Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

PATRIMÔNIO

- Publicada em 22 de Novembro de 2022 às 11:17

Prefeitura pede na justiça desocupação do Viaduto Otávio Rocha para início das obras

Dos que pediram realocação, sete já foram para outros espaços públicos

Dos que pediram realocação, sete já foram para outros espaços públicos


ANDRESSA PUFAL/JC
A Procuradoria-Geral do Município (PGM) ajuizou, nesta segunda-feira (21), ação de reintegração de posse para retomar as 14 unidades do Viaduto Otávio Rocha que precisam ser desocupadas para início das obras de recuperação, previstas para começar no dia 24 de novembro. A ação foi protocolada no final da tarde e tramita na 4ª Vara da Fazenda Pública.
A Procuradoria-Geral do Município (PGM) ajuizou, nesta segunda-feira (21), ação de reintegração de posse para retomar as 14 unidades do Viaduto Otávio Rocha que precisam ser desocupadas para início das obras de recuperação, previstas para começar no dia 24 de novembro. A ação foi protocolada no final da tarde e tramita na 4ª Vara da Fazenda Pública.
Após negociações iniciadas em julho, buscando a desocupação voluntária das 36 lojas que compõem o viaduto, a prefeitura recuperou a posse de 22 delas. Dos 31 ocupantes do viaduto, apenas três estavam em situação regular, com termos de permissão de uso vigentes e pagamentos em dia. Mesmo assim, todos foram consultados sobre o interesse de serem remanejados provisoriamente.
Dos que pediram realocação, sete já foram para outros espaços públicos, como o Abrigo dos Bondes, Mercado Público, Caminho dos Jacarandás e Casa de Cultura Plauto Cruz. No começo deste mês, a administração municipal deu ordem de início para a empresa Concrejato Serviços Técnicos de Engenharia, vencedora da licitação. As obras de revitalização do Viaduto Otávio Rocha devem ter duração de 18 meses e investimento de R$13,7 milhões.
Conteúdo Publicitário
Leia também
Comentários CORRIGIR TEXTO