Porto Alegre, terça-feira, 17 de setembro de 2019.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
15°C
24°C
14°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 4,0880 4,0900 0,04%
Turismo/SP 4,0400 4,2800 0,94%
Paralelo/SP 4,0500 4,2900 0,94%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral / Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas
ASSINE  |  ANUNCIE  
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
Repita o código
neste campo
 
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
Repita o código
neste campo
 
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]  
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
206067
Repita o código
neste campo
 
 

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e as edições
dos últimos
5 anos do JC.


 
para folhear | modo texto
 
imprimir IMPRIMIR

política/partidos Notícia da edição impressa de 28/12/2012

PP se mantém como maior legenda em prefeituras no Estado

Fernanda Bastos

O resultado das eleições deste ano manteve o PP como o maior partido em números no Estado. Com estrutura arraigada em diversos municípios, a legenda obteve novamente a maior vitória em número de prefeituras, chegando a 2013 com 134 gestores. A legenda garantiu a hegemonia mesmo tendo diminuído o total de eleitos na comparação com 2008, quando conquistou 146 administrações municipais.

O presidente estadual do PP, Celso Bernardi, sustenta que a manutenção dos progressistas no topo da lista de prefeitos eleitos sinaliza que a legenda tem raízes fortes no municipalismo. “Somos um partido da base, que é o nosso grande patrimônio.” Bernardi acredita que o sucesso não se explica somente pela presença da legenda, que é uma das que mais possui diretórios municipais espalhados pelo Estado. “Há um processo positivo, que é de eficiência das gestões, que acaba refletindo no eleitorado”, avalia.

Em termos de crescimento no Rio Grande do Sul, também têm motivos para comemorar os dirigentes de PSB, PT, PDT e PSDB. O PSB teve o maior crescimento percentual entre as siglas. Na eleição passada, tomou a frente de 12 prefeituras, e neste pleito chegou a 18. Os petistas saltaram de 60 para 72 prefeitos eleitos, consolidando-se como o terceiro maior partido em prefeituras do Rio Grande do Sul, posição que havia ficado com os pedetistas em 2008.

Apesar da queda no ranking, o PDT também registrou avanço. Somou mais 5 às 65 prefeituras que havia conquistado nas últimas eleições. Já os tucanos saíram de 19 para 20 prefeitos na comparação com as últimas eleições municipais. O PPS também aumentou em uma cidade a participação e chega a 2013 com 5 prefeitos.

O DEM, que viu seu espaço no cenário político minguar com a migração de diversos membros para o PSD, apresentou queda no número de prefeituras. Conquistou 13 em 2008 e 9 neste ano.  Criado no ano passado pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, o PSD cresceu rápido no Rio Grande do Sul e já desponta com 3 prefeituras. Com o comando de apenas um município gaúcho, estão partidos de pouca expressão no Estado, como PHS, PPL, PSC e PV. Sem qualquer prefeito eleito figuram PCdoB, PR, PRB, PRP, PSL, P-Sol, PSTU, PTdoB e PTN.

PSB projeta crescimento ascendente para 2014

Maior liderança do PSB no Estado e vice-presidente da legenda, o deputado federal Beto Albuquerque avalia que o partido conseguiu um avanço significativo aumentando em 50% o número de gestores eleitos neste pleito. “O crescimento não foi ocasional. Já em 2010 elegemos 6 governadores e tínhamos confiança de que o desempenho melhoraria”, relata.

De acordo com Beto, o avanço no número de prefeitos também sinaliza que as gestões do PSB estão sendo bem avaliadas pela população. “O PSB foi o partido que mais reelegeu prefeitos, o que significa que temos feito governos importantes”, analisa. O deputado federal ainda sustenta que a consolidação de lideranças - como prefeitos eleitos em cidades de grande porte, além do governador de Pernambuco, Eduardo Campos - dá fôlego para a legenda evoluir mais. “Temos que ter humildade sem perder a ideia de dar prosseguimento ao crescimento”, aponta.

COMENTÁRIOS
Nenhum comentário encontrado.

imprimir IMPRIMIR