Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Cultura

- Publicada em 06 de Agosto de 2022 às 09:51

Fundação Iberê estreia nova série de música de câmara

Grupo Cordas ao Vento fará a primeira apresentação do projeto

Grupo Cordas ao Vento fará a primeira apresentação do projeto


NILTON SANTOLIN/DIVULGAÇÃO/JC
Neste domingo (7), a Fundação Iberê (Av. Padre Cacique, 2.000) estreia a primeira temporada da nova série de música de câmara. Com curadoria de Érico Marques (GO), Lucas Brayner (PE), Henrique Amado (SP) e Nayane Nogueira (MG), os grupos são formados, em sua maioria, por músicos da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (Ospa).
Neste domingo (7), a Fundação Iberê (Av. Padre Cacique, 2.000) estreia a primeira temporada da nova série de música de câmara. Com curadoria de Érico Marques (GO), Lucas Brayner (PE), Henrique Amado (SP) e Nayane Nogueira (MG), os grupos são formados, em sua maioria, por músicos da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (Ospa).
A primeira apresentação será do Cordas ao Vento, integrado por Érico Marques (oboé), Francisco Coser e Leonardo Bock (violinos), João Senna (viola) e Rafael Costa (cello). No repertório, clássicos de Bach, Dorati, Dorak e B. H. Crusell, que tem como tema Atmosferas.
As apresentações ocorrerão sempre no primeiro domingo de cada mês, sempre às 17h, no auditório da instituição cultural. A entrada é gratuita, com retirada de senha uma hora antes de cada recital.
Programação completa do projeto:
4 de setembro: Quinteto de Sopros (Tema: Música Brasileira)
2 de outubro: Um Duo de Três e convidado (Tema: Uma passagem pela história da música)
6 de novembro: Lieder e Canções
7 de dezembro: Especial de Natal
Conteúdo Publicitário
Leia também
Comentários CORRIGIR TEXTO