Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Internacional

- Publicada em 05 de Agosto de 2022 às 19:16

Bolsonaro não irá à posse de Gustavo Petro, domingo, na Colômbia

Cerimônia de posse de Gustavo Petro será realizada no domingo (7)

Cerimônia de posse de Gustavo Petro será realizada no domingo (7)


JUAN BARRETO/AFP/JC
O presidente Jair Bolsonaro (PL) não vai à posse do presidente eleito da Colômbia, Gustavo Petro. Seu vice, o general Hamilton Mourão (Republicanos), declinou da tarefa para se dedicar à sua pré-campanha ao Senado. E o governo brasileiro será representado na solenidade pelo chanceler Carlos França. A cerimônia, que será realizada no domingo (7), sacramentará a chegada ao poder do primeiro governo de esquerda da história do país.
O presidente Jair Bolsonaro (PL) não vai à posse do presidente eleito da Colômbia, Gustavo Petro. Seu vice, o general Hamilton Mourão (Republicanos), declinou da tarefa para se dedicar à sua pré-campanha ao Senado. E o governo brasileiro será representado na solenidade pelo chanceler Carlos França. A cerimônia, que será realizada no domingo (7), sacramentará a chegada ao poder do primeiro governo de esquerda da história do país.
A vitória de Petro foi alvo de crítica do presidente Jair Bolsonaro em junho deste ano, após o resultado das eleições. O chefe do Executivo brasileiro citou um pedido do colombiano para que jovens presos em protestos no país vizinho fossem soltos. Políticos ligados a Bolsonaro fizeram um mapa colocando a Colômbia como integrante de um grupo de países supostamente comunistas na região.
FOLHAPRESS
Conteúdo Publicitário
Leia também
Comentários CORRIGIR TEXTO