Porto Alegre, sexta-feira, 17 de agosto de 2018.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
8°C
26°C
11°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,9040 3,9060 0,12%
Turismo/SP 3,8700 4,0700 0%
Paralelo/SP 3,8800 4,0800 0%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
102136
Repita o código
neste campo
 
 

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e as edições
dos últimos
5 anos do JC.


 
para folhear | modo texto
 
imprimir IMPRIMIR

30/05/2014 - 14h13min

UFPel: Patentes e novos produtos

UFPEL/DIVULGAÇÃO/JC
Área de Odontologia trabalha em projetos como o do cimento endodôntico
Área de Odontologia trabalha em projetos como o do cimento endodôntico

Com três cursos de excelência, o mestrado e doutorado da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) vem desenvolvendo inovações com alto potencial de aplicação. É o que acontece no Programa de Pós-Graduação em Odontologia da instituição, coordenada pelo professor Max Cenci. O curso envolve em torno de 20 pesquisadores e mais de 100 alunos com grupos de pesquisa que contemplam vários projetos.

Um dos grupos pioneiros na área odontológica é o de Engenharia Biomédia, que vem desenvolvendo materiais alternativos para determinadas atividades odontológicas. Esses projetos, segundo Cenci, apresentam redução de custo e valorização da tecnologia nacional. “Estamos trabalhando com adesivos odontológicos, que estão sendo desenvolvidos em processo de patenteamento, e criamos um cimento endodôntico obturador que já está no mercado, inclusive em outros países”, afirma.

O cimento se chama MTA Fillapex e é usado para preencher o canal em dentes submetidos a tratamentos endodônticos. De acordo com o professor Rafael de Moraes, membro do programa de biomateriais da UFPel, o cimento traz um diferencial importante. “Ele não só preenche o conduto, mas também libera íons que ajudam no reparo ósseo, com efeito antimicrobiano, ajudando na recuperação do dente”, ilustra.

COMENTÁRIOS
Nenhum comentário encontrado.

imprimir IMPRIMIR