Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Senado

- Publicada em 21 de Novembro de 2022 às 16:28

Randolfe pede afastamento de Augusto Nardes do TCU e convocação no Senado

O parlamentar solicita o afastamento do ministro e explicação de suas falas

O parlamentar solicita o afastamento do ministro e explicação de suas falas


Jefferson Rudy/Agência Senado/JC
Agência Estado
O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) apresentou, nesta segunda-feira (21), duas medidas contra o ministro Augusto Nardes, do Tribunal de Contas da União (TCU), que teve áudio vazado com teor considerado golpista. À Corte, o parlamentar solicitou o afastamento do magistrado; ao Senado, pediu a convocação para que Nardes explique o conteúdo de suas falas em depoimento às comissões de Direitos Humanos e de Transparência, Governança, Fiscalização e Controle e Defesa do Consumidor.
O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) apresentou, nesta segunda-feira (21), duas medidas contra o ministro Augusto Nardes, do Tribunal de Contas da União (TCU), que teve áudio vazado com teor considerado golpista. À Corte, o parlamentar solicitou o afastamento do magistrado; ao Senado, pediu a convocação para que Nardes explique o conteúdo de suas falas em depoimento às comissões de Direitos Humanos e de Transparência, Governança, Fiscalização e Controle e Defesa do Consumidor.
Em áudio vazado, o ministro, apoiador do presidente Jair Bolsonaro, disse ver um "movimento forte nas casernas" rumo a um "desenlace bastante forte na nação". A fala, revelada pela Folha de S.Paulo, sugere uma suposta articulação de golpe militar para impedir a posse do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva.
"() solicita-se que a eminente Corte de Contas se atente a cobrar informações junto ao Sr. Augusto Nardes, para que preste depoimento sobre todas as informações que detém, bem como determine a aposentadoria compulsória do magistrado ou a sua disponibilidade, considerando a violação disciplinar", destaca o documento de Randolfe.
Em nota, o TCU informou que Nardes "lamenta profundamente a interpretação que foi dada sobre um áudio despretensioso gravado apressadamente e dirigido a um grupo de amigos. Para que não pairem dúvidas, esclarece que repudia peremptoriamente manifestações de natureza antidemocrática e golpistas, e reitera sua defesa da legalidade e das Instituições republicanas".
Conteúdo Publicitário
Leia também
Comentários CORRIGIR TEXTO