Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Opinião

Opinião

- Publicada em 23 de Junho de 2022 às 20:46

Salário médio do brasileiro

Eduardo Jablonski

Eduardo Jablonski

Segundo o que se divulgou amplamente na imprensa nacional, a renda média do brasileiro em 2022 é de R$ 1.212. Em geral, quem ganha salário dessa natureza são as pessoas que não têm formação, nem curso técnico, muito menos faculdade. É óbvio que todas as profissões e todos os empregos são honrados e merecem respeito. Mas a questão é que, no Brasil de hoje, ainda é possível se ter um emprego melhor, sem pagar nada por isso (mas existe um projeto sendo analisado na Câmara dos Deputados para começar a cobrar pelos cursos de graduação oferecidos por universidades federais).

E quais os empregos de nível superior pagam os menores salários, só para se ter uma ideia? São os do magistério, sem dúvida. Mesmo assim, um professor que trabalhe 40 horas pelo Estado, por exemplo, ganha em torno de R$ 4,6 mil líquidos, talvez um pouco mais ou um pouco menos, e é bem mais do que a média brasileira.

E como se poderia ter esse salário? Se o projeto de cobrar pelo ensino público não for aprovado, a pessoa pode ter acesso aos cursos oferecidos pela Universidade Aberta do Brasil, em atividade desde 2005, e que já beneficiou milhões de brasileiros. Há cursos diversos, como os de docência em todas as áreas. O estudante precisa ter concluído o ensino médio e fazer um vestibular que exige apenas uma redação.

Os cursos são oferecidos virtualmente. Logo, o estudante não sai de casa e pode cursá-lo pela internet, com aulas síncronas, aulas de vídeo, material de apoio, exercícios e a conhecida qualidade do ensino federal. Todos sabem que as federais são muito exigentes. Por isso, saem formados só aqueles que se dedicarem, que se puxarem, que estudarem.

Mas é óbvio que, como dizia Montaigne, deve-se respeitar quem não tem ambição de ganhar um salário um pouco melhor, até porque o rendimento de um educador não é aquilo tudo. Os estudantes de ensino fundamental e médio hoje em dia não gostam muito de estudar. A última coisa que desejam é fazer uma graduação (salvo exceções, claro). E, mesmo assim, querem ficar ricos e famosos, o que é um contrassenso. É difícil ganhar um bom salário sem formação.

A ideia deste pequeno artigo era apenas a de mostrar que existe uma forma, por meio do estudo, de ganhar um pouco melhor do que a média nacional. E qualquer um conseguiria, porque não é preciso pagar (dependendo da aprovação ou não do projeto já citado).

Professor

 

Conteúdo Publicitário
Leia também
Comentários CORRIGIR TEXTO