Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Política

- Publicada em 05 de Agosto de 2022 às 10:53

União Brasil anuncia apoio a Eduardo Leite

Encontro aconteceu às 23h desta quinta-feira

Encontro aconteceu às 23h desta quinta-feira


Divulgação/JC
Caren Mello, especial para o JC
Caren Mello, especial para o JC
O União Brasil anunciou, na noite desta quinta-feira (4), a decisão sobre a aliança no Rio Grande do Sul. Em uma live, às 23h, poucos minutos do último dia de prazo para a realização de convenções, a sigla proclamou o apoio a Eduardo Leite para o Governo do Estado. Assim, Leite passa a ter, oficialmente, seis partidos na coalisão: PSDB, Cidadania, MDB, Podemos, PSD e União Brasil.
O anúncio teve a presença de Leite, do governador em exercício, Ranolfo Vieira, e do presidente da Federação PSDB-Cidadania, Artur Lemos. Luiz Carlos Busato, presidente do União Brasil no Rio Grande do Sul, explicou que, o que mais pesou na decisão, não foram projetos pessoais, mas o futuro do Estado. “Fizemos um esforço para que o Rio Grande do Sul saísse fortalecido. O União Brasil nasceu vocacionado para a união de forças”, disse.
Busato passou a semana em negociações em Porto Alegre, São Paulo e Brasília, discutindo o rumo com a Executiva Nacional. Ele chegou a conversar com Onyx Lorenzoni, após um recuo da aproximação com Leite, movimento feito há alguns meses.
Ao lado de Busato, Leite festejou a decisão e disse que, embora o PSDB tenha garantido apoio à candidatura de Simone Tebet (MDB) e Mara Gabrilli (PSDB), o palanque também será disponibilizado ao União Brasil, que nesta manhã anunciará candidatura à Presidência da República: a senadora Soraya Thronicke, do Mato Grosso do Sul.
Resultado da fusão do DEM com o PSL, o União Brasil é dono da maior fatia do fundo partidário, com mais de R$ 1 bilhão para investir nas eleições nacionais, além de tempo de TV.
Conteúdo Publicitário
Leia também
Comentários CORRIGIR TEXTO