Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Cultura

- Publicada em 22 de Junho de 2022 às 20:00

Documentário sobre Elis Regina é lançado pela CCMQ

Parte da obra foi gravada na própria CCMQ, no acervo dedicado à artista

Parte da obra foi gravada na própria CCMQ, no acervo dedicado à artista


GUILHERME SANTOS/DIVULGAÇÃO/JC
Marcando os 40 anos da morte de uma das maiores cantoras brasileiras, a Casa de Cultura Mario Quintana lança nesta quinta-feira (23), às 20h no seu canal de YouTube, o documentário Elis Regina: na parede da memória. A obra conta com argumento, roteiro e direção da cineasta mineira Elizabete Martins Campos e pesquisa de Carla Cassapo.
Marcando os 40 anos da morte de uma das maiores cantoras brasileiras, a Casa de Cultura Mario Quintana lança nesta quinta-feira (23), às 20h no seu canal de YouTube, o documentário Elis Regina: na parede da memória. A obra conta com argumento, roteiro e direção da cineasta mineira Elizabete Martins Campos e pesquisa de Carla Cassapo.

Gravado no mês de março na CCMQ e em outras locações de Porto Alegre, o filme traz depoimentos de diversas personalidades da cultura e de pessoas do convívio íntimo da artista.

A cineasta mineira costura falas do jornalista Juarez Fonseca, de grande proximidade pessoal com a cantora, além de Tânia Carvalho e do também jornalista e músico Arthur de Faria, autor do livro Elis, uma biografia musical. O apelo afetivo fica por conta das entrevistas de Aida Wailer Ferrás, ex-professora e amiga, e de familiares da artista.

Um dos entrevistados é Almiro Paiva Carvalho, tio de Elis, que doou à instituição um violão que pertenceu à cantora. O instrumento assinado por Elis passa a integrar o Acervo Elis Regina, no 2º andar da instituição cultural (Rua dos Andradas, 736), que concentra a maior coleção pública relacionada à artista no País e que também passará a exibir o curta-metragem.
Conteúdo Publicitário
Leia também
Comentários CORRIGIR TEXTO