorda o diretor de finanças, Ricardo Sessegolo.

A atuação da Goldsztein Cyrela se concentra na Região Sul (RS, SC e PR), além de ter começado a operar no Uruguai e Argentina. As capitais da região são o foco principal. Em sociedade com a Irsa, maior grupo imobiliário argentino, a empresa iniciou em 2007 um projeto para 532 apartamentos na capital do país, Buenos Aires, dividido em partes iguais entre os parceiros. O empreendimento terá completado um terço da construção em outubro deste ano e dois terços em 2011, relata Sessegolo.

Na Argentina, conta o executivo, a falta de financiamento para os produtores ou compradores obriga as incorporadoras a buscar suas próprias fontes de recursos. A exemplo do que ocorre no país vizinho, no Uruguai a Goldsztein Cyrela também irá trabalhar com a Irsa - que atua em várias atividades relacionadas ao mercado imobiliário, como aquisição, desenvolvimento e administração de centros comerciais, além de edifícios e hotéis. Na capital uruguaia, foram adquiridos terrenos, mas as obras estão em fase de projetos.

A Região Sul do Brasil tem crescido ao ritmo de 25% ao ano em vendas e área construída, conta o executivo. Para superar a falta de mão de obra na construção, a  Goldsztein Cyrela também tem incorporado mulheres à atividade. Sessegolo diz que mais de 70 funcionárias já atuam em suas obras, com boa produtividade em pintura, colocação de azulejos e preparação da parte hidráulica. O ingresso das mulheres na construção civil no Estado foi rápido no último ano e elas somam mais de mil trabalhadoras no setor, segundo dados do sindicato da categoria.

Em seu portfólio, a Goldsztein Cyrela tem imóveis para todas as faixas de renda, observa o diretor. A Living Construtora, que representou 32% das vendas da Cyrela no primeiro semestre do ano, atua nos segmentos econômico e supereconômico. Em seu relatório do segundo trimestre, a Cyrela informou que a Living possui 40 mil unidades nas várias fases de aprovação do Minha Casa, Minha Vida.

Sessegolo considera que o projeto Minha Casa, Minha Vida ainda não atingiu o efeito que poderá produzir no setor. O programa habitacional requer adaptações dos projetos para soluções mais simples, o que vem acompanhado do desenvolvimento de outras tecnologias, observa ele.

Empresa está presente também em SC

O bairro planejado Jardim Europa, em Porto Alegre, foi lançado em 2006. No primeiro semestre deste ano, a construtora apresentou o Goldsztein Gallerie, formado por dois empreendimentos no Jardim Europa: o Prado e o Louvre. O Prado terá uma única torre em terreno de 3 mil metros quadrados e apartamentos com várias opções de plantas. O Louvre terá duas torres em área de 9 mil metros quadrados. O bairro tem vários atrativos. Além de circundar um parque cercado, o Germânia, fica ao lado do Shopping Iguatemi e do Bourbon Shopping Center.

Em Santa Catarina, a companhia lançou o Cennario, no município de São João, com acesso fácil a Florianópolis e Palhoça, que terá apartamentos de dois e três dormitórios e sacada com churrasqueira. Com a marca Living, o Terra Bela Zona Sul, em Porto Alegre, teve todas as suas unidades vendidas em quatro meses. Ele será construído em uma área de 16 mil metros quadrados e ficará pronto em 2012.

Cyrela lançou 30 projetos no 1º semestre

A Cyrela informou, em seu relatório do segundo trimestre, que entregou um total de 5,3 mil unidades de janeiro a junho em 31 empreendimentos. Ao mesmo tempo,  lançou 30 projetos, com Valor Geral de Vendas de R$ 1,127 bilhão nesse período, o que representou aumento de 43,9% em comparação ao mesmo intervalo de 2009.

Do total do VGV lançado, a Região Sul respondeu por 5,9%. Historicamente, a empresa realiza mais lançamentos no segundo semestre, observou, em seu relatório. Do VGV lançado até junho, 64% foram vendidos no mesmo período.
A companhia teve lucro de R$ 341 milhões no primeiro semestre, com alta de 32% em comparação a 2009. A receita líquida somou R$ 2,238 bilhões, o que representou aumento de 51% em relação ao período de janeiro a junho do ano passado.

COMENTÁRIOS
Nenhum comentário encontrado.

imprimir IMPRIMIR