Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Política

- Publicada em 20 de Janeiro de 2022 às 09:49

Bolsonaro cogita Damares para o Senado e diz que não anunciará vice no momento

Ministra ainda estaria se decidindo sobre a possibilidade, segundo o presidente

Ministra ainda estaria se decidindo sobre a possibilidade, segundo o presidente


CAROLINA ANTUNES/PR/JC
Agência Estado
O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou nesta quarta-feira (19) que não vai "queimar a largada" com o anúncio de quem será candidato a vice em sua chapa na eleição deste ano. Apesar disso, o chefe do Executivo também voltou a dizer que ainda não decidiu se tentará mesmo se reeleger. Ele também informou que a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, pode concorrer ao Senado por São Paulo.
O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou nesta quarta-feira (19) que não vai "queimar a largada" com o anúncio de quem será candidato a vice em sua chapa na eleição deste ano. Apesar disso, o chefe do Executivo também voltou a dizer que ainda não decidiu se tentará mesmo se reeleger. Ele também informou que a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, pode concorrer ao Senado por São Paulo.
"Logicamente, tenho um vice, que é do coração e da razão também, que a gente vai anunciar na hora certa. Anunciando agora é só complicação, confusão", disse Bolsonaro, em entrevista à rádio Jovem Pan. "E aqueles que porventura acham que podem ser eles, graças a Deus temos um leque bastante grande de pessoas interessadas nesse serviço, então nós não podemos queimar largada", acrescentou.
"Eu posso adiantar uma possível senadora para São Paulo", afirmou o presidente, ao mencionar Damares. "Não está batido o martelo, não. O convite foi feito, o Tarcísio gostou dessa possibilidade, conversei com a Damares, e ela ainda não se decidiu".
Na semana passada, durante uma transmissão ao vivo nas redes sociais, Bolsonaro lançou o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, ao Governo de São Paulo. Ao lado de Tarcísio, Bolsonaro aproveitou para fazer campanha para o auxiliar, que tem convites tanto para se filiar ao PL - partido do presidente - como ao PP. "No nosso governo, tem feito um trabalho que é reconhecido por todos. É um tocador de obras, é um empreendedor e sabe realmente dos problemas do Brasil todo", disse o presidente.
Conteúdo Publicitário
Leia também
Comentários CORRIGIR TEXTO