Porto Alegre,

Anuncie no JC
Jornal do Comércio. O jornal da economia e negócios do RS. 90 anos.

Publicada em 17 de Novembro de 2023 às 15:25

Projeto da Sedac leva produção audiovisual gaúcha ao streaming,

'A última estrada da praia' está entre os 20 longa-metragens que poderão ser acessados via plataforma Sulflix, na mostra online que inicia neste sábado (18)

'A última estrada da praia' está entre os 20 longa-metragens que poderão ser acessados via plataforma Sulflix, na mostra online que inicia neste sábado (18)

BRUNO BARRETO/DIVULGAÇÃO/JC
Compartilhe:
JC
JC
Idealizado pela Secretaria Estadual da Cultura (Sedac-RS), por meio do Instituto Estadual de Cinema (Iecine), o projeto Primavera Gaúcha - que iniciou em setembro com uma mostra na Cinemateca Paulo Amorim - poderá ser acessado também por streaming a partir deste sábado (18). Ao todo, 20 longas-metragens produzidos no Rio Grande do Sul estarão disponíveis via plataforma Sulflix. A mostra tem curadoria da Associação de Críticos de Cinema do RS (ACCIRS) e terá duração de 30 dias.
Idealizado pela Secretaria Estadual da Cultura (Sedac-RS), por meio do Instituto Estadual de Cinema (Iecine), o projeto Primavera Gaúcha - que iniciou em setembro com uma mostra na Cinemateca Paulo Amorim - poderá ser acessado também por streaming a partir deste sábado (18). Ao todo, 20 longas-metragens produzidos no Rio Grande do Sul estarão disponíveis via plataforma Sulflix. A mostra tem curadoria da Associação de Críticos de Cinema do RS (ACCIRS) e terá duração de 30 dias.
Representativos do cinema feito no Estado, seja por questões históricas, temáticas, de gênero ou trajetória premiada, os títulos selecionados serão disponibilizados gratuitamente e podem ser assistidos tanto pela tv quanto pelo notebook ou celular. Nesta série, se destacam os consagrados Anahy de las Misiones (Sérgio Silva), O homem que copiava (Jorge Furtado), O cárcere e a rua (Liliana Sulzbach), Antes que o mundo acabe (Ana Azevedo), O caso do homem errado (Camila Moraes), entre outros.
De acordo com a equipe curadora, a intenção da mostra é dar visibilidade e oferecer conhecimento sobre elementos da cultura do Sul do País, além de apresentar a multiplicidade da produção cinematográfica gaúcha e destacar a trajetória de diferentes diretores e sua trajetória. O projeto foi viabilizado com recursos de uma emenda parlamentar do deputado gaúcho Ubiratan Sanderson e tem como eixo central celebrar e divulgar a produção audiovisual gaúcha para novos territórios e públicos, a partir de um conjunto de atividades que inclui, ainda, mostra itinerante, publicação de um livro, criação de um site e auxílio financeiro para que realizadores gaúchos participem de eventos de mercado e festivais.

Notícias relacionadas