Porto Alegre, sábado, 02 de outubro de 2021.
Dia Internacional do Notário.
Porto Alegre,
sábado, 02 de outubro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Protestos

- Publicada em 02/10/2021 às 14h30min.

Atos contra o governo já reúnem manifestantes e assunto lidera no Twitter

Manifestantes se concentram em áreas de São Paulo para atos deste sábado pelo País

Manifestantes se concentram em áreas de São Paulo para atos deste sábado pelo País


GUILHERME GANDOLFI/PT/DIVULGAÇÃO/JC
As manifestações contra o presidente Jair Bolsonaro, marcadas para este sábado (2) já figuram como o assunto mais comentado no Twitter Brasil, em meio a concentrações de manifestantes em diversas cidades do País. Lideranças dos partidos que organizam os atos incentivam a uso da hashtag #2OutForaBolsonaro. As manifestações criticam a disparada da inflação, a fome e o desemprego no País.
As manifestações contra o presidente Jair Bolsonaro, marcadas para este sábado (2) já figuram como o assunto mais comentado no Twitter Brasil, em meio a concentrações de manifestantes em diversas cidades do País. Lideranças dos partidos que organizam os atos incentivam a uso da hashtag #2OutForaBolsonaro. As manifestações criticam a disparada da inflação, a fome e o desemprego no País.
Os protestos, previstos em 305 cidades de todos os estados e do Distrito Federal, além de 18 países, foram articulados por nove partidos - PT, PSOL, PCdoB, PDT, PSB, Rede, PV, Cidadania e Solidariedade - e pelo movimento Direitos Já!
A estrutura que será palco principal da manifestação na avenida Paulista inclui o trio elétrico Demolidor, de 24 metros de comprimento, conhecido de foliões nos carnavais em Salvador e São Paulo, e outros dois trios elétricos menores, cujos valores foram custeados por uma "vaquinha" via Pix entre as entidades organizadoras.
Nas redes sociais, ao criticar o governo, a Central Única dos Trabalhadores (CUT) menciona a fome. "Mercado vendendo carcaça de frango e ossos de boi na promoção. Arroz e feijão fragmentado sendo vendidos. Alimentos que antes viravam ração, hoje servem de alimento para a população", diz a publicação.
Mais cedo, o Partido dos Trabalhadores (PT) convocou manifestantes por sua conta oficial no Twitter. "Lutar nas ruas e nas redes. Use a tag: #2OutForaBolsonaro", publicou. Em outra postagem, a sigla critica as políticas de Bolsonaro. "Por um país onde as crianças tenham livros nas mãos e não sejam constrangidas pelo presidente a carregarem armas!".
O Partido Socialista Brasileiro (PSB), também à frente dos atos, convocou o povo às ruas, recomendando o uso de máscaras apropriadas e constante álcool em gel para um "protesto seguro". "Hoje é dia de ocupar as ruas pela democracia. O PSB estará presente no grande ato pelo impeachment de Bolsonaro!", diz o tuíte.
"Estamos nas ruas com o povo! Nossa presidenta @lucianasantos marcando presença no #2OutForaBolsonaro em Recife!", divulgou o PCdoB no Twitter. O PSOL também se pronunciou pela rede social. "Por vacina no braço, comida no prato e Fora Bolsonaro!", publicou o partido.
Entre entidades sindicais, a Federação única dos Petroleiros (FUP) se pronunciou pelas redes. "O @sindipetroba marca presença nas ruas de ruas de Salvador! Sabe por quê? O botijão de gás está caro! E ninguém mais aguenta o genocida Bolsonaro!".
Já é possível mapear concentrações em Salvador (BA), Belém (PA), Palmas (TO), Maceió (AL), Fortaleza (CE), Acari (RN), Recife (PE), São Luís (MA), Porto Alegre (RS), Chapecó (SC) e em cidades fora do Brasil, como em Freiburg, na Alemanha, Madri, na Espanha, e Paris, na França. Os maiores atos são esperados no Rio e em São Paulo.
Agência Estado
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO