Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Política

- Publicada em 26 de Julho de 2022 às 20:30

Nova rodada de convenções começa nesta quarta (27)

Prazo estipulado pelo Tribunal Superior Eleitoral para realização das convenções vai até 5 de agosto

Prazo estipulado pelo Tribunal Superior Eleitoral para realização das convenções vai até 5 de agosto


Antonio Augusto/Asco /TSE/JC
Depois do primeiro fim de semana de convenções partidárias, em que 12 siglas lançaram candidatos majoritários - ainda que com parte das chapas incompletas - e as nominatas de concorrentes aos legislativos estadual e federal, uma nova rodada de eventos começará nesta quarta (27). Até o fim do período determinado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 5 de agosto, pelo menos outras 15 legendas devem definir nomes e alianças partidárias.

Depois do primeiro fim de semana de convenções partidárias, em que 12 siglas lançaram candidatos majoritários - ainda que com parte das chapas incompletas - e as nominatas de concorrentes aos legislativos estadual e federal, uma nova rodada de eventos começará nesta quarta (27). Até o fim do período determinado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 5 de agosto, pelo menos outras 15 legendas devem definir nomes e alianças partidárias.

A lista começa com o UP, que faz sua convenção nesta quarta. O partido apoia a candidatura do PSOL - lançada neste domingo - mas não forma federação com a sigla.

Em seguida, seis partidos realizam eventos no sábado, dia 30. Entre as legendas com representação na Assembleia Legislativa estão o PDT, que lança Vieira da Cunha como candidato ao Piratini; e o PP, que já tem chapa completa, concorrendo com o senador Luis Carlos Heinze ao governo, com Tanise Sabino (PTB) a vice, e Nádia Gerhardt (PP) concorrendo ao Senado.

No mesmo dia, fazem convenção o Agir, que apoia Roberto Argenta (PSC); Avante, que formou aliança com o PL, de Onyx Lorenzoni; PCB, que realiza sua convenção online; e PSTU, cuja candidata ao Piratini é Rejane de Oliveira.

Os eventos seguem no domingo, dia 31, com três convenções que ainda se veem diante de incógnitas na definição de apoios e nomes para a majoritária. O MDB, que apesar de ter Gabriel Souza como pré-candidato ao Piratini, é cada vez mais pressionado a apoiar Eduardo Leite (PSDB), e que também não possui nomes nem para vice e Senado. O próprio PSDB, apoiado formalmente pelo UB e o Cidadania, ainda carece de nomes para o restante da chapa. A federação de PT, PCdoB e PV tem o deputado Edegar Pretto na cabeça de chapa e lançará o ex-governador Olívio Dutra ao Senado, mas ainda não tem vice. O domingo ainda tem as convenções do PTB, apoio de Heinze; e do Cidadania, federada com o PSDB.

A segunda-feira, dia 1º, traz as convenções do PSD, que pode se unir a Leite, talvez tendo a ex-senadora Ana Amélia Lemos buscando uma nova chance no Senado; e do PRTB, que deve definir um apoio majoritário na quinta-feira. O presidente do partido, Carlos Castro, diz que a sigla apoiará um partido de direita, além do presidente Jair Bolsonaro (PL). Hoje, as candidaturas estaduais bolsonaristas são encabeçadas por Onyx e Heinze.

Finalmente, no dia 4, ocorre a convenção do DC, ainda sem local e horário definidos. O presidente da sigla, Arthur Farrat, disse que o DC homologará Edson Estivalete ao Piratini, tendo como vice Roberto Gonçalves e Paulo Rosa ao Senado.

 

Próximas Convenções Partidárias

 27 de julho - UP

 30 de julho - PDT, Agir, Avante, PP, PSTU, PCB

 31 de julho - MDB, PTB, PT-PCdoB-PV, PSDB, Cidadania

 1 de agosto - PSD, PRTB

 4 de agosto - DC

Conteúdo Publicitário
Leia também
Comentários CORRIGIR TEXTO