Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Cultura

- Publicada em 24 de Junho de 2022 às 03:00

Heavy metal no Opinião

Angra celebra duas décadas do lançamento do disco ENTITY_apos_ENTITYRebirthENTITY_apos_ENTITY

Angra celebra duas décadas do lançamento do disco ENTITY_apos_ENTITYRebirthENTITY_apos_ENTITY


Henrique Grandi/DIVULGAÇÃO/JC
Entre sucessos, polêmicas, mudanças de integrantes e, acima de tudo, qualidade musical, a banda Angra, criada em 1991, elevou o metal melódico nacional ao alto nível. Foram diversos momentos marcantes na carreira do grupo, sendo um deles o lançamento do álbum Rebirth, em 2001. Para comemorar os 20 anos do disco, o grupo se apresenta em Porto Alegre neste sábado, às 20h30min, no Opinião (rua José do Patrocínio, 834). Como o nome sugere, o trabalho foi um renascimento para o conjunto, após reformular a formação e voltar à ativa com Edu Falaschi assumindo a função de vocalista deixada por Andre Matos, Felipe Andreoli (baixo) na vaga de Luis Mariutti e Aquiles Priester pegando as baquetas antes tocadas por Ricardo Confessori. No show deste sábado, as honras da casa ficam sob responsabilidade das bandas Rage In My Eyes, com sua mistura de heavy metal e tradicionalismo gaúcho, e Mortticia. Os ingressos podem ser adquiridos pelo Sympla.

Entre sucessos, polêmicas, mudanças de integrantes e, acima de tudo, qualidade musical, a banda Angra, criada em 1991, elevou o metal melódico nacional ao alto nível. Foram diversos momentos marcantes na carreira do grupo, sendo um deles o lançamento do álbum Rebirth, em 2001. Para comemorar os 20 anos do disco, o grupo se apresenta em Porto Alegre neste sábado, às 20h30min, no Opinião (rua José do Patrocínio, 834). Como o nome sugere, o trabalho foi um renascimento para o conjunto, após reformular a formação e voltar à ativa com Edu Falaschi assumindo a função de vocalista deixada por Andre Matos, Felipe Andreoli (baixo) na vaga de Luis Mariutti e Aquiles Priester pegando as baquetas antes tocadas por Ricardo Confessori. No show deste sábado, as honras da casa ficam sob responsabilidade das bandas Rage In My Eyes, com sua mistura de heavy metal e tradicionalismo gaúcho, e Mortticia. Os ingressos podem ser adquiridos pelo Sympla.

POA Criativa na Praça do Multipalco

Em comemoração aos 164 anos do Theatro São Pedro, a primeira edição da feira multicultural POA Criativa será realizada neste domingo, das 10h às 20h, na Praça do Multipalco (Praça Mal. Deodora, s/nº). A iniciativa com características alternativas ligadas à cultura urbana, tem entrada gratuita e irá apresentar novos talentos, ideias e tendências nas áreas das artes, música, literatura, moda, design e gastronomia, oferecendo oportunidade aos artistas e chefs participantes para promoverem, comercializarem e viabilizarem as suas criações e produções. Dentre as atividades programadas para a feira estão saraus literários, apresentações musicais e teatrais, exposições artísticas e comercialização de produtos.

Composições brasileiras em duo de violão

Artistas interpretam composições brasileiras em seus repertórios

Artistas interpretam composições brasileiras em seus repertórios


/ADAM SISLER/DIVULGAÇÃO/JC

A Casa de Música (rua Gonçalo de Carvalho, 22) promove neste domingo, às 11h, a primeira edição da série Recitais Casa da Música: La Guitarra, com o duo de violão formado por Gabriele Leite e Eduardo Gutterres. A paulista e o gaúcho, ambos nascidos em 1997, são estudantes de mestrado em violão na Manhattan School of Music, em Nova York. A dupla vem se destacando internacionalmente por ter participado de alguns eventos globais importantes, como a abertura do Conselho de Segurança da ONU e o jantar de gala do Person of the Year 2022, realizado pela Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos. Juntos, eles se dedicam principalmente ao repertório de composições brasileiras, e neste recital interpretam obras de Radamés Gnattali (1906-1988), Marlos Nobre (1939-), Marco Pereira (1950-) e Paulo Bellinati (1950-). Os ingressos, no local, custam R$ 20,00 (meia-entrada) e
R$ 40,00 (entrada inteira).

