Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Cultura

- Publicada em 23 de Junho de 2022 às 00:25

em foco

Peça infantil explora formas geométricas coloridas no cenário

Peça infantil explora formas geométricas coloridas no cenário


/Adriana Marchiori/DIVULGAÇÃO/JC
Direcionado para crianças pequenas, o espetáculo

Direcionado para crianças pequenas, o espetáculo

Bichológico

volta a cartaz no Teatro Renascença (avenida Erico Verissimo, 307) neste final de semana e no próximo (2 e 3 de julho). Todas as sessões acontecem aos sábados e domingos, às 16h, e os ingressos estão à venda no site Entreatos por R$ 34,00 (inteira) e R$17,00 (meia-entrada). Baseada na obra homônima da escritora gaúcha Paula Taitelbaum, a peça consiste em um jogo com formas geométricas coloridas, conduzido pela atriz e artista circense Débora Rodrigues. No palco, círculos, quadrados, retângulos e triângulos, distribuídos pelo espaço cênico, compõem a cenografia do espetáculo, criada por Diego Steffani. A brincadeira, a invenção e a criatividade são as principais responsáveis por transformar estas figuras nos engraçados animais e personagens que compõem a montagem: o Gato Chinês, o Macaco Português, o Elefante Holandês, o Coelho Escocês e o Cão Polonês.

 A tradicional Mostra DAD de teatro da Ufrgs volta ao modo presencial com espetáculo produzido pelo

Grupo Jogo,

intitulado A coisa, que estreou nesta quarta e terá sessões nesta quinta e sexta-feira na Sala Qorpo Santo (av. Paulo Gama s/n), no Campus Central da Ufrgs, às 20h. A montagem retrata um mundo de relações globalizadas em que as mínimas decisões podem ter profundas consequências. Da descoberta de um novo mundo a partir das navegações até a era dos meios digitais, as pequenas e grandes disputas ditam os rumos das nossas vidas. Em meio a isso, um floco de algodão se desloca suavemente sobre o oceano em uma direção incerta. Os ingressos, gratuitos, podem ser adquiridos através da plataforma Sympla.

Marcando os 40 anos da morte de uma das maiores cantoras brasileiras, a Casa de Cultura Mario Quintana lança nesta quinta-feira, às 20h, no seu canal de YouTube, o documentário

Elis Regina: na parede da memória.

A obra conta com argumento, roteiro e direção da cineasta mineira Elizabete Martins Campos, e pesquisa da gaúcha Carla Cassapo. Gravado no mês de março na CCMQ e em outras locações de Porto Alegre, o filme traz depoimentos de diversas personalidades da cultura e de pessoas do convívio íntimo da artista. O filme costura falas do jornalista Juarez Fonseca, de grande proximidade pessoal com a cantora, além de Tânia Carvalho e do também jornalista e músico Arthur de Faria, autor do livro Elis, uma biografia musical. Um dos entrevistados é Almiro Paiva Carvalho, tio de Elis, que doou à instituição um violão que pertenceu à cantora. O instrumento assinado por ela passa a integrar o Acervo Elis Regina, no 2º andar da instituição cultural (Rua dos Andradas, 736), que concentra a maior coleção pública relacionada à artista no País e que também passará a exibir o curta-metragem.

 

Conteúdo Publicitário
Leia também
Comentários CORRIGIR TEXTO