Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Geral

- Publicada em 02 de Agosto de 2022 às 12:24

Porto Alegre terá 100 estações de bikes compartilhadas

No total, serão 1.000 novas bicicletas disponibilizadas no novo sistema

No total, serão 1.000 novas bicicletas disponibilizadas no novo sistema


Brayan Martins/divulgação/JC
A empresa M1 Transportes foi credenciada para seguir oferecendo o serviço de bikes compartilhadas em Porto Alegre. A empresa apresentou uma proposta de 100 estações, sendo que 91 estão liberadas para implantação e outras 9 passam por uma última análise dos locais para a liberação.
A empresa M1 Transportes foi credenciada para seguir oferecendo o serviço de bikes compartilhadas em Porto Alegre. A empresa apresentou uma proposta de 100 estações, sendo que 91 estão liberadas para implantação e outras 9 passam por uma última análise dos locais para a liberação.
No total, serão mil novas bicicletas disponibilizadas no sistema. Além das bicicletas convencionais, serão ofertadas bikes elétricas e para crianças com ampliação para áreas como Ipanema, Tristeza, Bento Gonçalves, Parque Germânia, Shopping Iguatemi e 4º Distrito.
Os termos de credenciamento e permissão de uso serão assinados pelo período de 12 meses com possibilidade de renovação anual. A credenciada tem até 6 meses para instalar o quantitativo de estações previstas. Os interessados poderão enviar eletronicamente a documentação para a Unidade Permanente de Licitações da Diretoria de Licitações e Contratos (UPL-DLC) da Secretaria Municipal de Administração e Patrimônio.
Segundo dados disponibilizados pela Tembici, foram registradas entre janeiro e junho deste ano 488.789 viagens. “O uso da bicicleta na cidade tem aumentado, e nossa intenção com a ampliação de 410 para mil bicicletas é oferecer ao porto-alegrense alternativas para que possa usar o modal”, destaca o secretário Adão de Castro Júnior. 
As ciclovias porto-alegrenses, prejudicadas por buracos e desníveis, devem ser restauradas ao longo deste ano, assim dando uma maior segurança aos pedestres e ciclistas que irão desfrutar das 100 estações de bikes compartilhadas.
Conteúdo Publicitário
Leia também
Comentários CORRIGIR TEXTO