Diversidade em mostra virtual

O espetáculo virtual Resiliência: mostra de processos inclusivos, do Coletivo Semente, será apresentado ao vivo pela plataforma Zoom neste final de semana (sábado, às 21h; e domingo, às 18h). A mostra conta com áudio-descrição e tradução em libras e tem como convidados os integrantes da instituição social Pertence, que atuam em diferentes esferas de atividades formativas para sociabilização e promoção da cidadania para pessoas com deficiência.

Formado por artistas multidisciplinares com e sem deficiência, o coletivo Semente trabalha na produção de vídeo-danças que abordam a temática da sustentabilidade e da diversidade de corpos na arte gaúcha. O elenco é formado por Cora Ferraz, Denise Brose, Diandra Tavares, Duda Mosseline, Júlia Favero, Rosani Favero e Luana Garcia; dirigidas por Marcelo Cabrera. Sob a temática da resiliência, o espetáculo propõe a reflexão sobre possibilidades de "insistir e encontrar forças" diante de situações de enfrentamento que a vida impõe. O link da mostra, inspirada também em elementos da natureza e em sua capacidade de renovação e resistência, será publicado na página do coletivo no Instagram (@1coletivosemente).

Clube da Esquina revisitado

A cantora e o pianista revisitam composições de álbuns de 1972 e 1978

A cantora e o pianista revisitam composições de álbuns de 1972 e 1978


/Luan Cardoso/Divulgação/JC

O palco do Espaço 373 recebe nesta sexta-feira a cantora paulista Graziela Medori e o pianista Alexandre Vianna, em show que apresenta o álbum Nossas Esquinas, lançado em 2021. O trabalho revisita composições de dois discos do Clube da Esquina: de 1972 e 1978, respectivamente. Além de 12 faixas, os artistas escolheram outras sete menos visitadas do grupo mineiro, em um trabalho praticamente inédito. Para este show, a dupla, que vive em São Paulo, convidou Marquinhos Fê (bateria) e Lucas Esvael (baixo) para interpretarem clássicos, como Nuvem Cigana (Lô Borges e Ronaldo Bastos) e Ao Que Vai Nascer (Milton Nascimento e Fernando Brant).

Agenda

  • 'De Profundis’, adaptação da obra de Oscar Wilde, tem nova temporada a partir desta sexta-feira, no Teatro Renascença. As apresentações ocorrem todo final de semana e se estendem até o dia 3 de julho (domingo), sempre às 20h.
  • A Escola de Música da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre apresenta neste domingo, às 17h, o primeiro grande concerto da temporada de 2022. Para o espetáculo gratuito, dois grupos orquestrais sobem ao palco da Sala Sinfônica da Casa da Ospa (Av. Borges de Medeiros, 1.501): a Ospa Jovem, conduzida por Arthur Barbosa, e a Banda Sinfônica, que tem regência de Wilthon Matos.
  • Eduardo Chassa inaugura nesta sexta-feira a exposição Ciclotimias, em vernissage para convidados no La Faísca Café (Av. Venâncio Aires, 1.025). A mostra, que será aberta ao público no dia seguinte, seguirá em cartaz gratuitamente até 14 de julho.
  • Nesta sexta-feira, a Trensurb publica mais versos do projeto Poemas, Trilhos e Trens. A iniciativa divulga, mensalmente, poesias – ou seus fragmentos – que falam sobre o meio de transporte ferroviário junto de fotografias de trens e estações da Trensurb. Os poemas são veiculados no Canal Você – que conta com monitores nos trens e estações – e nos perfis da Trensurb e do Espaço Multicultural Livros sobre Trilhos – a biblioteca do metrô – nas redes sociais. Desta vez, os versos selecionados são de Encruzamento de linhas, de Felipe de Oliveira – também conhecido como Felippe D’Oliveira.
Conteúdo Publicitário
Leia também
Comentários CORRIGIR TEXTO