OLÁ, ASSINE O JC E TENHA ACESSO LIVRE A TODAS AS NOTÍCIAS DO JORNAL.

JÁ SOU ASSINANTE

Entre com seus dados
e boa leitura!

Digite seu CPF, CNPJ ou E-mail para criar suas credenciais e acessar a versão eletrônica do Jornal.


QUERO ASSINAR!

Cadastre-se e veja todas as
vantagens de assinar o JC!


Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

COMENTAR |
SUSTENTABILIDADE Notícia da edição impressa de 23 de Junho de 2022.

Gravataí cria espaço público para recarga de carros elétricos

Não será cobrado o valor da recarga, apenas o tempo da Zona Azul

Não será cobrado o valor da recarga, apenas o tempo da Zona Azul


/Guilherme Ósio/DIVULGAÇÃO/CIDADES
Agências
A cidade de Gravataí entrou no circuito da mobilidade elétrica e incentivar a redução de impactos causados pelo uso de combustíveis fósseis. Nesta quarta-feira (22), a prefeitura, em parceria com a Zona Azul Brasil, lançou um ponto público e gratuito para carregar carros elétricos. O serviço fica na Praça da Bíblia, em frente à sede do Executivo, no Centro.

A cidade de Gravataí entrou no circuito da mobilidade elétrica e incentivar a redução de impactos causados pelo uso de combustíveis fósseis. Nesta quarta-feira (22), a prefeitura, em parceria com a Zona Azul Brasil, lançou um ponto público e gratuito para carregar carros elétricos. O serviço fica na Praça da Bíblia, em frente à sede do Executivo, no Centro.

A estrutura permitirá uma utilização diária por veículo, contará com um equipamento da e-Volvo. A partir do lançamento, uma equipe irá monitorar a demanda e avaliar futuras ampliações. O usuário pagará somente pelo uso da vaga, não pelo consumo de energia, e o tempo total previsto para o carregamento completo é de duas horas.

Além de auxiliar os motoristas residentes que já possuem veículos compatíveis, o objetivo é atrair para a cidade novos usuários que identifiquem o ponto de recarga em aplicativos de mapeamento. "Esta cooperação entre público e privado reforça o quanto estamos cientes da extrema ascensão desta nova tecnologia automotiva e o quanto iremos beneficiar diversos setores da região, como os hotéis, restaurantes e lojas que poderão receber os clientes durante o carregamento", ressalta o diretor de Operações da Zona Azul Brasil, Claudinei Barduque.

Com a falta de outros carregadores em vagas públicas no Brasil, a prefeitura prevê que pelo menos 50 usuários mensais utilizem o sistema. O cenário é de que, nos próximos anos, o número cresça cada vez mais com a adoção desta solução e Gravataí está se preparando para ele.

Segundo o prefeito Luiz Zaffalon, a intenção foi buscar no mundo as maiores inovações que convergem com o entendimento da gestão de que investir em tecnologia e estimular práticas sustentáveis não só auxiliam na preservação ambiental como também atraem maior crescimento econômico para o município. "Trata-se de um projeto piloto inovador. Queremos Gravataí à frente de novas soluções e aberta a receber o que há de mais atual", enfatiza.

Comentários CORRIGIR TEXTO
CONTEÚDO PUBLICITÁRIO

Desde 1996 o Jornal Cidades dedica-se exclusivamente a evidenciar os destaques dos municípios gaúchos. A economia de cada região é divulgada no jornal, que serve também de espaço para publicação de editais de licitação. Entre em contato conosco e anuncie nessa mídia adequada e dirigida às Prefeituras de todo o RS.

Informações e anúncios - Fone: (51) 3221.8633
E-mail: [email protected]


www.jornalcidades.com.br